Dá um Gosto ao ADN

Milhares já passaram pela Feira de Sant’Iago em Setúbal

Animação constante atrai milhares à maior festa do concelho

Concertos, gastronomia, artesanato e divertimentos são atrativos da Feira de Sant’Iago 2017, certame com o tema “Setúbal é um Mundo”, a decorrer até dia 6 de Agosto, nas Manteigadas, com 105 mil visitantes só nos primeiros seis dias. A animação musical, um dos principais destaques do certame organizado pela Câmara de Setúbal, é uma constante, com o programa a reservar, todas as noites, concertos e espetáculos variados nos três palcos instalados no recinto do Parque Sant’Iago, em particular no Palco Setúbal.
 Feira recebeu na primeira semana mais de 100 mil pessoas 

A encerrar, o cartaz de espetáculos de Julho da maior festa do concelho, este ano inspirada na atividade, diversidade e riqueza, nas mais variadas expressões e que fazem de Setúbal um concelho ímpar, reserva ainda, na segunda-feira, dia 31, pelas 22 horas, um concerto com a banda HMB.
O programa musical de Agosto começa em força, com o Palco Setúbal a receber, logo no dia 1, uma dose dupla de heavy metal, primeiro às 21h30, com Fear The Lord, grupo premiado no Concurso de Música de Setúbal, e depois, às 22h15, com os míticos Moonspell, a celebrar 25 anos de carreira.
No dia seguinte, a 2, é a vez de Agir dar música a Sant’Iago, num espetáculo com início às 22 horas. Messias & The Hot Tones abrem as sonoridades de dia 3, às 21h30, e preparam o público para o concerto de Aurea, às 22h30, cantora que regressa a Setúbal em digressão com “Restart”.
O compositor, cantor e letrista Miguel Araújo também está de volta à Feira de Sant’Iago e dá um concerto no dia 4, às 22h15. Antes, o Palco Setúbal é dos Lions Like Zebra, premiados no Concurso de Música de Setúbal, formação que se dá a conhecer num concerto com início às 21h30.
Já no dia 5, a maior festa do concelho oferece aos visitantes, às 23 horas, um concerto com José Cid & Big Band, carismático músico que partilha sucessos de uma carreira que dispensa grandes apresentações. Antes, às 21h30, o palco principal do certame é dos The Lucky Duckies.
“Estrela-do-Mar”, “Frágil”, e “Deixa-me Rir” são, certamente, temas que Jorge Palma, a celebrar 25 anos do lançamento do álbum “Só”, traz a Setúbal para o concerto de encerramento da Feira de Sant’Iago 2017, no dia 6, às 22h30. Antes, atua o setubalense Miguel Guerreiro, às 21h30.
O programa musical da feira inclui, além dos espetáculos no Palco Setúbal, pelo qual já passaram nomes como Anjos, Nelson Freitas, Herman José, The Black Mamba, Toy, Jorge Fernando e Tito Paris, espetáculos nos palcos Mundo e Bares, com artistas locais e sonoridades para todos os gostos.


As outras atrações da maior festa da cidade 
A Feira de Sant’Iago, com mais de quatro séculos de história e que reúne no Parque Sant’Iago feirantes, tendas de artesanato, pavilhões institucionais e dezenas de diversões, dedica o espaço da autarquia à atividade, diversidade e riqueza que destacam a singularidade do concelho setubalense.
Em tendas multimédia, com projeções interiores e exteriores, a cidade, o concelho e a região apresentam-se a setubalenses e visitantes e dão a conhecer, em formato audiovisual, caraterísticas ímpares que fazem de Setúbal um território de excelência, cosmopolita e de portas abertas.
São oito os filmes que compõem a exposição multimédia patente na Feira de Sant’Iago e que apresentam o que de mais relevante tem acontecido em cada uma das áreas de intervenção do município num território cada vez mais contemporâneo e que faz jus à marca “Setúbal é um Mundo”.
Outro motivo de interesse é a nova Tenda Alegro, com aulas por chefs, sessões de cozinha ao vivo, degustações e workshops e uma área dedicada aos produtos regionais centrada na gastronomia de Setúbal, da Madeira e de Espanha, com vinhos, cerveja artesanal, queijo, azeite, ostras, conservas e tapas.
A tecnologia também centra atenções no certame, sobretudo dos mais jovens, com o novo “Espaço E-Tech”, dedicado à inovação e às novas tecnologias, a proporcionar a oportunidade de experimentar veículos robóticos, comandados por tablets e smartphones.
A Feira de Sant’Iago 2017, com programa completo em www.feira-santiago.org e na página de Facebook, pesquisável com o termo @feiradesantiagooficial, funciona de segunda a quinta-feira das 18 horas à uma da manhã, às sextas das 18 às duas da madrugada, aos sábados das 16 às duas horas e aos domingos das 16 à uma hora da madrugada.

Agência de Notícias com Câmara de Setúbal 
Leia outras notícias do dia em 


[ + ]

Produção do T-Roc pode ficar comprometida em Palmela

Falta de acordo na Autoeuropa mantém ameaça de greve para 30 de Agosto

Uma maioria esmagadora dos trabalhadores da Autoeuropa rejeitou sexta-feira o pré-acordo alcançado pela Comissão de Trabalhadores para a implementação de novos horários por turnos mediante uma compensação financeira de 175 euros acima do valor previsto na legislação. A comissão de trabalhadores e a administração da fábrica da Volkswagen tinham acordado as condições para Palmela trabalhar ao sábado, garantindo a produção do novo veículo T-Roc, mas os funcionários discordam dos termos negociados. "Receio que os trabalhadores que votaram pelo ‘não’ ao pré-acordo não tenham percebido que pode estar em causa, pelo menos, uma parte da produção do novo veículo", diz a comissão de trabalhadores. 
Trabalhadores rejeitam acordo com a administração da Autoeuropa  

Segundo disse à agência Lusa fonte da Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa, 74,8 por cento dos trabalhadores rejeitaram o pré-acordo alcançado com a administração da empresa para a implementação dos novos horários por turnos, que obteve apenas 23,4 por cento de votos favoráveis num universo de 3.472 votantes.
“Conseguimos negociar uma compensação financeira para os horários que a empresa pretende implementar para assegurar a produção do novo veículo T-Roc, sendo que esses horários são legais e deverão ser aplicados pela empresa, apesar desta votação”, disse à agência Lusa o coordenador da Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa, Fernando Sequeira.
“Receio que nos trabalhadores que votaram pelo `não´ ao pré-acordo não tenham percebido que pode estar em causa, pelo menos, uma parte da produção do novo veículo T-Roc na Autoeuropa”, acrescentou o coordenador da Comissão de Trabalhadores, que se escusou a explicar até que ponto a recusa do pré-acordo poderá comprometer o futuro da fábrica de Palmela.
Em comunicação enviada sexta-feira aos funcionários da Autoeuropa, o responsável pelos Recursos Humanos e Produção da Volkswagen, Jürgen Haase, lembrava que a Volkswagen tinha investido muito dinheiro para produzir o novo veículo T-Roc na fábrica de Palmela, advertindo também que os níveis de produção previstos exigiam novos horários, de três turnos, e trabalho aos sábados.
Não é a primeira vez que os trabalhadores da Autoeuropa rejeitam um pré-acordo negociado pela Comissão de Trabalhadores, situação que já tinha ocorrido em Julho de 2009.
Resta saber se, tal como aconteceu no passado, administração e trabalhadores serão capazes de encontrar forma de ultrapassar as divergências.
Os trabalhadores da Autoeuropa anunciaram a realização de uma greve de 24 horas para o próximo dia 30 de Agosto.

