Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 11 de maio de 2015

Hortas urbanas de Setúbal procuram agricultores

Candidaturas abertas até 25 de Maio

Os interessados em aderir ao projeto “Hortas Urbanas de Setúbal”, através do qual a Câmara de Setúbal possibilita a plantação de produtos hortícolas em parcelas de terreno municipal, devem apresentar as candidaturas até 25 de Maio. A autarquia, após o período de inscrições, realiza uma seleção das candidaturas mediante critérios de cariz social, "nomeadamente se o proponente se encontra em situação de desemprego sem auferir do respetivo subsídio, se é beneficiário de prestações de apoio social e se estas representam a única fonte de rendimento ou se é detentor do menor rendimento do agregado familiar", explica o gabinete de imprensa da Câmara de Setúbal. 
Inscrições para as hortas urbanas abertas até 25 de Maio 

A cada utilizador selecionado, a Câmara Municipal atribui uma parcela com 30 metros quadrados, destinada a atividades agrícolas desenvolvidas unicamente a partir de técnicas de cultura biológica e sustentável.
Os interessados devem apresentar as candidaturas através da entrega da respetiva ficha de inscrição, disponível na Divisão de Espaços Verdes da Autarquia, a funcionar nas instalações dos viveiros, localizados na Avenida D. Pedro V, na zona das Amoreiras, e na página de internet da Câmara Municipal de Setúbal.
A ficha, acompanhada das cópias dos documentos solicitados no próprio impresso, pode ser entregue diretamente nos viveiros das Amoreiras ou remetida para o endereço de correio eletrónico diev@mun-setubal.pt, indicando no assunto “Candidatura às Hortas Urbanas do Município de Setúbal”.
As novas parcelas situam-se num terreno dos viveiros municipais das Amoreiras anexo ao local onde se encontram as hortas da primeira fase do programa. Os utilizadores podem produzir plantas hortícolas para autoconsumo ou recreio.
“As hortas urbanas dotam o município de um espaço comunitário que permite uma forte conexão ecológica, social e económica entre os habitantes de Setúbal e uma atividade agrícola sustentável”, salientou a presidente da Câmara Municipal, Maria das Dores Meira, durante a inauguração da primeira fase do projeto, em Julho do ano passado.
“Estas novas hortas permitem o cultivo de alimentos saudáveis ao ritmo da natureza, acrescentando qualidade ao quotidiano urbano e poupança à economia dos agregados familiares”, reforçou a autarca, incentivando os utilizadores a realizar as atividades de horticultura em modo biológico.
A autarquia disponibiliza mais 74 parcelas, número igual ao da primeira fase do programa, algumas delas com características naturais que facilitam a acessibilidade, destinadas a munícipes com mobilidade reduzida. Os encargos parciais de funcionamento das Hortas Urbanas de Setúbal e fornecimento de água têm um valor mensal, por utilizador, de 7,5 euros.
As instalações funcionam de segunda-feira a domingo, das sete  às 21 horas no período de verão, compreendido entre 1 de Abril e 30 de Setembro, e das oito às 19 horas na época de inverno, de 1 de Outubro a 31 de Março, com a possibilidade de ajustar os horários às necessidades dos utentes.
O projeto Hortas Urbanas de Setúbal tem como objetivo "promover e incentivar as atividades de horticultura em modo biológico, fomentando as práticas ancestrais de trabalho do solo, o uso e a partilha sustentável da água e o aproveitamento das características naturais das plantas", explica a Câmara de Setúbal.
"O estímulo da integração e da convivência multicultural é outro dos objetivos desta ação, que visa, igualmente, o aproveitamento dos resíduos orgânicos criados nos viveiros das Amoreiras, contribuindo assim para o descongestionamento do ambiente urbano", diz a autarquia.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010