Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Futuro do Cais do Ginjal em exposição em Almada

Ginjal vai ser "um lugar onde as pessoas possam viver"

O Plano de Pormenor proposto para o Cais do Ginjal, em Cacilhas,  foi apresentado pelo seu autor, o arquiteto Samuel Torres de Carvalho, na inauguração da exposição sobre este tema que está no Fórum Municipal Romeu Correia, em Almada. Na inauguração da exposição, Inês de Medeiros, presidente da Câmara de Almada, sublinhou que a revitalização do Ginjal, "a grande porta de entrada de Almada" e "onde os almadenses têm o acesso mais direto ao rio", é uma prioridade.

  O projeto que vai mudar o cartão de apresentação de Cacilhas 



Este plano de pormenor pretende revitalizar esta frente ribeirinha única, situada entre o terminal fluvial de Cacilhas e o Jardim do Rio, através da construção de espaços coletivos de utilização e fruição pública, complementados por usos e atividades cuja dinâmica ultrapassa largamente a escala do concelho de Almada e da área metropolitana de Lisboa.
O autor do Plano de Pormenor do Cais do Ginjal explicou, na ocasião, o que está previsto para este território, para que o Ginjal seja "um lugar onde as pessoas possam viver", mas também "um lugar apetecível" para os visitantes.
Habitação, hotelaria, comércio, serviços, apartamentos turísticos, espaços públicos – mercados das artes e diversos equipamentos de apoio – são algumas das propostas apresentadas.
O aumento do espaço público, a aproximação ao rio Tejo com segurança, a manutenção da memória histórica do território e a consolidação da arriba são as linhas gerais do plano destinado àquele quilómetro entre o terminal fluvial de Cacilhas e o Jardim do Rio.
Em concreto, a requalificação prevê a criação de uma praia e jardim do Ginjal, de um miradouro ao cimo da Rua Trindade Coelho, a construção de um silo automóvel com 600 lugares para acolher os fãs do futuro Ginjal, a instalação da Escola Internacional das Artes na antiga Fábrica de Óleo de Fígado de Bacalhau e do Centro de Indústrias Criativas do Ginjal, e a relocalização da Casa da Juventude e do Centro Paroquial de Almada.
Ainda na manga do projecto estão actividades económicas ligadas ao património e ao turismo, espaços culturais, espaços de restauração e promoção da habitação para os mais jovens.Quem quiser conhecer melhor este projeto pode visitar a exposição, patente até 28 de Fevereiro no Fórum Municipal Romeu Correia.
Pode ainda consultar os documentos do Plano de Pormenor, que se encontra em discussão pública até 19 de Fevereiro (disponíveis em www.m-almada.pt/consulta ) e enviar as suas sugestões.
Também estão disponíveis visitas técnicas à exposição, sujeitas a marcação prévia para o e-mail dep-geral@cma.m-almada.pt

Agência de Notícias com Câmara de Almada 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010