Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 18 de maio de 2020

Moita e Gaio-Rosário com percurso natural no Tejo

Percurso para conhecer a história do património ribeirinho do concelho 

A câmara da Moita concebeu um percurso interpretativo entre a vila da Moita e o Gaio–Rosário onde foram recentemente colocadas seis estruturas informativas que permitem, de forma autónoma, o acesso a um maior conhecimento da história e do património. A Capela do Rosário, o Estaleiro Naval do Gaio, o Moinho de Maré da Quinta do Rosário, a Oficina de Velas e Ferreiro Naval, o Moinho de Vento do Gaio e Sítio Arqueológico do Gaio, o Pátio do Rosário e os Fornos de Cal são apresentados nestas estruturas com informação em português e inglês. 
Moita investe no património ribeirinho 

Trata-se de uma iniciativa integrada no "projeto de valorização do património ribeirinho do concelho designado Moita Património do Tejo", explica a autarquia da Moita. 
A colocação das referidas estruturas é a última intervenção da candidatura “Valorização do Património Ribeirinho e promoção do cluster da Náutica de Recreio”, financiada pela União Europeia, no âmbito do Programa Operacional Regional de Lisboa. 
Esta candidatura "incluiu a construção de um novo ancoradouro no cais setecentista da Moita, que possibilita a expansão das atividades náuticas fluviais, o reforço da estrutura do Moinho de Maré da Quinta da Freira, assim como o reforço da rede de percursos pedestres e cicláveis", diz a Câmara da Moita.
O percurso foi ainda enriquecido pela criação de "um itinerário interpretativo do Estaleiro Naval de Sarilhos Pequenos e reabilitação da exposição permanente do Sítio das Marinhas – Centro de Interpretação Ambiental que reabrirá ao público logo que possível", conclui a Câmara da Moita.

Agência de Notícias

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010