Dá um Gosto ao ADN

Distrito de Setúbal com presença forte na BTL

Turismo do distrito desfila na capital do turismo 

Promoções e sorteios especiais para todos os destinos que possa imaginar. Está aí mais uma edição da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, a maior feira de turismo do país, que acontece de 28 de Fevereiro a 4 de Março na FIL, em Lisboa. Este ano, Marrocos é o país convidado do evento, enquanto o Centro de Portugal é o destino nacional em destaque. A região de Setúbal está representada este ano com todos os municípios. As Câmaras de Palmela, Setúbal e Sesimbra participarão na apresentação, nesta quarta-feira, do mapa do Parque Natural da Serra da Arrábida. No sábado, à tarde, há a apresentação pública da XVIII Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo, no stand da autarquia da Moita. Alcochete, Montijo, Seixal, Barreiro, Alcácer do Sal e Grândola também apostam forte na "promoção turística" da região. A edição deste ano da BTL contará com mais de mil expositores e há 10 mil vagas de emprego no sector do turismo para preencher.  À semelhança dos anos anteriores, os primeiros dois dias são apenas para profissionais. A feira abre ao público na sexta-feira, às 18 horas. No fim-de-semana, abre ao meio-dia e é para todos. A entrada custa cinco euros e há descontos para estudantes, seniores e crianças. 
Maior feira de turismo começa hoje em Lisboa 

Há 10 mil vagas de emprego no sector do turismo para preencher na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL). O evento decorre entre 28 de Fevereiro e 4 de Março na FIL, em Lisboa.
Mais de meia centena de empresas, sobretudo hotéis, vão marcar presença nesta bolsa de empregabilidade. Os candidatos vão poder conhecer as oportunidades nos dias 2 e 3 de Março.
Esta edição contará com áreas para entrevistas e momentos de formação. O foco volta-se da procura do primeiro trabalho para todos aqueles que querem mudar de emprego e apostar no sector do turismo.
Na 30ª edição da BTL, entre os 41 destinos internacionais que vão marcar presença, Marrocos é o país convidado. O país do norte de África recebeu 87 mil portugueses no ano passado, um crescimento de 25 por cento face a 2016.
Também a região Centro de Portugal vai estar em destaque, para recuperar do "período difícil" dos incêndios do ano passado. Para "curar as feridas", diz Pedro Machado, presidente do Turismo do Centro, a aposta será feita num turismo ligado ao património e à cultura bem como no turismo religioso.
A BTL contará com mais de 1300 entidades e empresas e espera receber mais de 1500 profissionais do sector vindos do estrangeiro. "A BTL é um espaço de festa: festa de negócio e de mobilização dos portugueses para o turismo", considerou Ana Mendes Godinho, secretária de Estado do Turismo, em conferência de imprensa.
A maior mostra do sector do turismo em Portugal espera receber 75 mil visitantes. Os portugueses vão ter ainda a oportunidade de tirar uma "selfie" com o Óscar de melhor destino turístico do mundo ganho nos World Travel Awards em 2017.

Palmela, Sesimbra e Setúbal promovem Arrábida
Palmela apresenta festas, gastronomia e vinhos 
O município de Palmela vai ser um dos que vai estar presente na Bolsa de Turismo de Lisboa.  O convite foi endereçado à Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa e Palmela vai ser um dos 18 concelhos desta região a marcar presença na Bolsa de Turismo.
No dia de abertura deste evento, 28 de Fevereiro, os municípios de Palmela, Setúbal e Sesimbra vão participar na apresentação do mapa do Parque Natural da Serra da Arrábida, criado pela editora Adventure Maps. Este mapa é legendado em cinco idiomas e inclui uma rede de percursos pedestres do parque e pontos turísticos de interesse.
Para além desta apresentação, a representação de Palmela também vai realizar reuniões com agentes e operadores turísticos nacionais e internacionais, a distribuição de materiais de promoção turística, momentos de degustação de vinhos de Palmela e da região e outros produtos locais, bem como prevê a realização de sorteios alusivos à campanha turística “Palmela Conquista”, potenciando a adesão ao Palmela Tourist Card.
Do programa de animação de Palmela fazem, ainda, parte demonstrações da iniciativa “Mercado Caramelo”, com degustação de Sopa Caramela, bem como momentos de artesanato “ao vivo” e danças medievais, que promoverão a Feira Medieval de Palmela.
As marchas populares de Águas de Moura também estarão presentes, a par da Rainha das Vindimas e damas de honor, em representação das tradições locais. A Associação da Rota de Vinhos da Península de Setúbal marcará presença no certame com a realização de provas de vinhos, nomeadamente, Moscatel de Setúbal.

Apresentação da XVIII Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo no sábado 
O município da Moita volta a marcar presença na maior feira de turismo nacional. No seu espaço, inserido na Região de Turismo de Lisboa, o município da Moita apresenta-se como um destino que vale a pena conhecer melhor, a Sul do Tejo, através de vários materiais informativos.
Do programa de iniciativas, consta ainda a apresentação da XVIII Romaria a Cavalo Moita – Viana do Alentejo, no sábado, e as apresentações do Percurso Interpretativo do Estaleiro Naval de Sarilhos Pequenos, do novo Percurso Turístico Audioguiado “Baixa da Banheira, Conta-me Histórias”, da Feira Medieval de Alhos Vedros e do 7º BB Blues Fest, no último dia do certame.
Passe por lá e participe também no passatempo do município da Moita, habilitando-se a ganhar um bilhete duplo para um Passeio pelo Tejo, a bordo do varino municipal “O Boa Viagem”.

Alcochete mostra-se ao mundo na BTL 
Alcochete com forte presença na BTL 

A Câmara de Alcochete também vai estar presente na edição 2018 da BTL, na Feira Internacional de Lisboa, no Parque das Nações.
Na edição 30 do evento que é considerado uma referência para o turismo nacional e internacional, Alcochete "vai promover o património natural, cultural e identitário, a gastronomia e os produtos endógenos, que traduzem um concelho abraçado pelo Tejo e onde o Bote Leão é rei", diz a autarquia.
Integrado no stand da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, o espaço 'Alcochete' visa "promover as potencialidades turísticas territoriais, numa estreita colaboração com entidades e agentes económicos locais, nomeadamente, a Adega dos Sabores, Alcach Bar, Doces da Titi, Intermarché de Alcochete, Fundação das Salinas do Samouco, Hotel Al-Foz, Legumes de Portugal, padarias Piqueira, Popular e Sena, Quinta à Mesa e ainda Sociedade Imparcial 15 de Janeiro de 1898", explica a Câmara.
Durante os cinco dias do certame, a Autarquia organiza um passatempo em colaboração com agentes económicos locais, com o objetivo de promover um conjunto de experiências a realizar em Alcochete, no sentido de conduzir a uma visitação efetiva ao nosso território e a uma promoção integrada da oferta turística local.
Colaboram com a câmara municipal neste passatempo as unidades de alojamento e hotelaria – Alcochete House, Casas Paixão do Tejo e Hotel Al-Foz; os restaurantes – Al’Kawa Sushi Bar, Barrete Verde, Cantinho do Ti-Tonho, Dom Peixe e Solar do Peixe; unidades de animação noturna – Alcach Bar, Adega dos Sabores e O Pelourinho e a Fundação das Salinas do Samouco.
No espaço Alcochete não faltará a "famosa fogaça de Alcochete e o tradicional arroz doce branco! Contamos ainda com a visita de um flamingo muito especial! Visite-nos e conheça as nossas ofertas turísticas!", conclui a autarquia ribeirinha.

