Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

PCP Setúbal defende maior investimento na mobilidade

PCP quer construção de Aeroporto em Alcochete e terminal de contentores no Barreiro 

O PCP de Setúbal diz que a Base Aérea do Montijo “apresenta limitações na gestão de tráfego aéreo devido à orientação das pistas e à proximidade do Aeroporto da Portela, ao número de horas que permite operar livre de limitações, nomeadamente de ruído, aos acessos rodoviários e a ligação à rede de transportes” e o país necessita de uma solução definitiva que “já deveria estar em fase de construção no Campo de Tiro de Alcochete”. Para os comunistas a construção da Terceira Travessia do Tejo Barreiro-Chelas, com as valências rodoferroviária, “terá uma enorme importância na mobilidade e no aumento do peso e atratibilidade do transporte público com reflexos na redução peso da importação de combustível”. Para além destes investimentos, o PCP defende ainda a instalação do novo terminal de contentores no Barreiro e o alargamento do metro sul do Tejo aos concelhos da Moita e do Barreiro, entre outros investimentos.

PCP reclama maior investimento na mobilidade para o distrito 

O PCP de Setúbal criticou duramente as políticas do Governo em relação aos investimentos que estavam previstos para o distrito. Os comunistas lembram que a entrada do Governo de coligação PSD/CDS-PP - com o aval da Troika e do PS - "a construção de um novo aeroporto de Lisboa, no Campo de Tiro de Alcochete,  como outros importantes projetos nacionais foram abandonados. Em simultâneo o Governo acelerou o processo privatizador levando à entrega ao grande capital de empresas estratégicas.
"As atividades portuárias assumem um papel estratégico no funcionamento e dinamização da economia, pelo que se impõe a sua dinamização no todo do território nacional. O seu reforço no estuário do Tejo é um imperativo para o desenvolvimento e o progresso económico e social da região, que passa pela ampliação da atividade portuária no Barreiro instalando aí um terminal de contentores, sem desativação das atividades instaladas na margem norte", considerou o PCP em comunicado.
Um estudo de impacto ambiental da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), revelado em Novembro, defende que o Barreiro é o território que reúne melhores condições para receber o novo terminal de contentores, em comparação com a Trafaria, a hipótese de localização apontada anteriormente.
A Direção Regional de Setúbal do PCP defendeu também a concretização da Terceira Travessia do Tejo Barreiro/Chelas com característica rodoferroviária. Para o órgão comunista a construção desta travessia “terá uma enorme importância na mobilidade e no aumento do peso e atratibilidade do transporte público com reflexos na redução peso da importação de combustível”.
Os comunistas defenderem ainda a expansão da rede de metropolitano de superfície aos concelhos do Barreiro e da Moita, "para a concretização da qual deveria ser iniciada a construção da ponte Seixal-Barreiro, e lançar os estudos para o seu prolongamento no Arco Ribeirinho do Tejo até Alcochete".

PCP defende construção de novo aeroporto de forma faseada  
O PCP de Setúbal considera ainda que a solução para o novo aeroporto de Lisboa é o Campo de Tiro de Alcochete porque é esta "a solução que melhor serve os interesses do país" .
Quanto à hipótese Montijo, o PCP sublinhou que a sua operação para fins civis apresenta "limitações na gestão de tráfego aéreo e ao número de horas que permite operar". O PCP sublinha que "os custos inerentes à adaptação de uma estrutura militar a fins civis que vai ser temporária, quando o país precisa de uma nova e com carácter definitivo que já deveria estar em fase de construção no Campo de Tiro de Alcochete de forma faseada".
O progresso e desenvolvimento económico e social do país impõe, de acordo com o PCP, "uma clara aposta no dotar o país de infraestruturas de transportes que potenciem e apoiem a produção nacional, o que no contexto regional significa nomeadamente o inicio da construção do Novo Aeroporto de Lisboa no campo de tiro em Alcochete, o ampliar da atividade portuária construindo terminal contentores no Barreiro, a par da melhoria e desenvolvimento dos transportes públicos e alargamento do passe social intermodal a toda a área metropolitana com a integração de todos os operadores sem aumento de custos para os utentes elementos da melhoria das condições de vida das populações", conclui o comunicado dos comunistas.



0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010