Sindicato quer trabalho de segunda a sexta 
O novo veículo começa a ser produzido em Palmela (Setúbal) na semana que vem, tendo a Europa como principal mercado. Fonte oficial da empresa liderada por Miguel Sanches afirmou ao jornal Público que os próximos passos serão “comunicados oportunamente”.
De acordo com a Fiequimetal, federação de sindicatos afecta à CGTP, o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente do Sul (SITE Sul) vai reunir-se no início desta semana com a administração da Autoeuropa.
Num comunicado com data desta sexta-feira, a Fiequimetal diz que foi “reafirmada a decisão de fazer greve a 30 de Agosto e foi entregue um abaixo-assinado à administração, subscrito por 1500 trabalhadores”. Segundo esta federação, “o horário deve ser de segunda a sexta e todo o trabalho extraordinário deve ser pago como tal”.
De acordo com as informações prestadas pela Autoeuropa na quinta-feira, o acordo estabelecido com a Comissão de Trabalhadores previa “um pagamento mensal de 175 euros adicional ao que está previsto na lei, 25 por cento de subsídio de turno e a atribuição de um dia adicional de férias”. Isto, diz a empresa, representava “um incremento mínimo de 16 por cento no rendimento mensal dos colaboradores abrangidos” pelo novo modelo de trabalho.

[ + ]

Chegar a Albarquel de autocarro por 50 cêntimos

Mini-bus liga a Albarquel a Setúbal

A Câmara  de Setúbal anunciou a existência de um mini-bus que levará os interessados para a Praia de Albarquel, na Arrábida. O preço do bilhete por viagem será de 50 cêntimos. “As acessibilidades às praias da Arrábida foram reforçadas a partir de sábado, dia 29, com a entrada em funcionamento de um mini-bus que vai garantir diariamente, das nove às 20 horas a ligação à praia da Albarquel”, pode ler-se na publicação feita pela página do município. O transporte parte da Casa da Baía e segue pela Avenida Luísa Todi até Albarquel, com paragens em frente ao Hotel Mar e Sol e Rua Hermínia Silva. De volta o mini-bus passa pela Praia da Saúde, pelo acesso aos catamarãs para Tróia e termina o percurso na Avenida Luísa Todi. 

No feriado de 15 de Junho, trinta condutores foram multados, cinco carros rebocados e 12 bloqueados. O caos para chegar às praias da Arrábida não se ficou por este dia e não havia fim de semana em que os banhistas insatisfeitos não partilhassem fotos das filas intermináveis para chegar às praias do concelho.
Para evitar mais situações do género, a câmara de Setúbal passa a disponibilizar a partir deste sábado um autocarro que faz o percurso entre a cidade e a praia de Albarquel. Não vai até ao Portinho da Arrábida, é certo, mas dá alternativas para que os banhistas se possam espalhar por outras zonas balneares.
Com partida da Casa da Baía, a nova carreira segue um percurso pela Avenida Luísa Todi até Albarquel, com paragens em frente ao Hotel Mar e Sol e Rua Hermínia Silva.
O trajeto de regresso a Setúbal faz-se pela Avenida José Mourinho, com paragens na praia da Saúde, em frente ao Rockalot, e na zona de exposição da Golfinho Parade, em frente à Ribasado, prossegue pela Avenida Jaime Rebelo, com paragem em frente aos catamarãs, e termina na Avenida Luísa Todi, em frente à Caixa Geral de Depósitos
O autocarro vai funcionar com uma frequência de 20 a 30 minutos, todos os dias, entre as nove da manhã e as 20 horas. O preço da viagem é de 50 cêntimos.

Agência de Notícias 
Leia outras notícias do dia em 
[ + ]

Bosquete de Vanicelos, em Setúbal, está mais atrativo

Câmara investe 70 mil euros no melhoramento do bosquete  

Um pequeno bosque situado na zona de Vanicelos, em Setúbal, ganhou renovadas dinâmicas e condições de usufruto urbano, resultado de uma operação de requalificação liderada pela Câmara Municipal num investimento superior a 70 mil euros. “Esta é uma obra que confere mais qualidade de vida à população e que, em simultâneo, torna o espaço público mais atrativo e com renovadas dinâmicas de fruição urbana”, sublinha a presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, em visita ao local intervencionado.

Bosquete de Vanicelos foi requalificado 

O novo desenho urbanístico do bosquete de Vanicelos, espaço público localizado entre as ruas Engenheiro Henri Perron, Francisco Sá Carneiro e a Praceta Dr. Joaquim Ferreira de Sousa, inclui novos percursos pedonais, áreas de estadia dotadas de mobiliário urbano e mais vegetação.
“Esta é uma obra que confere mais qualidade de vida à população e que, em simultâneo, torna o espaço público mais atrativo e com renovadas dinâmicas de fruição urbana”, salientou, na manhã de dia 28, a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, em visita ao local intervencionado.
A operação impulsionada pela autarquia, uma empreitada de 70 mil 726  euros concretizada em cerca de três meses, permitiu a requalificação de um espaço com cerca de três mil metros quadrados, um bosquete descaracterizado, em terra batida, com fraca componente urbana.
A criação de caminhos pedonais acessíveis a todos, em complemento aos trilhos em terra batida existente, foi uma das principais ações concretizadas na execução do novo desenho urbanístico que conjuga apontamentos de contemporaneidade urbana em harmonia com a natureza.
O bosquete de Vanicelos está agora dotado de áreas destinadas à estadia e ao lazer, apetrechadas de mobiliário urbano, como mesas, bancos e papeleiras, que permitem à população tirar proveito da beleza e das sombras proporcionadas pelo património arbóreo.
A vegetação local, composta por oliveiras, sobreiros e pinheiros mansos, incluindo dois de grande porte e com classificação de interesse público, saiu valorizada com a Câmara Municipal de Setúbal a proceder ao tratamento dos espécimes existentes e a reforçar o espaço com a plantação de novos arbustos.
A intervenção concluída recentemente englobou a requalificação da área envolvente ao bosquete de Vanicelos, com a execução de trabalhos de recuperação de muretes, de plantação de árvores e de instalação de soluções urbanísticas que visam prevenir o estacionamento abusivo nas imediações do bosquete.
A visita ao local intervencionado contou com a presença dos vereadores da autarquia com os pelouros do Urbanismo e das Atividades Económicas, respetivamente André Martins e Carla Guerreiro, assim como do presidente da União das Freguesias de Setúbal, Rui Canas.