Festas de São Pedro e turismo de aventura são apostas fortes do Montijo
Festas de São Pedro, no Montijo, divulgadas ao mundo 
O Montijo vai estar, mais uma vez, presente para exibir todas as suas qualidades e promover as potencialidades do concelho.
No dia da inauguração oficial, 28 Fevereiro, pelas 16 horas, o município aposta em dois dos seus produtos de excelência: os vinhos, com um moscatel de honra em colaboração com a Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões, e as flores com a oferta de gerberas, em parceria com a marca Flores do Montijo.
Alguns promotores turísticos do concelho, vão apresentar as suas atividades e serviços no dia 1 de Março, entre as 17 e às 18 horas. No dia seguinte (2 de Março), no mesmo horário, a Cerveja Aldeana vai estar presente para uma degustação dos seus produtos. Um momento promocional desta marca montijense, com o qual se pretende potenciar o território do concelho do Montijo, quer pela alusão histórica ao nome de Aldeia Galega do Ribatejo (atual Montijo), quer pelo contexto da sua associação à gastronomia local.
No dia 3 de Março, a partir das 18 horas, vai ser apresentada a reedição do roteiro “O Azulejo no Montijo”, seguindo-se um momento musical pelos alunos da Escola de Música da Sociedade Filarmónica 1.º de Dezembro, Música de Câmara - “Sons do Património”. Neste dia, o município vai também promover a Zona Este do Concelho (freguesias de Pegões e Canha), em particular as suas potencialidades para a promoção de atividades relacionadas com desporto de natureza e de aventura.
Para finalizar a presença do Município do Montijo na BTL, o dia 4 de Março, vai ser dedicado à promoção das Festas Populares de São Pedro. A partir das 16h30, em articulação com a Comissão de Festas e a Sociedade Cooperativa União Piscatória Aldegalense vai haver animação com a Charanga da Ramboia, oferta de folhetos e de pulseiras promocionais das Festas de S. Pedro e uma degustação de massinha de peixe, confecionada e servida por pescadores do Montijo, e de vinhos pela Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões.

Barreiro divulga eventos e doçaria local 
O município do Barreiro irá estar representado, prestando informações e distribuindo materiais promocionais do concelho. Durante os cinco dias de feira, o Barreiro irá promover uma campanha que convida o público a passar o dia no Concelho, oferecendo vouchers de descontos nos seguintes restaurantes, alojamento, entretenimento e aluguer de viaturas: Restaurantes: A Petisqueira; A Tasca da Galega; A Tentadora; Aqui Há; Casa do Hugo; Casa Transmontana; Casa Velha; Coffeetaria; Dez Reis; Empório dos Sabores; Marcos – Prazer à Mesa; O Brasão; O Mário 100 Espinhas; Sushi Ko; Talho Central; Trazvinho; Verde Minho; Zeppelin e Residencial Príncipe.
O Barreiro vai ainda promover,  a 1 de Março, a apresentação da Empresa de Animação Turística Tuga Natura/Lazer Adventures e oferecer, para degustação, doçaria típica do Barreiro, nomeadamente as famosas Bolas de Manteiga.
No sábado, pelas 17 horas, há animação musical com Fast Eddie Nelson, no âmbito da promoção do Festival Barreiro Rocks.

Grândola promove potencialidades turísticas do concelho
No espaço promocional dinamizado pela Autarquia integrado no stand da Entidade Regional de Turismo do Alentejo/Ribatejo - o maior stand do certame – os técnicos municipais de turismo vão dar a conhecer aos visitantes e ao mundo as caraterísticas ímpares do nosso território: a frente atlântica com 45 quilómetros de praias acessíveis, a preservação natural e ambiental dos habitats, a genuidade dos espaços rurais e das pequenas aldeias e o património histórico e cultural de grande relevo.
Na 30ª edição da BTL, o Executivo Municipal aposta no enfoque para o Turismo Natureza, na promoção dos Percursos Pedestres, Birdwatching e Provas Desportivas.
Artesanato, Vinhos, Produtos Regionais e Gastronomia são igualmente objectos de promoção do Concelho, que à semelhança do ano passado, mostra em Lisboa o que de melhor se faz por cá, contando com a participação de artesãos locais a trabalharem ao vivo, e produtores regionais com provas de vinhos e degustações.
Destaque no domingo para as açordas, que vão ser confeccionadas ao vivo pelo responsável da “Casa de Pasto” e para a música tradicional pelo grupo da casa do povo de Melides que vai executar a Valsa Mandada.
O Município de Grândola aproveita a BTL para promover os seus eventos de maior relevo, nomeadamente a AR PURO – Feira de Caça, Pesca e Atividades ao Ar Livre, as Comemorações do 25 de Abril, a Rota das Tabernas, a Ultra Maratona Atlântica Melides-Tróia, a Feira de Agosto e a Feira de Chocolate.
"Recordamos que Grândola, ao nível turístico e segundo os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística, é o Concelho da NUT III - Litoral Alentejano que obteve em 2016 o maior número de dormidas, representando mais de 44 por cento do total das dormidas nos estabelecimentos de alojamento turístico desta região e cerca de 14 por cento relativamente à NUT II – Região Alentejo. Registou ainda um dos maiores aumentos do Litoral Alentejano em 2016, mais 46.283 dormidas, ou seja, 15,6 por cento comparativamente a 2015", explica a autarquia do distrito de Setúbal.

“Sentir Alcácer” na Bolsa de Turismo de Lisboa 
Alcácer do Sal  mostra as suas potencialidades na BTL  

“Sentir Alcácer” é o desafio lançado pela Câmara de Alcácer do Sal que, a partir desta quarta-feira, mostra ao público e aos profissionais do setor do turismo o melhor do concelho na Bolsa de Turismo de Lisboa.
O certame volta a contar com a participação da autarquia, que se fará representar num stand duplo inserido no pavilhão do Alentejo, onde dará a conhecer ao mundo os produtos endógenos da região, a sua gastronomia, artesanato, eventos culturais, património e potencialidades nas mais diversas áreas.
No arranque da BTL, esta quarta-feira, entre as 10 e as 13 horas haverá no stand da Câmara de Alcácer uma prova de vinhos da Herdade da Comporta. Na quinta-feira, no período da manhã, dará a conhecer os seus vinhos a Herdade de Portocarro, e a Pinhão Sado mostrará uma das mais-valias do concelho: o pinhão. À tarde, é a vez da promoção da Taberna dos 2 à Esquina e Café Sado.
Sexta-feira, destaque para o pão alentejano e bolos dos Panificadores do Sado e para os vinhos e azeite dos Manos Lince. 
A vertente do artesanato tem o seu ponto alto no sábado, com Custódia Costa a mostrar o seu trabalho ao vivo. É também no sábado que o presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença marcará presença no certame. No último dia, Casimiro Jerónimo partilhará os seus doces e bolos.

Agência de Notícias 
[ + ]

PSP celebra 91.º aniversário na cidade de Setúbal

“A segurança de pessoas e bens é uma das funções inalienáveis do Estado”

A cooperação entre a Câmara de Setúbal e a PSP foi destacada esta terça-feira na cerimónia do 91.º aniversário da força de segurança no distrito de Setúbal. “Mantemos, desde sempre, com o Comando Distrital de Setúbal uma grande proximidade, alicerçada em permanentes relações de cooperação que visam a sensibilização das nossas populações para as questões de segurança”, sublinhou o vereador com o pelouro da Proteção Civil na autarquia, Carlos Rabaçal, na sessão solene evocativa dos 91 anos do comando da PSP, realizada no Cinema Charlot – Auditório Municipal. O autarca recordou que “a segurança de pessoas e bens é uma das funções inalienáveis do Estado”, a qual “não pode ser descurada seja a que pretexto for”, e garantiu que a autarquia sadina continua disponível para apoiar sempre a PSP.
Polícia de Segurança Pública está na cidade há 91 anos 

“Continuamos, contudo, a defender melhores forças policiais e agentes ainda mais próximos das populações, que saibam e queiram realizar o policiamento de proximidade que faz com que as pessoas reconheçam no agente policial aquele que representa o Estado de direito com quem contratualizaram a sua segurança e em quem confiam profundamente”, disse o responsável pela Proteção Civil da Câmara sadina.
Carlos Rabaçal salientou a redução da criminalidade participada no distrito nos últimos anos, resultado para o qual a PSP assume um “papel preponderante”.
Sobre esta matéria, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, que presidiu à cerimónia, revelou que os últimos dados referentes a 2017 apontam para uma “redução muito significativa” da criminalidade violenta e grave no distrito, da ordem dos 14 por cento face a 2016.
De acordo com o governante, este resultado “não só acompanha como vai além da tendência nacional de descida deste tipo de criminalidade, que é globalmente positiva”.
Eduardo Cabrita destacou, igualmente, o aumento do investimento na segurança inscrito no Orçamento do Estado para 2018, que contempla, no distrito, a construção de novas instalações para a PSP, nomeadamente no Seixal e no Barreiro.
No final da cerimónia, que contou ainda com as presenças do comandante distrital de Setúbal da PSP, Viola da Silva, e do diretor nacional, Luís Farinha, entre outras individualidades, foram entregues condecorações de mérito a diversos agentes policiais.

