Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Autoeuropa passa a um turno diário em Palmela

Volume de vendas previsto caiu 19 por cento em relação ao ano anterior

A fábrica da Volkswagen Autoeuropa, em Palmela, reduziu, no inicio desta semana, a sua laboração para apenas um turno diário. A maior fábrica de automóveis portuguesa vai passar a produzir 353 carros por dia. A administração afirma-se confiante de que esta solução vai permitir "a manutenção do emprego e do rendimento dos colaboradores". De Janeiro a Julho, a fábrica de Palmela exportou apenas 35.578 veículos Volkswagen, o que corresponde a uma redução de 32,4 por cento face às 52.657 unidades de modelos Volkswagen que tinha exportado em igual período de 2015. De acordo com a imprensa especializada na matéria, o novo modelo a saír da fábrica da Autoeuropa deverá começar a ser produzido em série em 2017.  
Autoeuropa reduz turnos para manter empregos 

"Desde esta segunda-feira arrancamos com um turno diário na fábrica da Volkswagen Autoeuropa e produzir 353 carros por dia”, afirmou recentemente à agência Lusa fonte oficial da Volkswagen Autoeuropa.
No final de Maio, a Autoeuropa referia em comunicado que o volume de encomendas previsto desde o início do ano representava “uma redução de 19 por cento face ao ano anterior, concentrada no segundo semestre”.
Na mesma nota, a empresa dizia que a Comissão de Trabalhadores  e a administração da Volkswagen Autoeuropa tinham concordado em reduzir a laboração da fábrica de Palmela para apenas um turno diário e que o acordo com os trabalhadores tinha sido alcançado a 24 de Maio.
“O modelo encontrado prevê a redução do volume diário e a respetiva produção num único turno a partir de Setembro, sem dias de paragem coletiva adicionais. Possibilita também a gestão individual do tempo de trabalho e a continuação dos programas de qualificação e de mobilidade internacional em outras fábricas do grupo Volkswagen”, salientava.
A administração da Autoeuropa afirmava-se confiante de que esta solução vai permitir “a manutenção do emprego e do rendimento dos colaboradores”, sem pôr em causa a produtividade da unidade de Palmela.
A Comissão de Trabalhadores  da Autoeuropa, que deu parecer favorável à proposta da administração, considerou que o novo acordo salvaguarda os interesses dos trabalhadores.
A administração da Autoeuropa, que considera a situação atual como um momento de transição para o crescimento a partir do segundo semestre de 2017, disse estar em contacto com os seus fornecedores, para tentar “minimizar o impacto desta alteração no seu funcionamento”.

Fábrica de Palmela exporta menos 32,4 por cento de Volkswagens
Depois de ter sofrido uma queda de 6,8 por cento no número de automóveis da marca Volkswagen que a fábrica de Palmela exportou em 2015 [73.684 contra os 79.081 veículos que tinha exportado em 2014], a Autoeuropa está a ser confrontada com uma quebra de exportações de modelos da Volkswagen que é muito superior à redução de 19 por cento prevista para as encomendas gerais de 2016 (onde se incluem as exportações de SEAT, que aumentaram 28 por cento).
De Janeiro a Julho, a fábrica de Palmela exportou apenas 35.578 veículos Volkswagen, o que corresponde a uma redução de 32,4 por cento face às 52.657 unidades de modelos Volkswagen que tinha exportado em igual período de 2015.

Novo modelo começa a ser produzido em 2017
A Autoeuropa já realizou as contratações de novos funcionários para produção dos primeiros exemplares do novo modelo, esclareceu fonte oficial da empresa. A fábrica de Palmela estava à procura de analistas da cadeia de distribuição e especialistas para as pré-séries, que vão começar a sair da unidade do grupo Volkswagen a partir de Setembro, depois das férias.
Esta situação gerou preocupação entre os trabalhadores do Parque Industrial da fábrica, que receavam a perda de 300 empregos em Palmela. No final de Julho, a Coordenadora das Comissões de Trabalhadores do Parque Industrial da Autoeuropa acreditava que seriam mantidos os postos de trabalho que estavam em risco em diversas empresas.
O novo modelo a saír da fábrica da Autoeuropa deverá começar a ser produzido em série em 2017 representa um investimento de 677 milhões de euros e deverá criar 500 postos de trabalho.


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010