Agência de Notícias com Câmara de Setúbal 
Leia outras notícias do dia em 
[ + ]

Almada dá "um mergulho no Oceano"

Venha ver o fundo do mar do concelho de Almada 

No dia Mundial de Conservação da Natureza, esta sexta-feira, uma exposição quer dar a conhecer a natureza submersa da frente atlântica de Almada."Almada Atlântica - um mergulho no Oceano" reúne fotografias de Luís Quinta, Ricardo Guerreiro e João Pedro Silva. A exposição pretende dar a conhecer uma faceta menos conhecida da biodiversidade de Almada, mas também apelar à conservação dos habitats e espécies da região. A mostra tem entrada gratuita e decorre no Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental da Costa de Caparica, até Março de 2018.
Mostra está parente na Costa de Caparica até Março de 2018 

A iniciativa da Câmara Municipal de Almada convida os visitantes a "darem um mergulho" no oceano e a conhecerem a outra face da costa da cidade, que vai além das praias de areia branca. A exposição "Almada Atlântica - um mergulho no oceano" é inaugurada esta sexta-feira e assinala o dia Mundial da Conservação da Natureza.
A mostra é composta por fotografias recolhidas na região, por fotógrafos de natureza prestigiados, jogos interativos e esculturas feitas a partir de lixo marinho, assinadas pelo artista Xandi Kreuzeder, do projeto Skeleton Sea. Além de guiar os visitantes pela natureza submersa da frente atlântica de Almada, a iniciativa lança também o apelo à conservação dos habitats e espécies que se escondem do olhar humano ao longo da costa.
A exposição, integrada na Estratégia Local de Educação para a Sustentabilidade, pode ser visitada até Março de 2018, sendo que ao longo desse período serão dinamizados encontros e atividades educativas sobre a temática dos oceanos. A iniciativa conta com o apoio de entidades como a National Geographic Portugal e o Aquário Vasco da Gama, entre outros.
A mostra tem lugar no Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental da Costa de Caparica , com abertura oficial pelas 17 horas e a entrada é livre. A mostra assinala o dia Mundial da Conservação da Natureza e apela à preservação dos habitats e espécies existentes ao longo da costa.

Agência de Notícias
Leia outras notícias do dia em 
[ + ]

Setúbal toma posse administrativa de terrenos

Câmara vai cobrar cerca de meio milhão de euros aos proprietários pela falta de limpeza  

O incêndio ocorrido no dia 25, ao final da tarde, na zona da Quinta dos Vidais, em Setúbal, afetou um terreno com vários proprietários que já tinham sido notificados pela Câmara Municipal, em Abril, da obrigatoriedade legal de limpeza daqueles espaços. "A autarquia, apesar de vários constrangimentos de ordem burocrática no que respeita a terrenos particulares, limpou nas últimas semanas mais de quarenta hectares de terreno em todo o concelho, incluindo do domínio público, e tomou posse administrativa de 14 propriedades, incluindo na Quinta dos Vidais, posse que dura apenas o período necessário à realização das operações de limpeza", diz a Câmara de Setúbal em comunicado. Os trabalhos de limpeza realizados nestes quarenta hectares representam um custo de cerca de meio milhão de euros que será agora, em parte, imputado aos proprietários.
Proprietários vão agora pagar limpeza à autarquia 

Mediante levantamento, realizado em Dezembro de 2016 pelo Serviço Municipal de Proteção Civil e Bombeiros, a autarquia identificou uma área na zona limítrofe da cidade, localizada na Quinta dos Vidais, com risco de ocorrência de incêndios caso os respetivos proprietários não procedessem às necessárias limpezas, tal como é imposto pela legislação em vigor.
"O terreno em causa está dividido em dez parcelas, com igual número de proprietários, os quais começaram a ser notificados pela Câmara Municipal de Setúbal há três meses para que procedessem à limpeza das zonas de mato", refere a autarquia sadina.
Por motivos de ordem burocrática, a autarquia não conseguiu identificar os proprietários de seis parcelas, pelo que, nestes casos, procedeu à notificação através de editais colocados nos próprios locais.
"Cumpridos os prazos legais, a Câmara Municipal deu início a processos de posse administrativa temporária das parcelas para assumir, assim, a tarefa de limpar as zonas verdes". realça a Câmara.
A autarquia tinha previsto o início destes "trabalhos de limpeza na Quinta dos Vidais para o dia 26 de Julho", embora três dos proprietários e a própria câmara municipal "já tivessem realizado a limpeza em várias das parcelas antes desta data, no contexto de um plano previamente elaborado e que está neste momento a ser cumprido", explica a autarquia.
A Câmara Municipal de Setúbal "tem desenvolvido este processo de notificações em todo o concelho desde Janeiro, porém a lei apenas permite que a autarquia intervenha em substituição dos proprietários a partir de 15 de Abril, prazo limite para que os donos das terras procedam à limpeza e criação de redes secundárias de faixas de gestão de combustível.
"Depois deste prazo a autarquia tem ainda de desenvolver trâmites burocráticos e administrativos ditados pela lei que podem demorar mais cerca de mês e meio", ressalva o comunicado.

Coimas pesadas para quem não limpa terrenos 
O processo, para defesa de pessoas e bens, corresponde à criação de redes secundárias de faixas de gestão de combustível no âmbito da defesa da floresta contra incêndios, complementado com o Regulamento de Resíduos Sólidos Urbanos e Limpeza Pública do Município de Setúbal.
"As infrações detetadas ao disposto no artigo 15.º do Decreto-Lei n.º 17/2009, de 14 de Janeiro, constituem contraordenações puníveis com coima que vão dos 140 aos cinco mil euros, no caso de pessoa singular, e dos 800 aos 60 mil euros, no caso de pessoas coletivas", diz a autarquia.
Já as infrações ao Regulamento de Resíduos Sólidos Urbanos e Limpeza Pública do Município de Setúbal constituem contraordenações graves.
Quando praticadas por pessoas singulares, as coimas variam entre os dois mil e os 10 mil  euros em caso de negligência e de seis  mil a 20 mil euros em caso de dolo. No caso de pessoas coletivas, as coimas podem ir dos 15 mil aos 30 mil euros em caso de negligência e dos 30 aos 48 mil euros em caso de dolo.

Agência de Notícias com Câmara de Setúbal 
Leia outras notícias do dia em 
[ + ]

Trabalhadores da Autoeuropa votam novo acordo laboral

Acordo que implica um sexto dia de produção e representa subida de 16% no rendimento mensal 

A administração e a comissão de trabalhadores da Autoeuropa já chegaram a um pré-acordo sobre os horários de trabalho por turnos devido ao aumento de produção da fábrica de Palmela, revelou à agência Lusa fonte da empresa. Segundo a mesma fonte, os termos do pré-acordo deverão ser divulgados esta sexta-feira, em comunicado pela administração da Autoeuropa. No entanto, segundo fonte sindical, cerca de 1600 trabalhadores da fábrica "subscreveram um abaixo-assinado a reclamar horários alternativos aos que foram propostos pela administração da empresa e que dizem colocar em causa os seu direitos". Se os trabalhadores aceitarem o novo acordo levam para casa mais 175 euros no final de cada mês. 
Novo acordo está nas mão dos trabalhadores 

O Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Sul (SITESUL) refere, em comunicado, que"não existindo até à data qualquer proposta por parte da administração da Volkswagen/Autoeuropa que vá ao encontro das justas reivindicações dos trabalhadores e de acordo com a decisão do plenário realizado na passada semana, a greve agendada para 30 de Agosto de 2017 mantém-se inalterada".
Mas o jornal Público escreve na sua edição de hoje que a comissão de trabalhadores e a Autoeuropa chegaram a um entendimento sobre as medidas de compensação ligadas ao novo regime de trabalho que irá entrar em vigor em 2018 por causa da fabricação do novo modelo automóvel, o T-Roc (um veículo utilitário desportivo). Este implica um sexto dia de produção fabril, estimando a empresa que no ano que vem sejam montados mais de 200 mil veículos, “quase triplicando” os números de 2016.
Segundo o comunicado divulgado pela fábrica do grupo Volkswagen em Palmela, o acordo de princípio (vai ainda a votação dos trabalhadores esta sexta-feira) prevê “um pagamento mensal de 175 euros adicional ao que está previsto na lei, 25 por cento de subsídio de turno e a atribuição de um dia adicional de férias”. Isto, diz a empresa, representa “um incremento mínimo de 16 por cento no rendimento mensal dos colaboradores abrangidos” pelo novo modelo de trabalho.
A fábrica de Palmela terá assim seis dias de produção, com três turnos diários de segunda a sábado, “uma folga fixa ao domingo e outra rotativa ao longo da semana”. Segundo o comunicado da empresa do grupo alemão, “esta organização do trabalho reduz as horas trabalhadas por colaborador, visto que a média de horas de trabalho semanal é inferior a 40 horas”.
A unidade de Palmela, que emprega actualmente mais de quatro mil pessoas (eram 3295 em 2016), é a maior do sector automóvel em Portugal, produzindo cerca de 90 por cento do total de ligeiros de passageiros. Vale perto de um por cento da«a riqueza económica do país, segundo dados de 2015 (em 1998 chegou a contribuir para 2,2 por cento do PIB). Em 2016, a fábrica produziu 85.126 unidades, menos 17 por cento face a 2015, revelando-se o pior ano deste indicador desde 2006.
Para fabricar o novo SUV da Volkswagen, a fábrica de Palmela já anunciou a contratação de mais dois mil trabalhadores.