Agência de Notícias com Câmara de Setúbal

[ + ]

Alcochete quer solução para apanha ilegal de amêijoa

Apanha de bivalves com consequências ambientais graves na praia dos Moinhos e Samouco 

A apanha de bivalves no Estuário do Tejo e os problemas associadas a esta atividade ilegal continuam a preocupar o executivo municipal de Alcochete, que está empenhado e disponível para fazer parte de uma solução para o problema. Conscientes de que este é um problema grave, de âmbito intermunicipal, que carece de um olhar multidisciplinar e de uma intervenção concertada, envolvendo diferentes entidades, o presidente da câmara, Fernando Pinto e o vereador Vasco Pinto reuniram por duas vezes com a Administração do Porto de Lisboa, no sentido de transmitir as preocupações relacionadas com o concelho de Alcochete.

Autarcas de Alcochete reúnem com APL e GNR

“Na sequência de uma primeira reunião que tivemos com a Administração do Porto de Lisboa, onde apresentámos algumas das nossas inquietações, fizemos um levantamento das prioridades no que concerne à degradação do nosso território, nomeadamente na ponte-cais, e convidámos a Administração do Porto de Lisboa para uma deslocação ao nosso concelho, para que in loco e juntamente connosco pudessem de facto aferir aquilo que este executivo já tinha verificado”, disse Fernando Pinto, presidente da autarquia de Alcochete, na reunião de câmara que se realizou nos Paços do Concelho.
“Em simultâneo falámos de outro problema que é a apanha ilegal de bivalves e dos problemas colaterais a esta mesma atividade, e pudemos ainda verificar o estado atual do espaço anteriormente ocupado pela Dragapor-Dragagens de Portugal”, acrescentou o autarca.
Com responsabilidade na gestão do seu território o município de Alcochete é incapaz de resolver uma situação desta dimensão e complexidade, mas está disponível para fazer parte da solução de uma situação que acarreta problemas de ordem social, ambiental, económica e de saúde pública.
"Trata-se de uma atividade não regulamentada que envolve não só apanhadores locais mas uma crescente participação de cidadãos de outras nacionalidades, que se vão fixando no território, sem as adequadas condições de trabalho e residência", diz Fernando Pinto.
As consequências ambientais, diz o autarca, "são graves, resultantes da deposição constante de diferentes tipos de objetos e materiais no rio e nas praias de Samouco e Alcochete", como por exemplo, sacos de plástico, luvas de látex, garrafas de plástico e vidro, latas de bebidas e conservas, e outras, acarretando ainda um problema de saúde pública relacionada com a possível contaminação dos bivalves.
“Estas situações são do conhecimento público e já foram previamente identificadas e reportadas junto das entidades competentes, mas a intervenção da câmara é muito condicionada à reivindicação junto das respetivas autoridades competentes e neste sentido enviámos um conjunto de ofícios para os diferentes ministérios e organismos que têm responsabilidade nesta matéria”, acrescentou ainda Fernando Pinto.
Esta visita realizou-se na passada sexta-feira, após a reunião na qual participaram em representação do conselho de administração da APL, Ricardo Medeiros, acompanhado por dois técnicos, o Comandante do Posto Territorial de Alcochete, Márcio Alves, e o coordenador do Núcleo de Protecção Ambiental do Montijo, Joaquim Júlio.

Agência de Notícias com Câmara de Alcochete


[ + ]

Campo de râguebi avança na Algodeia, em Setúbal

“Encontramos em Setúbal uma segunda casa para as seleções de râguebi”

A primeira pedra do futuro campo do Club de Rugby de Setúbal foi lançada no dia 24, na zona norte da Algodeia. Durante a cerimónia, em que participaram a presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, a vice-presidente da Federação Portuguesa de Rugby, Marta Ferreira, e o presidente do Club de Rugby de Setúbal, João Terlim, foram também apresentados os planos das futuras instalações desportivas destinadas em exclusivo à modalidade. “A construção de um campo para o Club de Rugby será, com toda a certeza, um poderoso e decisivo incentivo para o reforço da prática desta modalidade no concelho de Setúbal”, frisou Maria das Dores Meira na cerimónia, à qual assistiram os vereadores Pedro Pina e Eugénia Silveira, assim como vários atletas da coletividade sadina.
Setúbal irá ter campo de râguebi em Julho 

A autarca sublinhou o empenho e esforço do clube setubalense em tornar o projeto uma realidade, que contou com o apoio da Câmara Municipal na cedência do terreno, avaliado em cerca de 197 mil euros, para a implantação do campo desportivo.
“Diria que é um investimento de 197 mil euros na formação desportiva dos nossos jovens, na formação de novos homens e mulheres mais saudáveis e capazes de enfrentar o futuro com mais força e alegria”, sublinhou Maria das Dores Meira.
João Terlim, que agradeceu o apoio dado pela autarquia, assim como o proveniente de outras entidades, como a própria Federação Portuguesa de Rugby, adiantou que está previsto ter máquinas no terreno ainda em fevereiro.
O dirigente desportivo endereçou, ainda, um agradecimento especial à presidente da Câmara Municipal, “pela visão que tem do desporto”.
O reconhecimento coletivo da forma como o desporto, em geral, e o râguebi, em particular, tem sido alvo de política acertada pela Câmara sadina foi também transmitido pela representante da Federação Portuguesa de Rugby.
Marta Ferreira representou o presidente federativo por este se encontrar, no momento da cerimónia, em eventos relacionados com o jogo das seleções nacionais de Portugal e Suíça, realizado precisamente em Setúbal e que os “Lobos” acabariam por vencer a turma helvética por 31-17.
“Encontramos em Setúbal uma segunda casa para as seleções de râguebi”, afirmou Marta Ferreira, acrescentando que deseja que a modalidade “esteja à altura de Setúbal e das suas gentes”.

Campo será inaugurado em Julho 
A construção do futuro campo de râguebi setubalense reveste-se de alguma complexidade por se encontrar numa futura bacia de retenção de águas pluviais, após a profunda requalificação de que vai beneficiar pela Câmara de Setúbal, dando lugar a um novo parque urbano.
“O campo é um projeto muito difícil, extremamente complexo, só possível graças à dedicação e competência dos serviços municipais”, sublinhou João Terlim.
O projeto de construção das futuras infraestruturas de râguebi vai ser executado faseadamente, sendo que o dirigente desportivo conta estar “neste mesmo local em Julho para inaugurar o novo campo”, adiantou.
Essa inauguração corresponderá, precisamente, à primeira fase de construção do projeto, que inclui os trabalhos relacionados com a instalação do campo de jogos e de equipamento de apoio aos atletas, que, neste período, será de caráter provisório.
Só esta primeira fase está orçamentada em 100 mil euros, suportados integralmente pelo Club de Rugby de Setúbal, com o apoio de alguns mecenas.
O avanço nas obras de construção do campo de jogos será sincronizado e dependente do progresso da construção do futuro Parque Urbano da Várzea, espaço verde que receberá soluções de engenharia que vão evitar a sobrecarga do sistema de escoamento das águas pluviais e, assim, prevenir a ocorrência de cheias na Baixa da cidade.
Para a segunda fase do campo de râguebi está prevista a edificação de uma bancada para público, com lotação para 450 pessoas, assim como os balneários definitivos das infraestruturas desportivas.
O campo de jogos, destinado apenas à prática do râguebi, terá as medidas oficiais da modalidade e será elegível para acolher, inclusivamente, partidas de caráter internacional.
O Club de Rugby de Setúbal tem atualmente 120 atletas inscritos na modalidade.
A coletividade inclui, ainda, a Academia de Rugby de Setúbal, destinada à formação de praticantes mais novos, até aos 14 anos de idade.

