Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 24 de abril de 2020

Almada, Palmela, Sesimbra e Moita festejam à janela

A criatividade faz-nos festejar o dia da liberdade sem sair de casa...  

Mesmo em casa, as autarquias não deixam de celebrar o 25 de Abril. Em Almada, a festa faz-se com o projecções de videomapping, poesia, concertos online e ainda com a Grândola Vila Morena à janela.  À semelhança dos anos passados, o município de Palmela está a ultimar um vasto programa para comemorar os 46 anos sobre a Revolução do Cravos. A lógica dos eventos é a mesma de outros tempos, à exceção de um pormenor essencial nos dias que correm: para marcar presença, as gentes do município não podem sair de casa, aliás, até podem, mas o mais longe até onde têm caminhar vai ser, mesmo, a varanda ou a janela. O mesmo se passa no concelho da Moita que  já apelou à população para que naquela data se coloque à janela para cantar “Grândola, Vila Morena”, tema de Zeca Afonso que marcou a Revolução dos Cravos, assim como o hino nacional.  Em Sesimbra, a formula é igual e passa pela sofá de cada e por cantorias de Abril à janela. Setúbal, Barreiro, Montijo, Alcochete, Seixal e os quatro municípios do Litoral Alentejano irão ter esta sexta-feira e sábado. Uma forma diferente de festejar o dia da liberdade em tempo de estado de emergência por causa da pandemia do covid-19. 
Vamos comemorar a liberdade à janela 

Em 46 anos de Liberdade, o 25 de Abril foi sempre assinalado na rua, e em confraternização. Este ano, porém, uma pandemia mundial confina-nos às nossas casas impedindo as tradicionais comemorações a que estamos habituados. A importância da data justifica, porém, que nos unamos e, com toda a criatividade e entreajuda, consigamos assinalar mais um Dia da Liberdade.
Eu Canto Abril da Minha Janela é o nome do programa online com que Sesimbra vai comemorar os 46 anos da Revolução de Abril. Um conjunto de músicos do concelho aceitaram o desafio da Câmara Municipal e vão fazer versões de temas marcantes da Revolução dos Cravos, à sua escolha, registados em vídeo a partir das suas casas, para disponibilizar na noite de 24 para 25 de Abril, via Internet.
No dia 25 haverá, também online, duas Horas do Conto, para os mais novos, inspiradas na Revolução, e uma aula de ioga. Durante o dia serão disponibilizados nas redes sociais e sites da autarquia mais temas da revolução interpretados pelos artistas de Sesimbra. Às 15 horas o município associa-se à iniciativa Cantar Grândola à Janela, que decorre por todo o país.
Davide Zaccaria, Maria Anadon, Nuno Reis, Luís Taklin, Zé Lã, Riclas, Diogo Sargedas, Diogo Dias, Lili, Apolónio Alves, Ricardo Chora, Se7 e Mário Oliveira são os nomes que preenchem a componente musical deste programa, que conta ainda com mensagens, a partir de suas casas, dos presidentes de junta de freguesia, Assembleia Municipal e Câmara Municipal, e termina com uma instalação videográfica com música original de Nuno Reis e imagens do Arquivo Municipal, sobre o 25 de Abril em Sesimbra.

Um cravo na varada e Grândola Vila Morena na voz em Palmela 
A Câmara de Palmela está a convidar todos os munícipes a enfeitarem as fachadas com cravos, até dia 24. Ainda assim, para pendurar as flores não é necessário ir à florista, e correr riscos desnecessários, basta seguir um vídeo publicado pela autarquia nas redes sociais que ajuda a dar forma ao símbolo da revolução.
Esta sexta-feira à noite é dia de concerto, transmitido em direto a partir do Cineteatro S. João: às 22h30 tem início o live, através do Facebook, do YouTube e do site da câmara municipal. Em cima do palco vão estar vários artistas a homenagear os cantores de Abril.
Dia 25 de manhã, sábado, nova transmissão online da sessão solene que assinala o aniversário sobre a Revolução.
À tarde, os músicos do concelho interpretam, cada um na própria casa, o tema "Grândola Vila Morena", de Zeca Afonso. Carros com colunas vão passar por diferentes ruas do concelho, com o resultado final, a convidar cada morador a ir à janela cantar um verso, ou mais, do hino da liberdade.
A iniciativa da Câmara Municipal de Palmela foi dinamizada na sequência das restrições impostas por Governo e autoridades de saúde, devido ao surto de Covid-19 que continua a afetar Portugal.