Agência de Notícias 
Leia outras notícias do dia em 



[ + ]

Choco frito representa distrito de Setúbal em festival

Festival Adoramos a nossa Gastronomia escolheu choco frito 

O Restaurante Pescador II, de Setúbal, vai representar a região do Sul Tejo Litoral na final da 3ª edição do Festival Adoramos a nossa Gastronomia com Coca-Cola, a ter lugar em Novembro, no Porto. O concurso, promovido pela Coca-Cola, consiste na conceção e apresentação de pratos típicos de doze regiões de Portugal, com Setúbal a integrar o Sul Tejo Litoral. Nesta região, foram submetidos a votação, de 26 de Junho a 23 de Julho, no website  do concurso, os tradicionais pratos de choco frito, feijoada de choco e mista de peixe, confecionado em diversos restaurantes. O anúncio dos vencedores foi feito no dia 26, à noite, num jantar que decorreu na Casa da Baía com a presença da presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira.
Restaurante de Setúbal vai representar a região num festival 


De entre os oito finalistas selecionados pelo público e pelo chef António Vieira, embaixador gastronómico do festival, os vencedores foram o restaurante o Pescador II, com o choco frito, o restaurante O Caracol, com a feijoada de choco, e o restaurante Delgadinho, com a mista de peixe.
O choco frito, confecionado pelo Pescador II, foi também o prato selecionado pela votação do público como “Melhor Sabor da Região”, o que garante presença junto a outros onze pratos típicos, na final do concurso, a realizar-se no Porto, em Novembro.
Maria das Dores Meira entregou os prémios aos vencedores, após um jantar em que foram degustados os três pratos finalistas reinterpretados pelo chef António Vieira.
Na edição deste ano, a rota gastronómica do Festival Adoramos a nossa Gastronomia com Coca-Cola, envolve, até novembro, mais de 2.500 restaurantes em todo o país que apresentam, ao longo das etapas regionais do festival, as suas versões de algumas das mais características receitas da gastronomia portuguesa.
Na final, em novembro, será possível degustar cada uma dessas receitas tradicionais, entre as quais o choco frito, confecionado pelo Pescador II, num evento que contará com a presença do chef António Vieira, responsável pelo restaurante Wish, que apresentará diversos showcookings.

Agência de Notícias com Câmara de Setúbal 
Leia outras notícias do dia em 

[ + ]

Chama solidária chegou a Setúbal na quinta-feira

Setúbal foi nomeado Distrito da Solidariedade 2017/2018

A Chama da Solidariedade, iniciativa da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade para promover a importância do espírito de partilha, foi entregue na quinta-feira a Setúbal, numa cerimónia simbólica que decorreu nas arcadas dos Paços do Concelho. A Chama da Solidariedade tem percorrido todo o país desde 2006 com o objetivo de “juntar toda a comunidade à volta do conceito de solidariedade, através de um conjunto de iniciativas culturais e desportivas para todas as idades, bem como momentos de reflexão”, explica o presidente adjunto da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade João Dias, que entregou ao presidente da  União das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Setúbal, Fernando de Sousa.
Chama da solidariedade vai percorrer todos os concelhos do distrito


União das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Setúbal recebeu o testemunho do Funchal, onde a iniciativa decorreu no último ano, e fica responsável por manter a chama acesa até Junho de 2018, uma vez que o distrito de Setúbal foi eleito, por unanimidade, no seio da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, como Distrito da Solidariedade 2017/2018.
“É um grande orgulho receber esta chama num distrito onde somos muito solidários e onde este espírito nos ajudou sempre a ultrapassar momentos muito difíceis e dificuldades”, vinca Fernando de Sousa.
O responsável ressalva a necessidade de haver solidariedade “todos os dias e não apenas um dia ou durante uma semana”, daí a importância da realização desta iniciativa para “despertar a sociedade para manter a chama da partilha acesa”.
No ato simbólico de dia 27, Fernando de Sousa entregou depois a chama à presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, que sublinha a “grande responsabilidade de ter na mão um símbolo de união do distrito e também do país”.
A autarca lembra que os portugueses têm mostrado a veia solidária quando ocorrem catástrofes e aponta como exemplo mais recente a onda de ajuda, a nível nacional, às vítimas da tragédia de Pedrógão Grande.
Coube a Maria das Dores Meira entregar a Chama da Solidariedade às Instituições Particulares de Solidariedade Social de Setúbal, representadas pelo presidente da Cáritas Diocesana de Setúbal, Domingos Ferreira de Sousa.
A chama fica na Cáritas até ao início do mês de Setembro e segue depois para um périplo por todos os concelhos do distrito de Setúbal que arranca no concelho do Seixal e termina em Junho de 2018 com a Festa da Solidariedade, a realizar na cidade de Setúbal.

Agência de Notícias com Câmara de Setúbal 
Leia outras notícias do dia em 

[ + ]

Estação do Pinhal Novo vai receber núcleo museológico

Núcleo museológico dedicado às raízes ferroviárias de Pinhal Novo nasce em 2018

O edifício da antiga estação ferroviária de Pinhal Novo irá acolher um núcleo museológico sobre a atividade ferroviária, com abertura prevista para Maio de 2018. O Contrato de Subconcessão de Uso Privativo Parcial do referido edifício foi celebrado entre a Câmara de Palmela e a IP Património – Administração e Gestão Imobiliária, na semana passada.
Estação velha irá receber museu ferroviário em 2018 

A cerimónia contou, entre outras entidades, com as presenças de Carlos Fernandes, vice-presidente da IP Património – Administração e Gestão Imobiliária e de Álvaro Amaro, presidente da Câmara de Palmela.
Na ocasião, Álvaro Amaro recordou o contexto da criação deste núcleo, integrado no Programa Museológico Municipal e "que reflete a importância deste meio de transporte e comunidade profissional na génese da vila de Pinhal Novo", disse o autarca.
"Trata-se de um projeto que reflete trabalhos já iniciados há alguns anos pelo Museu Municipal – nomeadamente, a exposição Caminhos de ferro e ferroviários em Pinhal Novo e o livro Memórias de Ferroviários em Pinhal Novo - para a História da Vila e da Comunidade Ferroviária - que abre uma linha de investigação permanente em torno do tema", disse o autarca.
A abertura do espaço ao público, com uma exposição de longa duração, o estabelecimento de parcerias com a Fundação Museu Nacional Ferroviário e com o Centro Nacional de Documentação Ferroviária são os próximos passos perspetivados pela Câmara de Palmela para um dos espaços mais emblemáticos da vila de Pinhal Novo.
A estação de Pinhal Novo foi construída nos finais dos anos 30 do século XX. A Estação possui 23 painéis de azulejos datados de 1938, representando diversas paisagens do distrito de Setúbal.
Os temas centrais são da autoria de João Rodrigues – com base em fotografias de Manuel Giraldes da Silva –, a produção de Faiança Battistini de Maria de Portugal – Fábrica de Cerâmica de Lisboa.
A Estação recebeu, em 1946, o 2º Prémio no Concurso das Estações Floridas e diversos 1ºs Prémios, no Concurso das Estações bem cuidadas, ao longo dos anos 70.

