Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Alcochete adere ao projeto “Voluntários da Leitura”

"Descobrir que em Alcochete se vive o sonho e a utopia através da leitura"

A Biblioteca de Alcochete festejou  a 13 de Setembro, o seu 8.º aniversário com a assinatura de um protocolo entre o município de Alcochete e a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa para implementação do projeto “Voluntários da Leitura”. “Estamos a comemorar 8 anos desta biblioteca em Alcochete, mas a biblioteca tem décadas de existência noutro espaço”, lembrou a vereadora da Cultura, Raquel Prazeres, sublinhando que a “aventura da leitura” acontece tanto na Biblioteca de Alcochete como no Agrupamento de Escolas, na Escola Comunitária, na Universidade Sénior de São Francisco e no Clube de Leitura em Voz Alta. “Temos uma união de parceiros com uma abertura enorme para acolher este projeto”, disse a autarca. 
Raquel Prazeres cortou o bolo de aniversário da biblioteca 

Para Raquel Prazeres, o projeto “Voluntários da Leitura” faz todo o sentido na “Casa dos Sonhos”, numa “terra em que muitos vivem a leitura e os livros e mais ainda quando se trata de um projeto de voluntariado”.
Por sua vez, o diretor da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, professor  Francisco Caramelo, disse que “é comum ir assinar protocolos a instituições, mas não é já assim tão comum encontrar a emoção que vemos aqui nesta biblioteca”.
“A Faculdade de Ciências Sociais e Humanas tem dedicado muita atenção à promoção da leitura e tem no CITI, a que pertence a doutora Isabel Alçada, um instrumento muito ativo, muito empenhado na promoção da literacia que é uma vertente do voluntariado curricular”, acrescentou.
Para aquele responsável, “descobrir que em Alcochete se vive o sonho e a utopia através da leitura é muito agradável e vê-se que é uma terra que se orgulha do seu passado e que tem futuro”.

"Temos muitas maneiras de fazer com que as pessoas gostem de ler"
Na apresentação do projeto “Voluntários da Leitura”, a professora Isabel Alçada destacou que “a questão é conseguir, que o mais cedo possível na vida, as pessoas tenham atitude para a leitura e se para uns é relativamente fácil porque começam a aprender a ler e gostam, para outros é mais difícil e precisam de ajuda”.
“Temos muitas maneiras de fazer com que as pessoas gostem de ler e este projeto é uma maneira de tentar que a sociedade civil, todos os cidadãos, se empenhem em promover a leitura e quem gosta de ler tem aqui uma oportunidade para poder trabalhar e também ajudar de uma forma voluntária, generosa”, referiu a mentora do projeto.
A sessão de apresentação do projeto “Voluntários da Leitura” contou com a participação de Cristina Paiva, da Andante Associação Artística, que presenteou a assistência com a citação de vários escritores e que apresentou o projeto do Clube de Leitura em Voz Alta de Alcochete.

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010