Agência de Notícias com Câmara de Setúbal
[ + ]

Palmela dedica Março à juventude do concelho

Um mês para celebrar os dias do Estudante e da Juventude

O programa “Março a Partir” – mês da juventude no concelho de Palmela, vive, este ano, a sua 23.ª edição, numa organização da Câmara de Palmela e das associações juvenis, grupos informais de jovens e entidades que desenvolvem trabalho com a juventude, no concelho. No total, serão 55 atividades, promovidas por 36 entidades, nas cinco freguesias do concelho, ao longo de todo o mês, em áreas como a música, o teatro, o desporto, o ambiente, as artes plásticas, a solidariedade e o voluntariado. Entretanto, está já a decorrer o concurso de bandas amadoras de Palmela Warm Up “Março a Partir”. A final será disputada a 3 de Março, no Espaço ContraFacção, em Pinhal Novo.
Março a Partir foi apresentado em Pinhal Novo na quinta-feira 

Verdadeira “Escola de Participação e de Cidadania”, este projeto tem contribuído para "o desenvolvimento de novas dinâmicas associativas no concelho, através de um processo participativo que estimula a aprendizagem, o debate e a concretização de ideias", explica a Câmara de Palmela à ADN-Agência de Notícias.
O “Março a Partir” representa o culminar de um ano de trabalho e a afirmação da juventude em liberdade, numa celebração do Dia Nacional do Estudante (24 de Março) e do Dia Nacional da Juventude (28 de Março). Na conferência de imprensa de apresentação do programa, realizada no dia 22 de Fevereiro, no Centro de Recursos para a Juventude de Pinhal Novo, o presidente da Câmara de Palmela, Álvaro Amaro, recordou os eventos marcantes que motivaram estas celebrações, em contextos de repressão e luta, e afirmou que "a melhor forma de honrar esses jovens, hoje, é a alegria de fazer acontecer, em liberdade e sem tutelas", sublinhando que o papel do Município é de parceiro da organização, facilitando o apoio técnico, financeiro e logístico.
Na ocasião, Igor Azougado (AJCOI), Tiago Jorge (Sociedade Recreativa e Cultural do Povo do Bairro Alentejano), Marta Martins (Okupa - Centro Social de Palmela) e Daniel Fulgêncio (Associação Juvenil Odisseia), elementos do grupo de trabalho “Março a Partir”, apresentaram o extenso programa da iniciativa, que terá vários momentos altos ao longo do mês, e apelaram à participação ativa dos jovens do concelho.
A conferência contou, também, com a presença de vários voluntários do Serviço Voluntário Europeu, acabados de chegar ao nosso concelho, que prestarão apoio à realização das atividades e irão partilhar, também, um pouco da sua cultura.

Programa do Março a Partir 
16 fevereiro a 1 abril
Okupados a Construir
Projeto de sete voluntárias/os de países europeus de apoio à realização do “Março a Partir” – SVE Erasmus +
Info: okupa.csp@gmail.com
Por: Okupa Espaço de Juventude do Centro Social de Palmela

3 março | 9h às 13h | Biblioteca Municipal de Palmela

Dádiva de Sangue
Sensibilização das/os jovens e da comunidade em geral
Info: ndsbvpalmela@gmail.com | jdesenvolvimento@gmail.com
Por: Núcleo de Dadores de Sangue dos Bombeiros de Palmela e Jovens para o Desenvolvimento

3, 4, 10, 11, 17, 18, 24 e 25 março | 
9h/13h e 14h/18h | Espaço “Crazy Boulder” - Palmela
Sonhar + Alto: Dia de Escalada e SlackLine
Iniciação à prática de Escalada e de Slackline
Sessões teóricas acerca da importância da segurança em qualquer atividade desportiva
Info: crazy4boulder@gmail.com
Por: “Crazy Boulder”

3 março | 10h às 17h | Poceirão, Águas de Moura e Asseiceira

10 março | 21h30 às 03h | Poceirão, Águas de Moura e AsseiceiraJovens em Forma e Felizes
Demonstração de vários desportos e convívio juvenil
Info: assoc.jovens.os.caramelos@gmail.com
Por: Associação de Jovens Os Caramelos
Parceiros: SRI 1.º de Maio, União de Freguesias Poceirão Marateca e Grupo Desportivo de Águas de Moura

3 março | 22h | Espaço Contrafacção, Pinhal Novo
Warm Up “Março a Partir”
Final do Concurso de Bandas Amadoras de Palmela
Por: Câmara Municipal de Palmela e Associações Juvenis do Concelho de Palmela

4 março | 9h às 13h | Castelo de Palmela
V Caça ao Tesouro da Ordem de Santiago
Jogo de Pistas no Castelo de Palmela e Parque Venâncio Ribeiro da Costa
Info: grupo.indiferentes@gmail.com
Por: Associação Juvenil Os INdiferentes

5 março | 10h às 11h30 | CRJ de Quinta do Anjo
6 março | 10h às 11h30 | CRJ de Palmela

“Projeta-te! – Estou desempregada/o, e agora?”
Sessões Práticas de Procura Ativa de Emprego.
Info: clds3g@fundação-coi.pt
Por: Projeto CLDS-3G Palmela

10 março | 10h às 11h | Mercado Municipal de Pinhal Novo
Dança Jazz no Mercado

Aula Aberta de Dança Jazz
Info: sfua1896@gmail.com
Por: Sociedade Filarmónica União Agrícola de Pinhal Novo

10 março | 10h às 11h | Mercado Municipal de Pinhal Novo
Inovar os Mercados
Projeção de palavras-chave/ ação de sensibilização acerca do Autismo
Info: inovar.autismo@gmail.com
Por: Inovar Autismo - Associação para a Cidadania e Inclusão

10 março | 14h às 18h | Pinhal Novo
Cicloraid de Orientação - Pedalar com o 643!
Info: geral.643@escutismo.pt
Por: Agrupamento 643 Pinhal Novo – Corpo Nacional de Escutas

10 março | 14h às 19h | Rua Duque de Palmela e Largo da Rua João de Deus, Quinta do Anjo
2.ª Corrida de Carrinhos de Rolamentos
Por: CAFI – Comunidade de Arte e Festa Indígena
Info: cafindigena@gmail.com
Parceiros: Agrupamento 504 Quinta do Anjo do Corpo Nacional de Escutas, Quintajense Futebol Clube, Sociedade de Instrução Musical, Junta Freguesia de Quinta do Anjo

10 março | 15h às 18h | Jardim da Praça da Independência, Pinhal Novo
Ensaio Aberto de Bombos
Para todas/os as/os que quiserem experimentar
Info: bardoada@gmail.com
Por: “Bardoada” – O Grupo do Sarrafo

10 março | 21h30 | Auditório Municipal de Pinhal Novo
"As Mulheres cá de Casa"
Comédia portuguesa enquadrada no dia 8 de março – Dia Internacional da Mulher
Info: aodisseia@gmail.com ou teatrosemdono@gmail.com
Por: Associação Juvenil ODISSEIA e Teatro Sem Dono
Entrada Livre
Maiores de 16 anos

14 março | 17h às 18h | Escola Secundária de Palmela

Sessão de sensibilização “O que é isto do voluntariado e do associativismo juvenil?”
Info: clds3g@fundação-coi.pt
Por: Projeto CLDS-3G Palmela c/ Associação Juvenil Os INdiferentes e IPDJ.

