Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Primeiros circuitos pedonais vão avançar em Sesimbra

Mobilidade Urbana Sustentável cresce no concelho 

As primeiras obras para criação e melhoramento dos circuitos pedonais, no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano - Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável, em Sesimbra, já estão adjudicadas e vão avançar em breve. Nesta fase, os trabalhos vão abranger Sampaio, Alfarim e Caixas e a Vila de Sesimbra. No conjunto, estas obras estão orçadas em perto de 700 mil euros, e podem vir a receber uma comparticipação até 50 por cento, no âmbito de candidaturas apresentadas pela Câmara de Sesimbra ao Portugal 2020–Programa Operacional Regional de Lisboa. Na Quinta do Conde, estão a decorrer trabalhos de reparação das caleiras na berma norte da via de acesso à Quinta do Perú, na Ribeira do Marchante, para posteriormente ser criada uma faixa pedonal que liga o percurso do Fitness Parque ao Cabeço do Melão, no âmbito do corredor pedonal da freguesia.
Sesimbra quer revolucionar mobilidade urbana no concelho 

Deste conjunto de obras, destaca-se a intervenção em Sampaio, que abrange uma zona onde existem vários equipamentos escolares, associativos e espaços verdes que originam a circulação a pé de muitas crianças e jovens. Os trabalhos vão passar pela Rua do Areal, entre a EN378 e a Rua da Cotovia, que passará a ter apenas um sentido, a Rua dos Casais Ricos, desde a EN379 até à Avenida D. Manuel Martins, com troço de apenas um sentido, e a Estrada da Faúlha, desde o cruzamento até próximo do Pavilhão Municipal de Sampaio. Nesta zona será feita a remodelação da paragem de autocarros em frente à escola de Sampaio.
Para além da construção e melhoramento dos circuitos pedonais, será feita a "beneficiação do cruzamento entre a Rua dos Casais Ricos e a Avenida D. Manuel Martins. Alguns troços destas ruas vão passar a ter sentido único", sublinha a autarquia de Sesimbra.
No caso da EN377, o projeto consiste na execução de dois percursos pedonais, um junto ao posto de abastecimento de combustíveis, à entrada de Alfarim, e um segundo com cerca de 1800 metros, entre o Largo das Forças Armadas, em Alfarim, e o entroncamento com a Rua José Cardoso Pires, nas Caixas.
Quanto à vila de Sesimbra as "obras passam pela construção de uma ligação pedonal, em escadaria, entre as ruas da Juventude e José Pinto Braz, bem como de muros de suporte de terras que desabaram há alguns anos", explica a Câmara.
O  Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano - Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável tem como principais objetivos "melhorar a acessibilidade pedonal, proporcionando a deslocação a pé de modo suave em percursos de curta distância e no acesso aos transportes públicos, reduzir a dependência do transporte individual, e diminuir a emissão de gases com efeito de estufa", explica a Câmara de Sesimbra. 

Corredor pedonal avança na Quinta do Conde

Na Quinta do Conde, estão a decorrer trabalhos de reparação das caleiras na berma norte da via de acesso à Quinta do Perú, na Ribeira do Marchante, para posteriormente ser criada uma faixa pedonal que liga o percurso do Fitness Parque ao Cabeço do Melão, no âmbito do corredor pedonal da freguesia. Neste caso, diz a autarquia, "as obras já concluídas e em curso são financiadas exclusivamente pelo orçamento municipal havendo, no entanto, um troço do corredor que está enquadrado no Plano de Mobilidade Urbana Sustentável".
A topografia da Quinta do Conde, maioritariamente plana, é favorável à criação de vias pedonais e cicláveis. Deste modo, o projeto desenvolvido "pretende estimular hábitos de deslocação, a pé ou de bicicleta, entre curtas distâncias e, ao mesmo tempo, incentivar o uso de transportes públicos, reduzindo a dependência do transporte individual", explica a Câmara de Sesimbra.
O que é proposto pela autarquia é a criação de um percurso contínuo, que ligará a zona sul da vila até à fronteira com o Barreiro, na EN10, e a partir daí prossiga até à estação ferroviária de Coina, com passagem pelo Parque da Vila, Parque da Várzea, Jardim do Pinheiro Manso, Polo de Leitura, Skate Parque, zona comercial da Cova dos Vidros e terrenos para onde está prevista a futura Escola Secundária e a Escola Básica do Conde 2.
"As soluções encontradas para criar esta rede passam pela construção de passeios, passadeiras e aproveitamento de percursos já existentes. Em alguns troços junto à Estrada Nacional 10, a solução passará por uma barreira de proteção ao nível da via ou por escadarias para ultrapassar obstáculos existentes", sublinha a autarquia.

Agência de Notícias com Câmara de Sesimbra


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010