Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

PJ investiga morte suspeita de idosa no Barreiro

Mulher de 96 anos asfixiada até à morte dentro de casa no dia de Natal 

Uma mulher foi asfixiada até à morte, esta quarta-feira, na sua casa, no Barreiro. Segundo o Jornal de Notícias, a polícia acredita que tudo se tratou de um assalto violento, uma vez que foi furtado o dinheiro que a vítima, com cerca de 96 anos, tinha em casa. A mulher, a viver sozinha, foi encontrada por um familiar com sinais vitais e transportada para o Hospital do Barreiro, acabando aí por morrer. A Polícia Judiciária (PJ) de Setúbal está a investigar o caso.
Alegado assalto terá corrido mal diz PJ 

Uma mulher de 96 anos foi asfixiada até à morte, no dia de Natal, dentro de casa, no Barreiro. A Polícia Judiciária (PJ) está a investigar o homicídio por asfixia, na sequência de um eventual furto.
O alerta foi recebido às 13h30 pela PSP, tendo a PJ chegado ao local por volta das 15 horas. Suspeitando-se que o crime tenha ocorrido“umas horas antes”.
A mulher, a viver sozinha, foi encontrada por um familiar com sinais vitais e transportada para o Hospital do Barreiro, acabando aí por morrer.
O interesse dos autores do crime seria furtar dinheiro, mas, segundo fonte da PJ à Lusa, algo "correu mal", tendo em conta a idade e a ausência de poder económico da vítima, o que não justificaria os sinais de violência detetados.
Além dos sinais de asfixia, a vítima tinha ainda hematomas no corpo que indiciam violência, adiantou.
Só a autópsia poderá ajudar a determinar com exatidão a causa da morte. A PJ continua a investigar o caso, depois de ter recolhido indícios na casa da vítima, onde o crime ocorreu.

Agência de Notícias com Lusa
www.adn-agenciadenoticias.com

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010