Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Aposento homenageia figuras emblemáticas de Alcochete

Campino, salineiro e forcado homenageados nas festas de Alcochete  

O Aposento do Barrete Verde e das Salinas homenageou este ano o salineiro Joaquim Lóia, o forcado Vítor Manuel Bolota e o campino Nelson Soares, no decorrer da cerimónia que se realizou no primeiro dias das festas de Alcochete e que foi antecedida pelo cortejo equestre. O presidente da câmara de Alcochete, Luís Miguel Franco, entregou a distinção ao salineiro Joaquim Lóia, destacando ser “um privilégio entregar a oferta do Barrete Verde e das Salinas em memória dos salineiros que fazem parte da nossa alma” e recordou que o seu avô paterno também foi salineiro. Joaquim Lóia foi ainda homenageado pelo Grupo Desportivo Alcochetano com a entrega de um cachecol com o emblema do clube da terra. As Festas de Alcochete prolongam-se até 19 de Agosto, com a tradição tauromáquica a apresentar forte marca na programação. 
Festa começou com homenagem às figuras da terra 

Luís Miguel Franco destacou que “é uma honra estar novamente neste palco, neste fabuloso largo de São João, a homenagear estas três figuras tão emblemáticas de Alcochete e das Festas do Barrete Verde e das Salinas que são o forcado, o campino e o salineiro”.
“Na edição de 2016 em que as nossas festas, que nos fazem sentir ainda mais alcochetanos, comemoram o seu 75.º aniversário e tem sido assim ao longo dos anos com uma relação muito forte com o rio e o salineiro é testemunha disso. Mas também uma relação muito próxima com a lezíria e o toiro bravo e quer o forcado, quer os campinos são também testemunhas dessa relação afetiva com o toiro bravo e a lezíria”, disse o autarca.
“Estamos no início das nossas festas e vamos certamente divertir-nos e há imensas iniciativas em que podemos extravasar esta nossa emoção de sermos alcochetanos. Peço somente que esta diversão seja feita com responsabilidade, evitando comportamentos de risco”, acrescentou o presidente da câmara, que destacou que as festas “só são possíveis realizar com o Aposento do Barrete Verde de Alcochete, homens e mulheres que fazem parte dos órgãos sociais e que materializam estas nossas festas tão emblemáticas”.
O presidente da junta de freguesia de Alcochete, Estêvão Boieiro, entregou a lembrança ao campino Nelson Soares. “Há 10 anos que tenho a honra de participar na homenagem que o Aposento do Barrete Verde faz às três figuras mais importantes das festas e que tenho a honra de entregar ao campino a distinção e quero dizer ainda que admiro o Nelson por ter começado a trabalhar aos 13 anos”.

Homenagem aos bombeiros de Alcochete 
O forcado Vítor Manuel Miranda Bolota recebeu a lembrança do Aposento das mãos do presidente da entidade organizadora das Festas que sublinhou o seu orgulho por entregar um símbolo da homenagem.
O Aposento do Barrete Verde prestou ainda homenagem à Associação dos Bombeiros Voluntários de Alcochete pelo serviço prestado e a colaboração que têm dado às festas, distinção que foi entregue pela vereadora Raquel Prazeres que sublinhou que “os bombeiros são uma força muito grande e de grande coragem e que nunca é de mais homenagear”.
Também a apresentadora do espetáculo Inga Oliveira foi distinguida com uma oferta do Aposento do Barrete Verde, que foi entregue pelas meninas do Barrete Verde.
As Festas prosseguiram com a atuação da banda da Sociedade Imparcial 15 de Janeiro de 1898 que apresentou ao público pasodobles de compositores portugueses que fazem parte do novo CD que a banda gravou em maio e que será lançado em Setembro ou Outubro.
“Vila Franca”, “Palha Blanco”, “António Manuel Cardoso”, “Diego Ventura”, “Rocieras de Alcochete” e “A José Manuel Raminhos” foram alguns dos temas interpretados durante o espetáculo que na segunda parte contou com a participação do fadista António Pinto Basto e do seu filho Gustavo Pinto Basto. Os dois fadistas interpretaram temas conhecidos do grande público tais como “Ó Portela”, “El gato montez”, “Quizás, quizás”, “O homem do Ribatejo”, “Novo fado de Alcochete” e o “Fado do Barrete Verde”.
As Festas do Barrete Verde e das Salinas, em Alcochete, arrancaram na sexta-feira. O esplendor da festa brava marca as principais comemorações do concelho. Sentida como a mais genuína tradição das gentes da 'borda d’agua, as Festas do Barrete Verde e das Salinas "têm um lugar especial no coração de cada alcochetano, mas também de muitas pessoas que não sendo de cá, gostam de nos visitar", diz a organização do evento.
Ao todo, serão oito dias de animação, 15 largadas de toiros e quatro palcos, onde vão decorrer diversas actuações artísticas. As Festas de Alcochete prolongam-se até 19 de Agosto, com a tradição tauromáquica a apresentar forte marca na programação. Mas há mais para ver: a Procissão por terra e mar em Honra de Nossa Senhora da Vida, bailes e fado vadio, gastronomia e muita música.

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010