Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Mais novos aprendem a navegar em Setúbal

Navio Escola Sagres encanta crianças em Semana do Mar 

Alunos de vários agrupamentos de escolas de Setúbal viveram na sexta-feira de manhã uma aula diferente do habitual, numa visita de estudo ao navio-escola Sagres, acostado na frente ribeirinha da cidade, por ocasião das comemorações da Semana do Mar 2016. “Foram vocês que descobriram o Brasil?” A pergunta feita por um aluno à tripulação do navio dá o mote para a conversa informal sobre a história do Sagres, ao serviço da Marinha Portuguesa. “Não fomos nós que descobrimos o Brasil. Estivemos lá, recentemente, durante os Jogos Olímpicos”, explica o comandante António Manuel Gonçalves, à medida que as crianças percorrem o convés.
Navios emblemáticos portugueses atracaram em Setúbal 

A visita à embarcação mais mediática da Marinha Portuguesa conta com a presença de mais de oitocentas crianças de jardins de infância e escola do 1.º ciclo, com idades entre os 5 e os 11 anos.
À chegada, antes de se iniciar a visita, os olhares dos pequenos centram-se na beleza e no tamanho do navio. “É enorme”, diz um. “É muito alto”, acrescenta outro.
“Estão todos muito curiosos com esta visita. Ontem explicámos aquilo que vínhamos ver. Em casa pesquisaram na internet e hoje chegaram à escola com muitas perguntas. Todos queriam saber quanto mede um navio assim”, conta uma das professoras.
Depois de subirem, a primeira zona a visitar é a proa, local onde salta à vista a roda de leme, com a inscrição “A pátria honrai que a pátria vos contempla”.Feita a devida explicação pelas professoras sobre o significado da frase, são muitos os alunos a simular a condução do navio, com as mãos em cima do “volante”.
Já no tombadilho, é o momento da descoberta de alguns equipamentos que apetrecham a embarcação, mas só na chegada à proa é que muitos percebem que ainda não viram as velas.
“Não estão lá em cima”, afirma um aluno, ao apontar. “Só vejo cordas e nós, atira outro, enquanto aprecia a grandeza dos mastros. “As velas estão recolhidas. Só são usadas quando estamos no mar, a navegar à vela”, explica o mestre.
Durante a visita ao navio-escola, as crianças têm ainda a oportunidade de perceber o que é uma balsa salva-vidas, ver alguns dos equipamentos e sistemas de funcionamento e gestão da embarcação e conhecer a bússola com agulha magnética, um dos instrumentos de navegação mais antigos.
O navio-escola Sagres chegou no dia 13 ao final do dia a Setúbal e esteve atracado no Cais 2, na frente ribeirinha da cidade. Ao lado do Sagres, estiveram atracados o navio Creoula e a caravela Vera Cruz, que durante a manhã navegaram na foz do Sado com alunos do ensino preparatório e secundário a bordo. A despedida das embarcações Sagres, Creoula e Vera Cruz aconteceu este domingo, com um desfile náutico, às 10h30.

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010