Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 5 de julho de 2016

Centenas em almoço do pescador no Montijo

Pescadores e autarcas defendem desassoreamento do Tejo 

O secretário de Estado das Pescas, José Apolinário, a secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Catarina Marcelino, e o presidente da Câmara do Montijo, Nuno Canta, juntaram-se aos cerca de 350 convidados no tradicional Almoço da Classe Piscatória, junto à sede da Sociedade Cooperativa União Piscatória Aldegalense (SCUPA), no dia 30 de Junho. O autarca defende que o novo cais dos pescadores, inaugurado este ano, "é importante para o desenvolvimento económico do Montijo e, até mesmo, da localidade vizinha da Moita". 
Almoço da classe piscatória reuniu mais de 350 pessoas 

Depois de servida a caldeirada de peixe, que como de costume fez as delícias de todos os presentes, José Maria Santos, presidente da SCUPA agradeceu aos amigos e sócios da associação, dirigindo um apelo ao secretário de Estado das Pescas: “os pescadores locais também pescam e dão lucro ao governo, por isso, peço-lhe que a cala do Montijo seja desassoreada”, disse.
O presidente da Câmara do Montijo, Nuno Canta, juntou-se a este apelo, recordando o trabalho já desenvolvido pela câmara e pela SCUPA através da construção do cais para os pescadores profissionais: “uma obra visível que orgulha a população do Montijo, um cais sonhado por gerações de pescadores”.
“Um projeto com vista larga, com arrojo e com sentido do que deve ser o investimento público ao serviço do desenvolvimento, mas como dizia o presidente da SCUPA não chega, precisamos de trabalhar no desassoreamento da cala do rio, que é importante para o desenvolvimento económico do Montijo e, até mesmo, da localidade vizinha da Moita”, concluiu Nuno Canta.


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010