15 março | 9h30 às 16h | Biblioteca Municipal de Palmela e Largo S. João, Palmela
Fórum Juventude: Solidariedade com os jovens palestinos
Inauguração da exposição sobre a Palestina; exibição de documentário; intervenções (painel de convidadas/os); debate; intervenção gráfica no mural da parede do Largo de S. João
Org: Câmara Municipal de Palmela e Movimento Associativo Juvenil
Com o Alto Patrocínio da Missão Diplomática da Palestina

16 e 17 março | 21h às 02h | Arcadas do Páteo Caramelo, Pinhal Novo
Festival PN
Entrada livre
Info: ajcoi1989@gmail.com
Por: Associação Juvenil COI

17 março | 9h às 14h | Escola Secundária de Pinhal Novo
Dia da Família 2018
Práticas de atividades recreativas com iniciações desportivas e de lazer
Info: ass.pais.esc.sec.pinhalnovo@sapo.pt
Por: Associação de Pais e Encarregados de Educação dos Alunos da escola Secundária c/ 3.º Ciclo de Pinhal Novo

17 março | 9h às 18h | Largo S. João e Largo Eng.º Jacinto Augusto Pereira, Palmela

Feira da Bagageira
Compra, venda e troca de artigos.
Info: grupo40@escoteiros.pt
Por: Associação dos Escoteiros de Portugal – Grupo 40 de Palmela

17 e 18 março | 10h às 18h | Quinta do Bell, Fonte da Vaca/Carregueira
Oficina de Hortas Bio-Intensivas
Info: projecto270@gmail.com
Por: Projecto 270

22 março | 10h às 11h30 | Centro Social de Palmela

“Projeta-te! – Simulação de entrevista de emprego”
Info: clds3g@fundação-coi.pt
Por: Projeto CLDS-3G Palmela

24 março | 10h às 12h30 | Jardim da Praça da Independência, Pinhal Novo
Mostra de desportos do Disco
Modalidades de Ultimate, Disc Golf, Freestyle, Double Disc Court e Accuracy.
Info: clube.viraodisco@gmail.com
Por: Clube de Praticantes Vira ‘O’ Disco

24 março | 10h às 18h | Quinta do Bell, Fonte da Vaca/Carregueira
Oficina de cozinha vegetariana
Info: projecto270@gmail.com
Por: Projecto 270

24 março | 13h às 16h30 | MOJU - Parque Venâncio Ribeiro da Costa, Palmela

Almoço/convívio + Disc Golf
Info: clube.viraodisco@gmail.com
Por: Clube de Praticantes Vira ‘O’ Disco

24 março | 21h30 às 00h | Paços do Concelho, Palmela
Inovar Palmela
Projeção de palavras-chave/ ação de sensibilização acerca do Autismo
Info: inovar.autismo@gmail.com
Por: Inovar Autismo - Associação para a Cidadania e Inclusão

24 março | 21h30 às 2h | Paços do Concelho, Palmela
Manifest’Arte
Diferentes espaços de diversão: Dança do Ventre, Pirofagia, Bolas Gigantes de Sabão, Hip Hop, Reggae, Danças Tradicionais e muito mais…
Info: okupa.csp@gmail.com
Por: Centro Social de Palmela – Okupa Espaço de Juventude
Parceiros: Agência Nacional para a Gestão do Programa Erasmus+ Juventude em Ação, Taverna “Os Gordos”, Jovens Sem Fronteiras, ANIME, Rato – ADCC.
25 março | 15h às 16h30 | Fonte de Águas de Moura
Color Party
Festival de cores, em que as/os participantes se pintam com explosões de cores
Info: teatro.tela@gmail.com
Por: TELA - Teatro Estranhamente Louco e Absurdo
Parceiros: Bombeiros Voluntários de Águas de Moura, União de Freguesias de Poceirão e Marateca

25 março | 15h às 19h | CRJ de Quinta do AnjoCãominhada Solidária – “Março a Latir” 2018
Percurso circular urbano e florestal, com alguns declives, preparado para humanos e patudos.
É recomendado o uso de calçado e roupa adequada à prática desportiva, assim como levar fruta e água. É obrigatório o uso de trela em todos os animais que participem no passeio.
Sujeito a inscrição com doação de ração para cão.
Info./insc.: quintinhaabc@gmail.com | 914880664
Parceria: Consultório Veterinário Gato Escondido, Quinta do Anjo

26 março | 15h30 às 17h30 | CRJ de Quinta do Anjo

Março a tremer, sabes o que fazer?
Visualização de filme, ações de prevenção de proteção, jogos e desafios.
Info. jdesenvolvimento@gmail.com
Por: Jovens para o Desenvolvimento

30 março até 9 abril | CRJ de Pinhal Novo

Inarts – 4.ª edição
Inauguração: 20 março, às 21h
Galeria de Arte para promover a arte entre os jovens
Info: grupo.indiferentes@gmail.com
Por: Associação Juvenil Os Indiferentes

Agência de Notícias com Câmara de Palmela 
[ + ]

Setúbal tem centro de apoio ao visitante na Arrábida

GOarrábida dá partida à aventura na serra

Setúbal conta desde 24 de Fevereiro com um novo centro de apoio à prática de desporto na Serra da Arrábida, o GOarrábida, instalado no Parque Urbano de Albarquel, e orientado para praticantes de corrida trail, pedestrianismo, BTT e escalada. Paredes-meias com a Arrábida, o Parque Urbano de Albarquel, no concelho de Setúbal, apresenta-se agora como ponto de partida e chegada de excelência para quem deseje praticar desporto na serra classificada como parque natural. O GOarrábida faculta uma série de valências aos milhares de praticantes de corrida, pedestrianismo, ciclismo e escalada que diariamente, com maior ênfase aos fins de semana, se deslocam à Arrábida para praticar estilos vida ativos e saudáveis.
Novo equipamento para os amantes de desporto na Arrábida 

A presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, sublinhou na inauguração que o novo centro de apoio se enquadra numa ótica de promoção de Setúbal, no âmbito da estratégia de incentivo ao turismo para atração de visitantes ao concelho.
A importância deste equipamento, adiantou a autarca, deve-se ao facto de Setúbal ser “um território privilegiado no acesso ao Parque Natural da Arrábida” que não dispunha de um “local, instalação ou equipamento próprio com valência de apoio ao visitante em matéria de atividades possíveis de exploração do parque”.
O GOarrábida é o resultado da candidatura a fundos comunitários “Scavier – Sistema de Centros de Apoio ao Visitante em Rede”, projeto intermunicipal que junta Setúbal, Palmela e Sesimbra, integrado no Prarrábida – Plano de Ação para a Conservação, Valorização e Promoção do Património Histórico, Cultural e Natural da Arrábida, no âmbito do Portugal 2020.
O centro localizado no Parque Urbano de Albarquel está repartido em diferentes áreas, que proporcionam a atletas ou entusiastas de modalidades ao ar livre vários serviços possíveis, a maioria deles de acesso gratuito.
Para a BTT existe o Bikepoint, à entrada das instalações, onde os ciclistas têm ao dispor um suporte que permite a fixação das bicicletas para a realização de pequenas reparações e uma máquina com bomba automática de enchimento de pneus e outra de lavagem. A lavagem tem um custo de 50 cêntimos por cada três minutos.
No interior das instalações é possível aprender e praticar escalada em paredes construídas para o efeito.
Esta valência ainda não está plenamente operacional, uma vez que a Câmara  de Setúbal vai realizar acordos de cooperação com associações locais para a presença de instrutores credenciados na modalidade.