Agência de Notícias com Câmara de Palmela 
Leia outras notícias do dia em 

[ + ]

Sesimbra inaugura Parque Augusto Pólvora sexta-feira

Câmara dá o nome do ex-presidente a um parque municipal 

O Parque Augusto Pólvora, na Maçã, em Sesimbra, é inaugurado no dia 28 de Julho, às 10.h30,  pela presidente da Câmara Municipal, Felícia Costa. Este espaço verde, com cerca de 5,5 hectares, surgiu num terreno municipal que esteve vários anos concessionado como parque de campismo. Terminado o período de concessão, a Câmara de Sesimbra decidiu transformar o recinto num espaço de recreio, convívio e lazer e disponibilizá-lo ao público, aproveitando a sua excelente localização, junto a várias escolas e com uma vista privilegiada para a Serra da Arrábida.  "A atribuição do nome do presidente da Câmara, Augusto Pólvora, que nos deixou recentemente, a este espaço verde foi uma justa homenagem àquele que foi o grande impulsionador deste projeto", diz a autarquia em comunicado. 
Parque Augusto Pólvora é inaugurado no dia 28 de Julho

O parque é composto por zonas de descanso, contemplação e lazer, ligadas por um percurso pedonal acompanhado por bancos, iluminação, pontos de água e sanitários. Para além disso, "tem um conjunto de equipamentos com várias finalidades, que diversificam a oferta e vão atrair públicos com interesses muito distintos", explica a autarquia.
Pela sua forma e dimensão, destaca-se o Skate Parque, que está ao nível dos melhores de Portugal, e que vai colocar Sesimbra na rota desta popular modalidade. Na mesma zona existe um centro de apoio a atividades de ar livre, denominado de Ecotrilhos, que é outra das novidades do Parque. "Trata-se de uma instalação que pretende dar apoio, sobretudo, a praticantes de trail e bicicletas de todo o terreno (BTT), duas atividades que nos últimos anos têm tido uma enorme procura no concelho, devido às condições naturais para a sua prática", diz a Câmara de Sesimbra. 
O EcoTrilhos disponibilizará informação, balneários e um ponto de lavagem de bicicletas.
O antigo polidesportivo existente no Parque foi também renovado e tem excelentes condições para a prática de atividades desportivas, como futebol ou basquetebol. A estação fitness é outro dos pontos que sobressai no espaço, pela sua dimensão e polivalência. Trata-se de uma estrutura bastante completa que permite desenvolver uma série de exercícios, e que vai contribuir para o incentivo da atividade física.

Espaço para feiras temáticas 
Para os mais novos, o espaço conta com um parque infantil, criado com motivos marítimos e um EcoParque, construído com diversos materiais naturais da região, que pretendem estimular as crianças e jovens para as formas e texturas da natureza.
A vertente de encontro e convívio foi um dos pressupostos do Parque, e como tal existem duas zonas de piquenique com mesas, churrasqueiras e pontos de água que podem ser usadas pelo público. Haverá ainda um espaço preparado para receber feiras temáticas, que será mais uma forma da autarquia apoiar a economia local. 
"De referir que no local estará instalado o serviço de espaços verdes da autarquia, o que permitirá fazer uma correta gestão do recinto e zelar pela sua segurança", conta a autarquia.
O parque vai funcionar entre as 7 e as 22 horas no período de verão, e entre as 7 e as 20 horas durante o inverno. Nalguns períodos poderá haver necessidade de encerrar temporariamente o recinto para trabalhos de manutenção. A entrada é gratuita.

Fim de semana com muitas atividades
O Parque Augusto Pólvora, na Maçã, vai receber nos dias 29 e 30 de Julho, sábado e domingo, um conjunto de atividades promovidas pela Câmara Municipal e pela Junta de Freguesia do Castelo, em colaboração com diversas entidades.
Estas iniciativas, que decorrem no âmbito da inauguração deste novo espaço de lazer, são gratuitas e abertas ao público em geral, e incluem aulas de zumba e yoga, hora do conto, música, dança, jogos tradicionais, pinturas faciais, modelagem de balões e insufláveis.
A par destes atrativos haverá também uma feira de artesanato.

Agência de Notícias com Câmara de Sesimbra 
Leia outras notícias do dia em 




[ + ]

Festival de desporto gratuito em Almada

"Almada Mexe Comigo" atrai mais três mil pessoas em atividades desportivas 

O programa municipal "Almada Mexe Comigo" promove até ao final de Agosto dezenas de atividades desportivas, para todos os públicos, em vários locais do concelho. Para participar, basta fazer a inscrição. Vela ligeira, surfyoga, caminhadas, equitação, aulas de ténis, tai-chi, ginástica, pilates ou stand up paddle, caminhadas noturnas no Cristo Rei, orientação, dança, entre outras atividades.
Almada vai ter  muito desporto até final de Agosto 

Ler esta lista pode tirar o fôlego, mas não é esse o objetivo do programa Almada Mexe Comigo, que existe há já sete anos. Antes pelo contrário: a ideia é tirar as pessoas do sofá e promover mais qualidade de vida.
A programação é extensa. Até ao fim de julho vai ser possível experimentar aulas de yoga direcionadas para o surf , stand up paddle, windsurf em grupo, equitação, artes orientais e fazer um passeio de BTT e um passeio noturno. As atividades, organizadas pelas entidades parceiras do município neste programa municipal, são gratuitas.
Agosto entra em força com caminhadas noturnas à descoberta do Cristo Rei e zonas envolventes, um percurso de orientação entre quintas, falésias e bosques e até dança, na Praia do Tarquínio na Costa de Caparica. A lista completa de atividades pode ser consultada aqui.
O programa Almada Mexe Comigo "tira assim partido das excelentes condições naturais e urbanas do concelho, um autêntico ginásio ao ar livre", explica a Câmara de Almada.
Convém lembrar que, à semelhança das seis edições anteriores, as atividades têm número limite de inscrições. Só o ano passado participaram mais de três mil pessoas.

Agência de Notícias com Câmara de Almada 
Leia outras notícias do dia em 

[ + ]

Passear com a História na Moita e Alhos Vedros

“Moita, conta-me histórias” apresenta percurso turístico audioguiado

O verão convida a passeios mais longos ao fim da tarde, quando está mais fresco. Quantas vezes ficou intrigado acerca da origem de determinado monumento ou sobre a história de certo local? Será que conhece realmente todo o concelho? Se quer conhecer mais sobre o concelho da Moita, enquanto faz um passeio descontraído, saiba que na página de internet do Município da Moita poderá encontrar audioguias para as freguesias da Moita e de Alhos Vedros. Seguindo o percurso indicado, os audioguias acompanharão a visita com comentários explicativos sobre diferentes monumentos e locais.
Autarquia quer levar turistas a visitar património do concelho 


Descarregue para o seu leitor MP3 ou smartphone o audioguia que lhe interessa, descarregue o mapa com o trajeto a realizar e ponha-se a caminho.
À medida que vai passeando, pode assim apreciar não só a paisagem, mas toda a história que envolve os diversos locais, sejam igrejas, monumentos ou até sítios com interesse histórico, como é o caso do Cais Fluvial, na Moita, ou o Parque das Salinas, em Alhos Vedros.
A cada um dos locais indicados no mapa, corresponde uma faixa de áudio. Poderá fazer o percurso todo de seguida ou faseadamente, reservando os locais expostos ao calor mais para o fim de tarde ou noite, enquanto as visitas aos monumentos, como a Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem, na Moita, e a Igreja Matriz de São Lourenço, em Alhos Vedros, combinam na perfeição com as tardes quentes.
Na vila da Moita, o trajeto completo tem a duração de cerca de três horas. Em Alhos Vedros, o trajeto completo é mais curto, completando-se em duas horas.
"Saia de casa, exercite-se e conheça melhor o concelho da Moita", diz a autarquia.
Descarregue o audio e saiba mais informações sobre o programa “Moita, conta-me histórias”.

