Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Seixal defende alargamento do passe a toda a AML

Autarquia considera preços dos transportes "demasiado elevados"

A Câmara Municipal do Seixal defende o alargamento do passe intermodal a toda a Grande Lisboa, com a utilização de um título único e a integração da Operadores de Transportes da Região de Lisboa na Área Metropolitana de Lisboa. Segundo uma tomada de posição aprovada em reunião de Câmara, “o passe social intermodal é uma medida de enorme alcance social e tem sido elemento importante na promoção da mobilidade das populações, mas também na contenção dos preços dos transportes na AML”. 
Seixal quer alargamento do passe social 

O presidente da autarquia, Joaquim Santos, refere que os custos para os clientes dos transportes públicos são “demasiado elevados e sofreram um agravamento brutal” nos últimos anos. O autarca acrescenta que os transportes na região de Lisboa são “mais caros do que em Berlim, apesar de os salários serem na Alemanha o triplo”. 
Joaquim Santos salienta ainda que a maior parte do concelho do Seixal, assim como cerca de 30 por cento da população, não está “abrangida pelo passe intermodal”, podendo apenas ser utilizado pelos clientes da TST e da Transtejo, obrigando os utentes de outros operadores como a Fertagus ou o Metro Sul do Tejo a subscrevem passes combinados.


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010