Abril para derrotar vírus na Moita 
No concelho da Moita, as comemorações do 46º aniversário do 25 de Abril também irá ser à janela e a cantar. Este foi o apelo da autarquia para que no sábado se coloque à janela para cantar “Grândola, Vila Morena”, tema de Zeca Afonso que marcou a Revolução dos Cravos, assim como o hino nacional.
O momento de celebração está marcado para as 15 horas, dentro de casa, em todas as freguesias do concelho e pretende desta forma assinalar a data, com as iniciativas normalmente realizadas pelas autarquias e movimento associativo a serem canceladas, de que é exemplo o habitual Desfile da Liberdade e a largada de pombos na vila. 
“Não festejamos o 25 de Abril nas ruas, mas podemos sempre celebrar a Democracia e a Liberdade”, afirma a este propósito o município, que está ainda a preparar outras actividades que “podem ser acompanhadas e vividas em casa durante esta semana”.
Numa mensagem endereçada por correio à população do concelho, Rui Garcia, presidente daquela câmara municipal, lembra que “ninguém imaginava, há pouco mais de um mês atrás” que Abril seria vivido deste modo e marcado por várias “restrições, medos” e pela “tristeza de um distanciamento social forçado, de receio de uma crise económica e social que sabemos inevitável, mas de dimensão que ninguém pode, ainda, com certeza, antecipar”.
O autarca sublinha que “é demasiado cedo para pensar que a batalha está ganha” e que “seria um tremendo erro se uma falsa sensação de segurança levasse ao incumprimento crescente das medidas de protecção individual e colectiva que estão em vigor”.
Por último, Rui Garcia afirma à população que o momento é decisivo “porque é o que fizermos neste Abril que vai determinar, em grande parte, quando e como vamos ultrapassar esta pandemia e ganhar a batalha contra o vírus”.

Videomapping, poesia, concertos online em Almada 
Em Almada, a festa faz-se com o projecções de videomapping, poesia, concertos online e ainda com a Grândola Vila Morena à janela.
As celebrações começam com o Festival à Janela que, entre as 21 e as 23 horas dos dias 24 e 25, traz música e artistas portugueses aos habitantes da cidade, com excertos de concertos projectados nos edifícios das principais artérias de Almada – um projecto da empresa Ocubo, responsável por espectáculos de videomapping.
A partir das 23 horas desta sexta-feira, esteja atento que vão soar pelas ruas de Almada as Senhas da Revolução. Já no feriado, às 15 horas, acontece a iniciativa Cantamos Juntos e o ponto de encontro será à janela de cada casa para que se cante Grândola Vila Morena.
E não se faz a festa sem música. Entre 25 de Abril e 1 de Maio, sempre às 21h30 e durante 45 minutos, há concertos transmitidos ao vivo – os acessos para cada transmissão serão disponibilizados a cada dia, previamente, na página de Facebook da Câmara de Almada.
No dia 25, o espectáculo As Portas que Abril Abriu está nas mãos de Rui Andrade e Paulo Cavaco, e no dia seguinte serão Marisa Liz e Tiago Dias a darem música. A 27, acontece o Lugar ao Fado com Amélia Muge, Paulo Bragança, André M. Santos, Hugo Edgar e Rodrigo Serrão.
No dia seguinte, Jorge Camacho e Paulo Gaspar compõem o duo de clarinetes, e a 29 de Abril será a vez de Jéssica Ângelo e da sua banda. Magano é um espectáculo de Nuno Ramos, Francisco Brito e Sofia Ramos apresentado no dia 30 e, para rematar, Carlão faz-se acompanhar de um DJ e fecha os concertos no dia 1 de Maio.
Numa parceria entre a Companhia de Teatro de Almada e a autarquia, estão previstas sessões de poesia, lida por quem a faz, ainda com dias e horários a serem anunciados. Além de toda a programação, a autarquia desafia os almadenses (e não só) a usarem a criatividade e a decorarem as suas varandas e casas com cravos artesanais – só precisa de folhas de guardanapo, atilhos, tesoura e caneta de feltro vermelha.
Outro dos desafios lançados à população requer cantorias, por isso se tem uma versão de uma música de intervenção pode enviá-la (palcoemalmada@gmail.com) até 30 de Abril, que a autarquia vai dar voz a essas participações.

Agência de Notícias 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010