Equipamento partilhado com Palmela e Sesimbra 
Os entusiastas de pedestrianismo e do trail running têm no centro GOarrábida um importante ponto de apoio para a realização de exercícios de aquecimento, bem como uma central digital, o Trailpoint, com informações detalhadas sobre oito trilhos possíveis de percorrer na serra.
O centro está também dotado de apoio sanitário e cacifos para todos os utilizadores.
“Com este projeto construímos uma região melhor e com melhor ambiente. Uma região onde se encontra uma população que contribui decisivamente para a economia nacional e onde se conjugam fantásticos potenciais ambientais e turísticos com a enorme riqueza produzida pelo nosso tecido empresarial”, salientou Maria das Dores Meira.
O GOarrábida, que recebeu na inauguração várias dezenas de atletas, além do vereador do Desporto da Câmara Municipal de Setúbal, Pedro Pina, e das vereadoras Eugénia Silveira e Carla Guerreiro, entre outras individualidades, integra uma rede de apoio a praticantes desportivos em toda a Arrábida, rede essa partilhada entre Setúbal, Palmela e Sesimbra.
No futuro, está prevista a inclusão de apoios informativos e um melhor ordenamento dos vários trilhos existentes na serra, operação que deverá ser executada pelo Turismo de Portugal.

Agência de Notícias com Câmara de Setúbal
[ + ]

Canha comemora dia da vila com homenagem

"Uma vila com uma histórica rica e um futuro cheio de potencialidades" 

A comemoração do dia da vila de Canha, no concelho do Montijo, voltou a ter lugar no Museu Etnográfico, no dia 24 de Fevereiro, numa organização da Junta de Freguesia de Canha. Com sala cheia, foram homenageados o empresário Fiel Candeias e a professora Natália Sousa, tendo decorrido, ainda, a palestra “Nascimento das paróquias, concelhos e comendas da Margem Sul”, proferida pelo padre Francisco José Mendes. O evento contou com as presenças do presidente da Câmara do Montijo, Nuno Canta, e do presidente da Junta de Freguesia de Canha, Armando Piteira, que garantiu que a “junta estará sempre presente em todos os eventos de caráter cultural e de homenagem aos homens e mulheres que colaboram com a freguesia”. 
 Canha é a mais antiga localidade do concelho do Montijo 

O presidente da Câmara do Montijo associou-se à homenagem prestada a Fiel Candeias e Natália Sousa, pelo seu contributo para vida social da vila, relembrando que Canha é “uma vila com uma histórica rica, mas é também uma vila com futuro, cheia de potencialidades e desafios que queremos vencer, como a atracão de investimento. Temos vindo a criar parcerias com os autarcas da freguesia e com o Governo para o desenvolvimento de Canha, num trabalho a favor da coesão, da qualidade de vida de cada um de vós, e da nossa cultura e identidade”, sublinhou Nuno Canta.
Após a homenagem e os discursos oficiais, seguiu-se a palestra do padre Francisco José Mendes que revelou que “o espaço onde surge implantada a Vila de Canha e o seu antigo termo passaram por autoridades e jurisdições várias ao longo dos séculos. Contudo, ao contrário do que se possa imaginar, transcorridas tantas vicissitudes, Canha é dotada de uma extraordinária estabilidade de limites jurisdicionais”.
“Os limites de Canha são arcaicos. As linhas jurisdicionais e de poder municipal de Canha são antiguíssimas, provavelmente, já herdadas de um tempo prévio à Reconquista”, afirmou Francisco José Mendes, acrescentando que os atuais limites territoriais de Canha foram permanecendo ao longo dos séculos.
Canha é a mais antiga localidade do concelho do Montijo. Possuiu autonomia administrativa enquanto sede de concelho do mesmo nome até 1838, data em que passou a fazer parte do concelho de Aldeia Galega, atualmente Montijo.

Agência de Notícias com Câmara do Montijo 
[ + ]

Parque serve Quinta da Amizade em Setúbal

Parque infantil foi pedido da população à autarquia sadina 

A Quinta da Amizade, em Setúbal,  conta, desde sábado, com um novo parque infantil e um circuito de máquinas de manutenção física para adultos. Balões, palhaços, música e comes e bebes, com muitos bolos e doces à mistura, não chegaram para desviar a atenção das dezenas de crianças que ansiavam, durante a festa da inauguração, a abertura oficial do parque infantil instalado na Rua das Figueiras. O novo equipamento, resultante do esforço conjunto da Câmara de Setúbal e da Junta de Freguesia de Gâmbia, Pontes e Alto da Guerra, foi instalado num lote destinado a uso recreativo, mas cujo projeto nunca chegou a ser executado pela empresa responsável da construção do bairro da Quinta da Amizade durante a década de 90.
Moradores já tem parque infantil na Quinta da Amizade 

“Vocês transmitiram-nos as vossas principais necessidades e é assim que nasce este parque infantil”, afirmou a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, ao resumir o processo que levou não só à instalação do recreio infantil, mas também à de várias máquinas de manutenção física, destinadas, principalmente, a adultos.
O novo espaço recreativo da Quinta da Amizade é o resultado direto do projeto de participação cidadã “Ouvir a População, Construir o Futuro”, através do qual o Executivo municipal ausculta diretamente no terreno as principais necessidades sentidas.
“Neste verdadeiro processo de democracia participativa, identificamos os problemas, verificamos a nossa capacidade para os resolver e comprometemo-nos com prazos para dar soluções. Este é um processo de participação cidadã com provas dadas e resultados visíveis”, sublinhou Maria das Dores Meira.
No caso do novo parque infantil da Quinta da Amizade, o processo contou com o envolvimento próximo da associação de moradores local.
Pedro Felício, presidente da instituição, era o espelho da felicidade coletiva dos moradores do bairro. “Finalmente consegue-se ter um espaço que pode ser usado pelos mais novos e pelos mais velhos. Vejo com muitos bons olhos este tipo de solução, em que Câmara Municipal, junta de freguesia e associação de moradores trabalharam em conjunto para resolver esta questão que já se arrastava há demasiado tempo, desde a construção do bairro”.
A implementação do projeto, com duração de cerca de três meses, num investimento que ronda os 50 mil euros, é fruto de um misto de administração direta e contratualização de serviços externos.

 Parque prometido há um ano
A Câmara Municipal e a Junta de Freguesia da Gâmbia, Pontes e Alto da Guerra repartiram esforços na execução de arranjos urbanísticos e de espaços verdes, enquanto aspetos relacionados com a instalação de equipamentos foram relegados para empresas especializadas.
O presidente da junta de freguesia, José Belchior, frisou que “o prometido é devido e este parque havia sido prometido há um ano”, pedindo “apenas um único favor em troca, que seja estimado e acarinhado por todos”.
O autarca adiantou ainda que o esforço da junta de freguesia “não termina aqui, pois, só em matéria de parques infantis, há mais três para requalificar na no futuro próximo”.
Na inauguração do equipamento, instalado num lote onde há mais de vinte anos só havia entulho e ervas, marcaram também presença os vereadores Pedro Pina, Carla Guerreiro e Eugénia Silveira, além de dezenas de famílias da Quinta da Amizade.

Agência de Notícias com Câmara de Setúbal
[ + ]

Empresa de Palmela cria cérebros para robôs

"Criamos o cérebro e o sistema nervoso central dos sistemas robotizados da indústria automóvel"

A Introsys, empresa de tecnologias digitais de Palmela, está a desenvolver sistemas robotizados e outros processos associados à produção de peças e componentes para empresas do setor automóvel como a Volkswagen, BMW e a Ford, anunciou a administração. A empresa, que se diz "líder de mercado na Península Ibérica e considerada como uma referência internacional na área dos sistemas de controlo robotizados" - presente no México, na Índia, na Alemanha e, mais recentemente, na China -, trabalha para um leque de clientes de que fazem parte grupos como a Volkswagen, BMW e Ford, o que significa que muitos dos automóveis que se encontram em circulação têm tecnologia desta empresa portuguesa. Estes dados sobre a Introsys foram revelados em nota de imprensa distribuída durante uma visita do primeiro-ministro, António Costa, àquela unidade de inovação e desenvolvimento instalada na zona industrial de Vila Amélia, perto da fábrica de automóveis da Autoeuropa, em Palmela. A empresa foi a vencedora do Prémio PME Inovação, em Dezembro no ano passado. Nasceu num Portugal "sem Web Summit" no meio de um jogo de bilhar entre pai e irmãos. A partir daí, cresceu até à China.

