Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Obras beneficiam Moinho de Maré em Setúbal

Moinho de Maré da Mourisca reabre no fim do verão 

O Moinho de Maré da Mourisca, na Reserva Natural do Estuário do Sado, em Setúbal, está encerrado até ao final de Agosto para realização de obras de beneficiação destinadas a aumentar as condições de usufruto e atratividade. A intervenção, liderada pela Câmara de Setúbal, a decorrer desde 19 de Julho, centra trabalhos na requalificação do Moinho de Maré e na zona envolvente ao imóvel localizado na Herdade da Mourisca, espaço de referência para atividades de educação ambiental e eventos de turismo de natureza, com destaque para a observação de aves.
Moinho de Maré da Mourisca situa-se em pleno estuário do Sado 

Pinturas, restauros e tratamento de madeiras são algumas das ações englobadas na obra, que visa reabilitar, entre outros espaços, a área museológica, assim como a mezzanine, a qual, após ampliação, fica apta a receber uma maior variedade de eventos e atividades, sobretudo no período de inverno.
No exterior do Moinho de Maré da Mourisca, a intervenção em curso até 23 de Agosto inclui o redimensionamento da zona de esplanada, que é ampliada de forma a acolher mais público. Nesta área é também criada uma nova zona de cafetaria, que dá apoio ao espaço já existente no interior.
A pavimentação do caminho de acesso ao Moinho de Maré da Mourisca, desde a zona destinada ao estacionamento e atualmente em terra batida, é outra das operações a enquadrar no âmbito desta intervenção e que confere melhores condições de conforto para os utilizadores daquele equipamento.
As obras em curso naquele equipamento visam sedimentar a aposta municipal no turismo de natureza e na atração de mais público às atividades que ali se realizam, como é o caso da Feira ObservaNatura, certame dedicado ao turismo ornitológico e já uma referência a nível nacional.
O Moinho de Maré da Mourisca localiza-se na Herdade da Mourisca, próximo do Faralhão e a cerca de seis quilómetros da cidade de Setúbal, numa zona de sapal e salinas, rodeado de terrenos antigamente usados para o cultivo de arroz.
Uma lápide no interior do edifício expõe a data de 1601, indiciando o possível ano da construção do moinho, que, a funcionar junto de uma represa, utilizava a força da corrente da água para colocar em movimento as engrenagens responsáveis pela produção de farinha.
O Moinho de Maré da Mourisca, no qual se realizam, ao longo do ano, diversificados eventos de índole turístico e ações de educação ambiental, é propriedade do ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas e funciona atualmente em regime de cogestão com a Câmara de Setúbal.

Agência de Notícias
Leia outras notícias do dia em 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010