Audioguia Moita
Audioguia Alhos Vedros
Pode também obter os folhetos/mapas no Posto de Turismo Municipal, na Moita

Agência de Notícias com Câmara da Moita
Leia outras notícias do dia em 
[ + ]

Autoeuropa vai contratar dois mil colaboradores

Trabalhadores da fábrica de Palmela chumbaram horário e podem avançar para a greve 

A Volkswagen Autoeuropa, em Palmela,  produzirá acima de 200 mil unidades em 2018, quase triplicando a produção atingida em 2016 e, para fazer face a este crescimento, a empresa está à procura de cerca de dois mil colaboradores. Este crescimento resulta do lançamento do modelo T-Roc, que será produzido em Portugal. Dos colaboradores a contratar, 750 serão para implementar um sexto dia semanal de produção.O comunicado da marca alemã surge no mesmo dia em a Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa, anunciou uma greve a todos os turnos para 30 de Agosto, no seguimento do anúncio da criação de um novo turno de produção por parte da empresa.
Novo modelo começa a ser produzido já em Agosto 

Segundo a marca, “o modelo de trabalho previsto tem enquadramento legal, e a empresa pretende reconhecer o trabalho aos Sábados como o quinto dia de trabalho individual com um pagamento adicional ao previsto na lei”. A produção do novo modelo da Volkswagen deverá ser iniciada  já no próximo mês. 
A administração da Autoeuropa diz que está disponível para encontrar uma solução com os trabalhadores relativamente à compensação do trabalho ao sábado. Os trabalhadores da fábrica da Volkswagen marcaram uma greve para o dia 30 de Agosto em protesto pela compensação oferecida em troca do sexto dia de produção, que consideram não ser suficiente.
"Dando seguimento às boas práticas de gestão e entendimento entre a empresa e os representantes dos trabalhadores, a Volkswagen Autoeuropa mantém-se disponível para procurar uma solução que vá ao encontro das expectativas dos colaboradores, e que ao mesmo tempo cumpra com os compromissos assumidos com a casa-mãe na atribuição do T-Roc à fábrica de Palmela", disse a administração da fábrica em comunicado.
A Autoeuropa sublinha assim que o "modelo de trabalho previsto tem enquadramento legal, e a empresa pretende reconhecer o trabalho aos sábados como o quinto dia de trabalho individual com um pagamento adicional ao previsto na lei". Isto é, a fábrica considera que tem a lei do seu lado, mas que tem estado disposta a recompensar os trabalhadores, tendo já apresentado propostas de compensação que foram recusadas.
A fábrica de Palmela contava no início do ano com 3.500 trabalhadores, mas pretende recrutar mais dois mil trabalhadores para face ao crescimento da produção que deverá atingir as 200 mil unidades em 2018, mais do dobro da produção atingida em 2016. Destes novos trabalhadores, 750 são para implementar o novo dia de produção ao sábado.

Sindicato reúne esta quarta-feira com a administração  

Ainda assim, os trabalhadores da Autoeuropa entregaram o pré-aviso de greve ao ministério da Segurança Social. A paralisação está marcada para o próximo dia 30 de Agosto, mas poderá prologar-se por mais cinco dias, entre 2 e 6 de Setembro. Isto depois de os trabalhadores terem chumbado a nova proposta de horário da administração. Para esta quarta-feira está agendada uma reunião entre a administração da Autoeuropa e o sindicato e só este encontro é que poderá travar a greve.
Ainda assim, continua a haver alguma esperança. Nos últimos anos braços-de-ferro como estes têm sido resolvidos. As soluções encontradas pela administração e pela comissão de trabalhadores ao longo dos anos permitiram garantir a paz social e a manutenção dos postos de trabalho na fábrica de automóveis de Palmela, mesmo nos períodos de crise no setor automóvel, bem como no momento crítico do escândalo das emissões.
Em causa está a necessidade de trabalhar mais um dia na fábrica de Palmela, de forma a permitir o aumento da produção da fábrica, que deverá produzir mais de 200 mil automóveis em 2018, o dobro do registado em 2016, graças à chegada do novo modelo, o SUV T-Roc.
O que é certo é que os argumentos das duas partes estão lançados. Do lado dos trabalhadores da fábrica de Palmela há a recusa de trabalhar ao sábado como se fosse um dia normal. “Os operários recusam-se a trabalhar ao sábado e a receber como um dia normal”, ou seja, pretendem uma verba extra por trabalhar ao fim de semana. “Os trabalhadores têm o direito de ter uma vida estabilizada há 20 anos. A proposta da administração compromete a saúde e a compatibilização da família”, afirmou fonte sindical. 
Durante o mês de Agosto, a Autoeuropa vai começar a produzir o novo modelo, que será comercializado a partir do último trimestre do ano, estando a sua apresentação oficial agendada para a primeira semana de Setembro no Salão Automóvel de Frankfurt.

Agência de Notícias 
Leia outras notícias do dia em 



[ + ]

Feira com sabor a mundo em Setúbal até 6 de Agosto

Melhores "chefs" portugueses e espanhóis na Feira de Sant’Iago

A gastronomia da região de Setúbal, da Madeira e também de Espanha está em destaque na Feira de Sant’Iago, a decorrer  até 6 de Agosto e que, este ano, apresenta uma área dedicada aos sabores. Produtos da região setubalense e do mundo cruzam-se no certame organizado pela Câmara  de Setúbal, com a Tenda Alegro, um novo espaço em estreia na Feira de Sant’Iago, nas Manteigadas, a proporcionar aos milhares de visitantes esperados experiências gastronómicas e vínicas únicas.

