Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 18 de março de 2020

Autoeuropa suspende produção em Palmela

Fábrica manterá apenas serviços mínimos até 29 de Março 

A Autoeuropa, em Palmela, suspendeu todos os turnos de produção até 29 de Março. A decisão foi comunicada na manhã desta terça-feira pela administração da fábrica do grupo Volkswagen através de comunicado, em resposta aos impactos que o novo coronavírus (Covid-19) está a provocar na indústria automóvel. “A Volkswagen Autoeuropa informa todos os colaboradores e parceiros que suspende todos os turnos de produção de veículos até ao dia 29 de Março, com efeito imediato”, refere a nota de imprensa divulgada esta terça-feira. Serão apenas mantidos os “serviços mínimos necessários”. A fábrica de Palmela tem a produção suspensa desde o turno da noite de domingo. Na segunda-feira, os três turnos de laboração foram suspensos porque centenas dos milhares de trabalhadores desta unidade de produção tiveram de ficar em casa a prestar assistência aos filhos, devido ao encerramento das escolas decretado pelo Governo.
Covid-19 suspende trabalhos em Palmela 

A maioria das fábricas da Volkswagen na Europa vai fechar por "duas a três semanas" devido à pandemia da Covid-19, anunciou o presidente do grupo, Herbert Diess, sem precisar a partir de quando. A Autoeuropa, em Palmela, é um das fábrica europeias que vai parar a produção durante uma ou duas semanas.
A Autoeuropa vai suspender todos os turnos de produção de automóveis na fábrica de Palmela até ao dia 29 de Março, com efeito imediato. A fábrica, que é um dos três maiores exportadores nacionais, já esteve parada na segunda-feira.

A suspensão da produção de automóveis na fábrica de Palmela foi formalmente comunicada pouco depois de o presidente do grupo Volkswagen ter anunciado a interrupção da produção em diversas fábricas, designadamente em Espanha, na Eslováquia, em Itália e também em Portugal, devido à pandemia de Covid-19.
"Espanha, Portugal, Eslováquia e Itália vão ser afetados a partir desta semana com interrupções na produção e a maioria das outras fábricas alemãs e europeias estão a preparar a suspensão de duas a três semanas", adiantou o presidente do grupo, Herbert Diess, durante uma conferência de imprensa virtual.

Trabalhadores contentes com a decisão da fábrica 
Uma notícia, entretanto, confirmada pela Comissão de Trabalhadores. A empresa terá justificado esta medida com a "atual conjuntura em que vivemos e onde é necessário salvaguardar a saúde dos trabalhadores e seus familiares".
"A Comissão de Trabalhadores vê com bastante agrado que a Autoeuropa, em Palmela, e a Volkswagen tenham tido em consideração a saúde dos seus trabalhadores e familiares", pode ler-se no mesmo comunicado.
Apesar de ficarem em casa, os trabalhadores da Autoeuropa recebem o salário por inteiro. Serão utilizados alguns dos 22 down days previstos no acordo de empresa, explicou Fausto Dionísio, coordenador da comissão de trabalhadores.
Entretanto, o presidente do grupo, Herbert Diess, alertou que "2020 é um ano muito difícil" porque a pandemia apresenta "desafios operacionais e financeiros desconhecidos".
De sublinhar que a Autoeuropa registou no ano passado um aumento de 106 por cento na produção relativamente a 2017 e já representa 1,6 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), segundo dados divulgados pela empresa, com base em números do Instituto Nacional de Estatística.

Agência de Notícias 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010