Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Barreiro atrai investimento de 7 milhões e cria 50 empregos

O projeto prevê duas piscinas, ginásio, SPA e pavilhão de basquetebol

A Câmara do Barreiro assinou esta sexta-feira um protocolo com a empresa espanhola Supera, responsável pela gestão desportiva de algumas piscinas em Lisboa, o que representa um investimento de mais de sete milhões de euros e a criação de 50 postos de trabalho. O projeto prevê duas piscinas (interior e exterior), ginásio, SPA e Pavilhão de Basquetebol. O valor médio, por família, para usufruto do complexo desportivo será de 49 euros. Este é o primeiro investimento desta empresa a sul do Tejo.  A construção do novo aeroporto no distrito de Setúbal, a edificação de novas ligações rodoviárias, a localização do território do Barreiro é central na área metropolitana de Lisboa com 2,82 milhões de habitantes e a proximidade com a cidade de Lisboa estiveram na base desta decisão.
Supera vai investir sete milhões no Barreiro 

O projecto, que ficará situado na zona junto ao campo de futebol do Galitos, prevê ter duas piscinas, uma interior e outra exterior, ginásio, SPA e Pavilhão de Basquetebol. O valor médio para usufruto do complexo desportivo será de 49 euros, por família, uma vez que o empreendimento é direccionado, em grande parte, para o público familiar.
A construção do novo aeroporto no Montijo, a edificação de novas ligações rodoviárias, a localização do território do Barreiro ser central na área metropolitana de Lisboa com 2,82 milhões de habitantes e a proximidade com a cidade de Lisboa estiveram na base desta decisão por parte da Supera, que considerou que o concelho “tem o potencial necessário para um equipamento deste género”.
Frederico Rosa, presidente da Câmara do Barreiro, salientou o “momento quase histórico” que este projecto tem no município, no dia em que o executivo celebra o centésimo dia de mandato.
“O Barreiro está a mudar. 100 dias de mandato, mais de sete milhões de euros de investimento e mais 50 postos de trabalho”, destacou o autarca, acrescentando que “é assim que se começa a fixar a juventude”.
Além de agradecer à Supera e salientar que este é o início de uma relação de parceria, Frederico Rosa enalteceu ainda a participação do Galitos FC neste processo, visto que o terreno onde será construído o complexo está cedido, pela autarquia, ao clube.
Na iniciativa estiveram presentes os responsáveis da empresa em Espanha e em Portugal, que indicaram que a construção deste projecto deverá arrancar em Setembro deste ano e, “tendo em conta que uma obra deste género demora entre 13 a 14 meses”, esperam que o complexo esteja concluído em Novembro de 2019.

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010