Sabores ibéricos vão animar Feira de SantI'go 

Vinhos da Península de Setúbal, Moscatel de Setúbal, Cava de Almendralejo, Poncha da Madeira, cervejas artesanais, conservas, doçaria tradicional, artesanato, azeites, queijos e ostras de Setúbal são algumas das iguarias em exposição e disponíveis para venda durante o certame.
O mesmo espaço recebe, ao longo de 15 dias, entre 23 de Julho e 6 de Agosto, sempre à noite, sessões de cozinha ao vivo, degustações, workshops, harmonizações e provas variadas em eventos de participação gratuita, com capacidade para um máximo de 60 pessoas, mediante inscrição prévia no local.
O programa de dia 26 é dedicado aos sabores ibéricos, com o chef espanhol Jonathan Melchor a preparar, a partir das 20 horas, um menu composto por rabo de toro, migas veganas, repapalos, cojondongo de gañan e secreto ibérico con salsa de naranja y tomate confitado. A harmonização é feita com vinhos da Quinta de Alcube.
No dia seguinte, a 27, às 20 horas a chef Cristina Sá dinamiza a sessão de cozinha ao vivo e degustação em que explora sabores e produtos da região setubalense em “Ostras com Pérolas”, “Revolução na Caldeirada e Salmonete” e “Cheesecake Invertido com Frutas da Arrábida”.
A 28, às 20 horas, há “Sabores do Sado”, showcooking e degustação pelo chefAndré Lopes, e às 22h00 harmonização de Malo Wines e Conservas Belmar. Já a 29, às 20 horas, o chef Domingos dinamiza um workshop de doçaria de chá, enquanto às 22 horas há uma degustação de Oleosetin Aceite de Oliva Virgen Extra, da Extremadura.
O programa de atividades de Julho na Tenda Alegro encerra com dois eventos de prova para o público, ambos com início às 20h30. O primeiro, no dia 30, propõe uma harmonização de vinhos da Adega Camolas e queijo de ovelha, enquanto o segundo, a 31, reserva uma experiência com Poncha da Madeira.

Programa continua em Agosto 
O programa de Agosto começa logo no dia 1 com “Peixes de Época”, num showcooking e degustação pelo chef Luís Barradas, a que se segue, às 22 horas, a harmonização de vinhos da Herdade dos Conqueiros e Ostra de Setúbal. No dia 2, às 20 horas, há “Sabores do Sado”, pelo chef André Lopes, e às 22 horas, a sessão “Vamos conhecer as Sadinas”.
No dia 3, às 20 horas, a chef Cristiana Sá regressa ao certame para uma sessão em que explora “Frescura da Arrábida”, “Cabidela de Choco Crocante” e “Mousse de Abacate e Moscatel”. Mais tarde, às 22 horas, há uma degustação de azeites e azeitonas de produção dos Manos Lince.
“Tarte de Requeijão com mel da Arrábida e redução de Moscatel” é a doce proposta que a chef Olga Pedrosa apresenta no showcooking e degustação de dia 4, com início às 20 horas, numa noite em que a Tenda Alegro recebe ainda, a partir das 22 horas, vinhos de verão da Adega de Palmela.
O programa reserva ainda, a 5, às 20 horas, “Productos Singulares de Extremadura – del cerdo ibérico al cava”, pelo chef espanhol Manuel Gil Felipe, e às 22 horas a harmonização de Cava de Almendralejo com Conservas Belmar, enquanto no último dia, a 6, às 20 horas, há harmonizações de tapas de Almendralejo e vinhos da Quinta de Alcube.
A Feira de Sant’Iago, com mais de quatro séculos de história e que reúne no Parque Sant’Iago feirantes, tendas de artesanato, pavilhões institucionais e dezenas de diversões, conta ainda, ao longo dos 16 dias do certame, com um eclético conjunto de espetáculos musicais.
Anjos, Agir, Aurea, Tito Paris, Moonspell, HMB, Toy, Jorge Palma, José Cid, Herman José, Hands on Approach e Miguel Araújo são algumas das propostas musicais do certame, todos no Palco Setúbal, a que se juntam um vasto leque de artistas locais que atuam nos palcos secundários Mundo e Bares instalados no recinto.
“Setúbal é um Mundo” dá tema à edição 2017 da Feira de Sant’Iago e inspira o pavilhão do município que partilha a atividade, diversidade e riqueza do concelho de Setúbal, nas mais variadas expressões, numa exposição que leva os visitantes a uma experiência mais imersiva com recursos a conteúdos tecnológicos.

Agência de Notícias com  Câmara de Setúbal 
Leia outras notícias do dia em 

[ + ]

Barreiro com duas equipas de intervenção permanente

Governo destaca "importância vital" de Equipas de Intervenção Permanente

O secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, assinou no Barreiro, protocolos com duas corporações de bombeiros para a criação de Equipas de Intervenção Permanente. "É muito importante criar estas equipas. Estas associações assentam muito no voluntariado e com estas equipas passamos a ter cinco pessoas, em cada uma das unidades no Barreiro, para ter uma resposta mais rápida e eficiente. É de uma importância vital", disse Jorge Gomes. Vai ser criada uma Equipa de Intervenção Permanente com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Sul e Sueste e uma Equipa de Intervenção Permanente de Iniciativa Municipal com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Barreiro.
Barreiro tem 10 bombeiros em serviço de permanência 

Jorge Gomes referiu que existem já 166 Equipas de Intervenção Permanente no país, mas explicou que ainda existe trabalho para fazer.
"Tem de haver disponibilidade da autarquia em disponibilizar 50 por cento do custo e Orçamento de Estado para comportar a criação dessas Equipas de Intervenção Permanente", defendeu o governante.
O secretário de Estado referiu que existem critérios na criação das equipas, sendo um deles a de nenhum concelho ter duas Equipas de Intervenção Permanente enquanto todos os concelhos do país não tenham uma equipa.
"Esta situação no Barreiro foi ultrapassada pela autarquia e temos aqui no concelho duas equipas. Este processo surge da vontade do Governo, das autarquias e das associações enquanto recetoras", defendeu, salientando a importância de existirem elementos de prontidão.
Jorge Gomes deixou também uma palavra de elogio aos bombeiros.
"Quero aqui deixar um reconhecimento público do Governo a todos os bombeiros pelo excelente trabalho que têm desenvolvido", disse, lembrando também outras entidades envolvidas no combate aos incêndios.
O Presidente da Câmara do Barreiro, Carlos Humberto, considerou que o Barreiro é um Concelho “seguro”. “É esse sentimento de segurança que queremos generalizar e ampliar ainda mais”, numa articulação entre diversas entidades, entre elas, os Bombeiros, as forças de segurança e as instituições de saúde. Referiu que, enquanto autarca, “tem sido um prazer trabalhar com estas entidades. Tem sido possível fazer caminhos”.

Associações aplaudem implementação destas equipas de socorro 
As Equipas de Intervenção Permanente exercem a sua missão de forma permanente, todos os dias úteis, por um período semanal de 40 (quarenta) horas, de acordo com um plano de horário elaborado pelo Comandante do Corpo de Bombeiros” e é “constituída por cinco bombeiros em regime de permanência.
De salientar ainda que a “Câmara do Barreiro  e a Associação de Bombeiros comparticipam em partes iguais nos custos decorrentes da remuneração dos elementos desta equipa, atribuindo a autarquia barreirense mensalmente e a título de subsídio, por cada elemento contratado, o respetivo valor, bem como demais encargos relativos ao regime de segurança social e seguros de acidentes de trabalho”.
José Caetano, presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Barreiro, considerou que este é um passo importante na “colocação de meios ao serviço da população”.
Eduardo Correia, presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Sul e Sueste, considera que “a estratégia de solidez e consistência prosseguida resultou na assinatura deste protocolo”. Realçou o apoio de várias entidades “no caminho percorrido ao longo de vários anos”, considerando que o dia da criação da Equipa de Intervenção Permanente “fica na história do Barreiro”.