Roteiro da Inovação levou o Governo a fábrica em Palmela 


Durante a visita à Introsys, integrada na iniciativa 'Roteiro da Inovação', o primeiro-ministro, acompanhado pelos ministros da Economia, Manuel Caldeira Cabral, da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, e da Presidência e Modernização administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, ouviu as explicações do diretor de engenharia da empresa, Nelson Compadrinho, sobre desenvolvimento de 'software' para sistemas robotizados utilizados nas linhas de montagem de automóveis.
"A empresa cria o cérebro e o sistema nervoso central dos sistemas robotizados da indústria automóvel", disse Nelson Compadrinho, esclarecendo que o trabalho realizado corresponde a cerca de 80 por cento daquilo que é necessário para que os robôs cumpram a sua missão nas linhas de montagem das diferentes fábricas do setor automóvel.
Como referem, além dos serviços prestados para a indústria de automação, "a aposta na investigação tem permitido a apresentação de produtos inovadores que permitem um controlo de qualidade em tempo real nas linhas de montagem da indústria automóvel".
Ainda segundo a empresa, são produtos com potencialidades para a inspeção da aplicação de cola, soldadura laser, e outros processos associados à produção de peças e componentes, que contribuem para a "valorização do trabalho humano, uma vez que reduzem os riscos laborais e das tarefas de desgaste rápido, conseguindo ainda poupar tempo e dinheiro ao cliente".
Além dos sistemas robotizados, a Introsys está também a desenvolver 'software' para `drones´ que poderão vir a ajudar na monitorização de áreas afetadas pelos incêndios.
De acordo com os dados fornecidos pela própria empresa, a Introsys foi constituída em 2002, conta atualmente com um total de 222 colaboradores distribuídos pela Europa, pelo México e pela China, 70 por cento dos quais engenheiros, exporta mais de 95 por cento da produção e já ultrapassou a barreira dos 20 milhões de euros em faturação.
Embora esteja muito perto da fábrica de automóveis da Autoeuropa, a Introsys começou a afirmar-se junto de outras empresas, designadamente na Bélgica, e só mais tarde acabou por trabalhar também para a fábrica de automóveis de Palmela, do grupo alemão Volkswagen.

Agência de Notícias com Lusa


[ + ]

Parques da Biodiversidade e do Seixal vão avançar

Autarquia investe cerca de 600 mil em dois novos parques no concelho 

A Câmara do Seixal, aprovou, entre outros pontos, as empreitadas referentes ao Parque Metropolitano da Biodiversidade e ao Parque Urbano do Seixal. O Parque Metropolitano da Biodiversidade, na Verdizela, freguesia de Corroios, vai ser realizado, numa 1ª fase com um investimento de 198 mil euros e demorará 300 dias a ser concluindo. O Parque Urbano do Seixal, pela sua dimensão e localização, diz o presidente da autarquia, Joaquim Santos, assumirá um papel importante na estrutura verde e de recreio do concelho do Seixal estendendo-se por mais de quatro hectares e relacionando-se com o passeio ribeirinho. O contrato agora aprovado, para a adjudicação desta obra, terá como valor total 410 mil com prazo de execução de 270 dias. Para além dos novos parques foi também aprovada, durante a reunião de câmara uma tomada de posição sobre fundos comunitários.

Concelho do Seixal vai ter dois novos parques 

O Parque Metropolitano da Biodiversidade, na Verdizela, freguesia de Corroios, vai ser realizado, numa 1ª fase com um investimento de 198 mil euros, acrescido de IVA à taxa legal em vigor, com prazo de execução de 300 dias. Joaquim Santos, presidente da autarquia, afirmou que este parque "deverá promover a educação ambiental e o contacto com a natureza, sendo uma oportunidade para potenciar e dar a conhecer os valores naturais do município, juntamente com as atividades desportivas e recreativas que o local proporciona de forma a fomentar um turismo de natureza informado, consciente e saudável".
O Parque Urbano do Seixal, pela sua dimensão e localização, assumirá um papel importante na estrutura verde e de recreio do concelho do Seixal estendendo-se por mais de quatro hectares e relacionando-se com o passeio ribeirinho. O contrato agora aprovado, para a adjudicação desta obra, terá como valor total 410 000 euros, com prazo de execução de 270 dias.
Para Joaquim Santos, "pela sua proximidade, o Parque Urbano do Seixal constituirá um espaço de grande relevância na melhoria da qualidade do ambiente urbano e da qualidade de vida da população e será um dos mais belos miradouros da Área Metropolitana de Lisboa, permitindo observar o Núcleo Urbano Antigo do Seixal e a cidade de Lisboa, com uma vista única sobre o Tejo".

Autarquia quer mais investimento público no concelho 
Para além dos novos parques foi também aprovada, durante a reunião de câmara uma tomada de posição sobre fundos comunitários.
Esta reivindica a reprogramação do Portugal 2020, designadamente com o reforço financeiro dos pactos e a sua realocação em áreas essenciais, bem como medidas de aceleração da execução, eliminação de obstáculos impostos no programa e o reforço muito significativo dos investimentos de base territorial.
A autarquia reitera a "necessidade de reforçar o investimento público fundamental para o concelho da responsabilidade do Poder Central, garantindo que não são novamente adiadas intervenções essenciais ao acesso a direitos das populações, como são os casos do Hospital no Seixal ou a construção de novos Lares Sociais", sublinha a moção.
O município reafirmou ainda "o seu compromisso na execução das suas competências, garantindo o desenvolvimento de projetos estratégicos e essenciais à população, pelo que devem ser considerados prioritários para o apoio no âmbito do novo o quadro comunitário".
Neste sentido, Joaquim Santos, presidente da Câmara do Seixal, reforçou que o município do Seixal "está preparado para o acolhimento dos grandes projetos estruturantes, contribuindo para o desenvolvimento económico, mas que é necessária a concretização de investimentos há muito previstos para o nosso concelho".

Agência de Notícias com Câmara do Seixal
[ + ]

Trabalho conjunto requalifica ruas em Setúbal

Autarquia vai requalificar ruas do Bairro Grito do Povo 

Soluções de requalificação das ruas Falcão Machado e Afonso Castro, vias contíguas, localizadas no Bairro Grito do Povo, estiveram em debate entre a Câmara de Setúbal e moradores locais. As ruas carecem de recuperação a nível urbanístico e a autarquia sadina, à imagem daquilo que vem desenvolvendo noutros bairros, tem trabalhado em conjunto com os moradores na definição de um plano de intervenção que satisfaça as principais necessidades de quem mais usufrui daquela zona da cidade. “Neste momento mantemos reuniões regulares com moradores de 13 bairros da cidade, fora o que é feito no resto do concelho”, adiantou o vereador das Obras Municipais, Carlos Rabaçal, que conduziu o encontro na Escola Básica de Casal das Figueiras, o quarto realizado com os munícipes das ruas Falcão Machado e Afonso Castro.
Intervenções no Bairro Grito do Povo discutidas com população 

