Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 7 de abril de 2020

Unidade de despiste de Almada abre no Pragal

Escola Básica Rogério Ribeiro faz despistes à covid-19 a partir desta quarta-feira 

A unidade de despiste da covid-19 na Escola Básica Rogério Ribeiro, no Pragal, Almada, começa a trabalhar nesta quarta-feira, dia 8 de Abril. Segundo a Câmara de Almada, este serviço só atende mediante marcação obrigatória e prescrição médica do Serviço Nacional de Saúde e tem capacidade para realizar 30 testes diários. O concelho é o mais afetado do distrito de Setúbal e registou, até à meia noite de terça-feira, 150 pessoas estavam infetadas pelo novo coronavírus. Lembre-se que a Câmara de Almada acionou, na semana passada, o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil, na tentativa de se tentarem minorar no concelho os efeitos do contágio da covid-19.
Pragal vai ter centro de despiste à covid-19

Na semana que antecede a Páscoa, os testes realizam-se nos dias 8 e 9 de Abril, entre as 14 e as 18 horas. A partir de 13 de Abril serão efetuados de segunda a sábado no mesmo horário.
O serviço é da responsabilidade do ACES Almada-Seixal em parceria com a Câmara de Almada no âmbito do Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil.
Os serviços laboratoriais serão assegurados pelo laboratório Germano de Sousa, tendo sido contratualizados pelo SNS.
Estas áreas são "reservadas a utentes com suspeitas de covid-19, compostas por duas salas de observação, com áreas de receção, de espera e instalações sanitárias separadas dos demais pacientes. Cada unidade é composta por médico, enfermeiro, assistente operacional, administrativo e equipa de limpeza", diz a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo.
Deverão aceder a estas unidades os doentes com sintomas respiratórios e que previamente tenham contactado a Linha SNS
As marcações podem ser feitas através dos seguintes contactos: 932 007 691 | covid19.almada@germanodesousa.com. 

Almada em alerta geral há uma semana 
Lembre-se que a Câmara de Almada acionou, há uma semana, o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil, na tentativa de se tentarem minorar no concelho os efeitos do contágio da covid-19.
Com a ativação do plano de emergência a autarquia instalou uma sala de Situação Municipal que funciona em permanência no Serviço Municipal de Proteção Civil. Nesse local é centralizada toda a informação operacional. Depois, está a ser feito um acompanhamento permanente da situação, com reportes diários e briefings diários e semanais.
Entre as medidas mais relevantes que integram o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil conta-se a interdição do acesso ao pontão da Costa de Caparica, o reforço da fiscalização para cumprimento do período de isolamento por parte da população, ação que terá especial incidência junto dos mais idosos. Serão também encerrados todos os parques infantis e os parques de campismo.
A presidente da Câmara, Inês de Medeiros, afirmou tratar-se de “uma medida excecional, sendo a primeira vez que ocorre no município, mas que irá permitir a centralização de toda a gestão e coordenação no combate à situação pandémica, de forma a providenciar as condições e meios indispensáveis através de uma resposta mais rápida e mais eficiente”.
A autarca lembrou ainda que, apesar de na generalidade a população estar a acatar as recomendações de segurança, existem situações em que se detetam estabelecimentos abertos quando deviam já estar encerrados, assim como ajuntamentos de pessoas.
“Não podemos esquecer qual é a principal arma nesta guerra: cada um de nós. E ninguém está dispensado das suas responsabilidades. Fique em casa. Cumpra as recomendações. Por si e pelos seus”, disse Inês de Medeiros.

Agência de Notícias

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010