Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 21 de abril de 2020

Alcochete e Samouco já têm hospitais de campanha

Concelho tem instalações disponíveis no âmbito da covid-19

A Câmara de Alcochete, que regista 13 casos confirmados de doentes covid-19, anunciou novas medidas no âmbito da prevenção da pandemia mundial. Assim, o concelho já conta com três espaços onde poderá montar hospitais de campanha em "caso de necessidade". Os pavilhões municipais de Alcochete e Samouco bem como o salão de festas da Sociedade Filarmónica e Progresso Samouquense já se encontram equipados com 50 camas para o acolhimento de "idosos não infetados com a doença provenientes dos lares do concelho", diz a autarquia em comunicado. A falta de testes nos lares do concelho preocupa Fernando Pinto, presidente da Câmara. A autarquia, lembre-se, já tomou medidas para “aliviar os orçamentos das famílias e empresas”, explicou o autarca. Além da redução da tarifa de água, a autarquia está também dar a dar alojamento a profissionais de saúde, bombeiros e GNR. O executivo socialista suspendeu ainda as rendas de equipamentos comerciais municipais e das rendas de habitação social do município.
Autarquia tem 50 camas em caso de emergência 

O presidente e a vice-presidente da câmara de Alcochete, a delegada de Saúde, outros representantes do ACES Arco Ribeirinho, da Segurança Social, da Protecção Civil, da Junta de Freguesia do Samouco, dos Bombeiros e da GNR realizaram uma visita a três instalações que estão de prevenção face ao evoluir da pandemia do covid-19 no concelho de Alcochete.
Foram visitados os pavilhões municipais de Alcochete e de Samouco assim como o salão de festas da Sociedade Filarmónica e Progresso Samouquense, que gentilmente disponibilizou este espaço para, caso seja necessário, acolher pessoas não infetadas com o covid-19, nomeadamente idosos provenientes dos lares do concelho.
"Nos pavilhões estão já instaladas cerca de 50 camas e foram verificadas as suas boas condições, sobretudo de mobilidade e higiene, para o acolhimento que seja necessário efetuar, caso as circunstâncias assim o obriguem", disse a Câmara de Alcochete em comunicado.
A visita foi antecedida de um briefing em que o presidente da câmara teve a oportunidade de manifestar a sua preocupação face à ausência de testes de despistagem do novo coronavírus em lares do concelho, tendo obtido como resposta da delegada de Saúde que "os testes não devem ser feitos de forma avulsa pelo município porque existe um programa de intervenção preventiva em estruturas residenciais para pessoas idosas que, sob a égide do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, em parceria com outras entidades, estão a ser alvo de intervenção com critérios definidos na prioridade geográfica e nas estruturas, entre outros, num processo que já se iniciou e que vai naturalmente abranger Alcochete".

Redução da tarifa da água por tempo indeterminado
A Câmara de Alcochete  já tinha anunciado medidas no âmbito da prevenção da pandemia mundial. Uma das medidas, tendo em conta a situação de excecionalidade causada pelo vírus, foi pensada para “aliviar os orçamentos das famílias e empresas”, explica Fernando Pinto, presidente da Câmara de Alcochete, em comunicado
Por tempo indeterminado, a autarquia reduziu em 35 por cento a tarifa total de água para consumo doméstico e 30 por cento para consumo não-doméstico. Alcochete reforçou o apoio social junto da população mais vulnerável, assegurando a entrega de bens essenciais e medicamentos, em articulação com os serviços de saúde. A autarquia promete ainda assegurar a continuidade da confeção e distribuição de refeições sociais escolares.
No que toca ao apoio a profissionais da área da saúde, bombeiros e GNR, o concelho refere que disponibilizou alojamento numa unidade hoteleira da zona. “Esta unidade dispõe de 32 quartos, permitindo assim que estes homens e mulheres possam descansar entre turnos sem necessidade de se deslocarem às suas residências. Esta medida visa ainda evitar que as famílias destes profissionais estejam expostas a riscos de contágio pela covid-19”, indica Fernando Pinto.
O executivo socialista suspendeu ainda as rendas de equipamentos comerciais municipais e das rendas de habitação social do município. 

Utentes do Samouco com transporte para o Centro de Saúde de Alcochete
A Câmara de Alcochete acertou uma parceria com a corporação dos bombeiros voluntários locais para garantir o transporte dos utentes do Samouco ao Centro de Saúde de Alcochete. Desta forma, vem assim responder à impossibilidade dos utentes da freguesia samouquense poderem recorrer à extensão de saúde local desde que esta foi adaptada pela tutela para funcionar, a partir do passado dia 30, apenas como Área Dedicada à Covid-19.
A autarquia adianta que, deste modo, vão continuar a ser assegurados aos referidos utentes os serviços de enfermagem (injeções e tratamentos), consultas de saúde infantil, saúde materna e grávidas, consulta do dia ou urgente (não respiratórias) e vacinação ou teste do pezinho”.
Os utentes que pretendam usufruir de transporte devem contactar o 914 431 630, sendo que do outro lado da linha estará “uma técnica do Serviço Social da Câmara de Alcochete preparada para fazer o atendimento e diligenciar o apoio necessário”, indica o município.
O presidente da Câmara de Alcochete sublinha ainda que o município continuará a avaliar a situação e “tomará outras medidas que venham a ser necessárias, quer no âmbito da segurança e higiene pública, quer no apoio às famílias e empresas”.

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010