A carência de estacionamento ordenado foi uma das necessidades comunicadas à autarquia, com Carlos Rabaçal a anunciar que já foi possível intervencionar num terreno de terra batida localizado próximo das ruas em causa, graças aos contactos desenvolvidos junto da proprietária do espaço.
O terreno já era usado pelos moradores para estacionamento, mas a participação do município permitiu, agora, o ordenamento e a otimização da área para o parqueamento automóvel, faltando apenas a instalação de alguma sinalização vertical no local.
Nas ruas Falcão Machado e Afonso Castro, a futura requalificação passa pelo ordenamento do trânsito e parqueamento e, principalmente, pela criação de áreas de lazer e estadia, com reforço da arborização e iluminação pública e instalação de equipamentos de recreio infantil.
“A rua é um espaço urbano de vivência e não um lugar dos carros”, frisou Ana Albuquerque, arquiteta paisagística responsável pela proposta de requalificação apresentada aos moradores das ruas em avaliação, numa sessão que contou com a participação e vários técnicos municipais e do presidente da União das Freguesias de Setúbal, Rui Canas.
Um ponto que colheu mais atenção no debate entre Câmara Municipal e moradores é o facto de ambas as ruas, apesar de contíguas, não terem sido construídas de raiz com uma ligação viária para automóveis, sendo, atualmente, vias sem saída.
Os moradores presentes na reunião manifestaram o desejo de manter essa desconexão automóvel entre as duas ruas, embora seja desejada uma solução, que a autarquia vai trabalhar agora, que permita, através do recurso a pilaretes amovíveis, o acesso de veículos de emergência médica e proteção civil.
No próximo encontro entre a autarquia e os moradores locais será apresentado o projeto final de requalificação urbanística para se dar início, logo que possível, aos trabalhos planeados consoante as necessidades transmitidas pelos munícipes.

Agência de Notícias com Câmara de Setúbal
[ + ]

Suspeito de roubos e burlas a idosos em Palmela foi detido

Suspeito estudava vítimas e simulava entrega de encomendas dos CTT para extorquir dinheiro

A GNR de Setúbal, através do Núcleo de Investigação Criminal de Palmela, deteve na semana passada, um homem de 49 anos, na Quinta do Anjo, Palmela, por suspeita de roubos e burlas a idosos. Segundo uma nota de imprensa divulgada pela GNR, o suspeito recolhia "informação sobre os familiares das vítimas, locais de trabalho e residências" e, seguidamente, "encenava uma história, informando a vítima de que vinha da parte de um familiar direto no sentido de lhe entregar uma encomenda nos CTT, sendo necessário efetuar um pagamento para o efeito, cobrando avultadas quantias monetárias".
GNR deteve homem suspeito de burla 

"Uma vez conquistada a confiança dos idosos, oferecia-se para os transportar no interior do seu veículo, levando-os às caixas de multibanco mais perto ou até às suas próprias residências para ali se apoderarem de toda a quantia monetária possível, chegando inclusive a recorrer à violência física para concretizar as suas intenções", acrescenta o mesmo comunicado.
O homem, que atuava na Quinta do Conde, em Palmela e em Almada, foi detido no âmbito de uma investigação que decorreu durante três meses, na qual foi apreendido um veículo ligeiro usado na prática dos crimes, bem como "diversa documentação".
O arguido já foi presente ao Tribunal Judicial de Setúbal, tendo ficado sujeito "às medidas de coação de apresentações trissemanais em posto policial, proibição de contactar com as vítimas e proibição de frequentar as zonas onde praticou os crimes", finaliza a GNR.

Agência de Notícias com Lusa 
[ + ]

Polícia Judiciária de Setúbal faz buscas na IPSS ‘O Sonho’

Presidente suspeito de apropriação de centenas de milhares de euros

A Polícia Judiciária de Setúbal realizou nesta sexta-feira buscas em três Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e casas particulares. Uma das entidades alvo de buscas é a IPSS O Sonho, adiantou a Polícia Judiciária. Em causa estão crimes como o de fraude na obtenção de subsídios, participação económica em negócio e peculato. Também o Instituto da Segurança Social confirmou em comunicado que elementos seus integram "a equipa conjunta com a Polícia Judiciária que hoje realizaram buscas n' O Sonho. "Encontrando-se o caso em segredo de justiça, o instituto não poderá pronunciar-se sobre o processo", sublinhou. Entretanto, o presidente da IPSS negou que tenha cometido qualquer irregularidade na gestão da associação, manifestando vontade em se demitir do cargo que ocupa há mais de três décadas. O presidente da instituição "nega tudo" mas foi levado para as instalações da Polícia Judiciária, em Setúbal, onde está a ser ouvido. 
PJ de Setúbal investiga eventuais ilegalidades n' O Sonho 

Em declarações à agência Lusa, Florival Cardoso afirmou "estar de consciência tranquila", mas "desiludido com a perseguição" que diz estar a ser feita às IPSS. O presidente esperava vir a ser constituído arguido no decurso do inquérito e assim poder conhecer o processo e "defender-se" das "acusações infundadas", o que se veio a verificar como confirmou à Lusa Vítor Paiva, director da PJ de Setúbal.
Florival Cardoso declarou estar a colaborar com as autoridades no apuramento da verdade, acrescentando que vai reunir, assim que possível, com os restantes elementos da direção da IPSS, mas que a sua vontade, neste momento, é a de pedir a demissão do cargo.
"Sinto-me desiludido com tudo isto. Dei muito mais do que aquilo que recebi ao longo dos anos a esta instituição para agora haver isto", lamentou o presidente. Florival Cardoso disse desconhecer a queixa que deu origem ao inquérito, mas que espera que a mesma não seja anónima para que possa pedir responsabilidades ao autor ou autores, na defesa da sua honra e bom nome.

As suspeitas 
As suspeitas de peculato de uso, fraude na obtenção de subsídios e falsificação de documentos estão muito centradas na figura de Florival Santos Cardoso, presidente da IPSS "O Sonho" e de outras duas IPSS, que vai ser constituído arguido. As três instituições estão a ser investigadas pela PJ de Setúbal, que desde manhã enviou vários inspetores para buscas a duas casas relacionadas com Florival dos Santos Cardoso e também às instituições.
O alegado esquema é muito parecido com o que foi denunciado relativamente à Raríssimas, na Moita, sendo que também Florival Santos Cardoso tinha familiares ao serviço da instituição - a mulher trabalha como secretária.
De acordo com o Diário de Notícias, em causa estará a apropriação indevida de várias centenas de milhares de euros, bem como da venda de bens que foram doados às instituições. Os inspetores vão tentar saber agora por quanto venderam as doações e para onde foi o dinheiro.
Quanto à fraude na obtenção de subsídio e falsificação de documentos, essas suspeitas estão relacionadas com a declaração do número de utentes: declaravam ter mais do que os reais para também receber mais apoio do Estado, diz o mesmo jornal. O presidente da instituição também é suspeito de usar a bel-prazer um carro de serviço que era de uma das IPSS.
Entretanto, uma nota publicada na página da internet da Procuradoria da Comarca de Setúbal, confirma que "as buscas, presididas pelo Ministério Público e levadas a cabo pela PJ de Setúbal com a coadjuvação da Segurança Social, abrangem também os equipamentos sociais da IPSS e domicílios".
A nota acrescenta que as buscas à IPSS, a cargo do Departamento de Investigação e Ação Penal da Sede da Comarca de Setúbal, surgem na sequência da apresentação de uma "denúncia pela prática dos crimes de fraude na obtenção de subsídio, participação económica em negócio e peculato".

Instituição foi criada em 1980
Instituição é uma das maiores do concelho de Setúbal  
A IPSS em causa, uma “associação de direito privado sem fins lucrativos, constituída em 1980”, surgiu “na sequência da identificação de vários problemas sociais e situações de risco existentes no concelho de Setúbal, aliados à sensibilidade crescente para a necessidade de os resolver, com o objectivo de promover o desenvolvimento do concelho, em especial no que se refere à integração dos grupos sociais mais desfavorecidos”, diz a própria instituição no seu site.
Entre os seus serviços tem actualmente uma creche, berçário, um jardim- de-infância e um centro infantil, além de um Centro de Actividades de Tempos Livres.
No seu site a instituição tem disponível uma demonstração de resultados relativa a 2015 onde se refere um montante recebido em "subsídios, doações e legados à exploração" de cerca de um milhão de euros.

Agência de Notícias com Lusa
[ + ]

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010