Agência de Notícias com Lusa 
Leia outras notícias do dia em 

[ + ]

Seixal é nomeado dos prémios Municípios do Ano

Projeto Drive In Arte conquista concurso a nível nacional  

O Seixal é um dos nomeados dos prémios Município do Ano - Portugal 2017, na categoria Área Metropolitana de Lisboa, candidato com o projeto Drive In Arte, uma exposição ao ar livre de grande formato, iniciado em 1993, num formato bienal.  A cerimónia de entrega está marcada para esta quinta-feira, dia 27 de Julho, às 18 horas, n'A Moagem - Cidade do Engenho e das Artes, no Fundão.
Este ano, entre Setembro e Dezembro, o Drive In Arte volta à rua 

O concurso Municípios do Ano - Portugal 2017, promovido pela Universidade do Minho através da sua plataforma UM-Cidades, reconhece e premeia as boas práticas desenvolvidas pelos municípios portugueses, com impactos assinaláveis nas vilas, cidades e no território, na economia e na sociedade, bem como promovam o crescimento, a inclusão e a sustentabilidade.
Em 2017, está a decorrer a 12.ª edição do Drive In Arte, uma mostra pública em grande formato orientada para a modalidade de pintura e que estará patente ao longo da Estrada Nacional 10, nas Paivas, Amora, entre os próximos meses de Setembro e Dezembro.
"A iniciativa é dirigida a participantes com idades compreendidas entre os 14 e os 30 anos e tem constituído um estímulo à criatividade individual e coletiva, divulgando ao mesmo tempo o trabalho dos jovens artistas do distrito de Setúbal", explica a Câmara do Seixal.

Agência de Notícias com Câmara do Seixal 
Leia outras notícias do dia em 
[ + ]

Fogo obriga à evacuação de 500 pessoas em Setúbal

“O incêndio está a ceder”, garante a presidente da Câmara

Um incêndio que deflagrou esta tarde, no Largo Aquilino Ribeiro, em Setúbal, ameaçou habitações e levou à evacuação do Hotel do Sado. Maria das Dores Meira, presidente da câmara de Setúbal, garantiu que “o incêndio está a ceder”. Ao início da noite, corporações de Lisboa e de Évora juntavam-se ao dispositivo operacional no terreno para ajudar às operações de rescaldo. O incêndio chegou a ameaçar várias habitações nas zonas de Reboreda e Viso. Uma centena de habitações e um hotel chegaram a ser evacuados por precaução. Segundo fonte da Autoridade Nacional de Proteção Civil , um infantário foi também evacuado. O incêndio evoluiu noutra frente para perímetro urbano, ameaçando algumas habitações nas localidades de São Julião, Nossa Senhora da Anunciada e Santa Maria da Graça. Às 23 horas combatiam as chamas 140 operacionais, ajudados por 49 viaturas. Um bombeiro, um agente da PSP e um popular tiveram de receber assistência hospitalar devido à inalação de fumos. 

Fogo ainda está ativo na cidade de Setúbal 

De acordo com Maria das Dores Meira, o fogo deu-se numa "zona de mata que estava assinalada para ser limpa e os proprietários foram notificados várias vezes pela autarquia, pelo que a Câmara Municipal iria tomar posse administrativa" para que a mata fosse limpa.
Esta noite, a Proteção Civil Municipal de Setúbal apelou à população da Quinta dos Vidais e da Reboreda para abandonar o local devido à proximidade de um incêndio. Cerca de 500 pessoas foram retiradas de casa.
Ao contrário da informação avançada pelo Jornal de Notícias, o Hospital da Luz não foi evacuado pelas autoridades nem há fumo no seu interior. O incêndio está a aproximar-se do edifício mas “dentro do Hospital, está tudo tranquilo e a decorrer na normalidade”, confirmou fonte do Hospital.
Em declarações aos jornalistas a presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira sublinha que este foi "um pequeno incêndio que rapidamente tomou grandes proporções e ultrapassou a estrada para outra encosta".
A Proteção Civil Municipal de Setúbal está a apelar à população da Quinta dos Vidais e da Reboreda para abandonar o local devido à proximidade do incêndio. “Apelamos à população para se dirigir para zonas de menor risco, designadamente para a avenida Luísa Todi, ou outras”, disse à agência Lusa fonte da Proteção Civil Municipal. Maria das Dores Meira garantiu que “todos os meios estão a ser acionados” para "garantir as refeições e o alojamento das pessoas que foram retiradas de casa". 
As chamas também obrigaram os bombeiros e a PSP a evacuar o Hotel do Sado e um prédio com 42 habitações no Largo Aquilino Ribeiro, no Bairro da Reboreda. Foi neste local que se viveram momentos de tensão e pânico entre a população, com o aproximar do fogo e o muito fumo no ar.
Um cidadão de nacionalidade inglesa, que estava hospedado no hotel, foi transportado para o Hospital São Bernardo, devido a inalação de fumo.
Segundo Patrícia Gaspar, o incêndio deflagrou numa zona florestal no Casal dos Combros, à entrada de Setúbal e, cerca das 19h45, ainda estava ativo.
Familiares de moradores na zona do incêndio disseram à agência Lusa que o fogo estava relativamente próximo de algumas moradias e de uma bomba de gasolina na EN 10 (que liga Vila Franca da Xira a Almada, com passagem por Alcácer do Sal e Setúbal), que está cortada ao trânsito, mas a Autoridade Nacional de Protecção Civil diz não ter informação de qualquer zona sensível que esteja na linha de fogo.
O fogo terá começado numa zona de mato e o alerta foi dado pelas seis da tarde.

Agência de Notícias com Lusa 
Leia outras notícias do dia em 
[ + ]

CNE manda Câmara do Montijo retirar cartazes

Autarquia  retira cartazes por determinação da Comissão Nacional de Eleições

A Câmara do Montijo, liderada por Nuno Canta , já retirou das ruas cartazes sobre os projetos do Portugal 2020, por determinação da Comissão Nacional de Eleições, depois de queixas da oposição, anunciou o município. "A Câmara Municipal do Montijo contratou com total transparência e legalidade a colocação de cartazes institucionais relativos à divulgação dos projetos incluídos no Pacto de Desenvolvimento e Coesão Territorial da Área Metropolitana de Lisboa 2014-2020 e desses factos deu conhecimento público", refere a autarquia, em comunicado enviado à Lusa.
Queixa da oposição abriga autarquia a tirar cartazes


No documento, assinado pelo gabinete da presidência, é referido que os partidos da oposição, PSD e CDU, apresentaram queixa à Comissão Nacional de Eleições solicitando a remoção dos cartazes institucionais.
"Em resposta, a Câmara Municipal do Montijo manifestou junto da Comissão Nacional de Eleições que discordava dos argumentos apresentados pelo PPD/PSD e pela CDU, sustentando o seu enquadramento jurídico na Lei e na jurisprudência da CNE sobre o mesmo assunto, no entanto, manifestou-se disponível para a remoção dos cartazes institucionais caso assim fosse entendido", salienta a presidência.
No esclarecimento, a autarquia liderada pelo socialista  Nuno Canta, que já apresentou a sua recandidatura ao cargo pelo PS, explica que a CNE "determinou a remoção dos cartazes".
"Apesar do desacordo manifestado, a Câmara  do Montijo cumpriu essa determinação em respeito pelos valores da democracia e pelo ato eleitoral do próximo dia 1 de Outubro", concluiu.
O PSD do Montijo confirmou que o presidente da concelhia, o vereador Pedro Vieira, apresentou uma queixa considerando que existia uma "violação da neutralidade e imparcialidade".
"A Comissão Nacional de Eleições deu um prazo de 36 horas para a Câmara do Montijo remover publicidade institucional proibida. 
A queixa surgiu na sequência da colocação de vários cartazes, localizados em vários locais do concelho, que se referem a processos à abertura de candidaturas a fundos comunitários, sem aprovação, que não têm qualquer obra em curso e configurando-se como promessas futuras", salienta o PSD do Montijo.

Agência de Notícias com Lusa 
Leia outras notícias do dia em 
[ + ]

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010