Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Melides e Tróia recebem Ultra Maratona Atlântica

Concelho de Grândola recebe corrida de elite na praia  

Mais de 500 atletas estão inscritos da Ultra Maratona Atlântica Melides – Tróia.  A 12.ª edição da prova disputa-se no próximo dia 24 de Julho. A prova única em Portugal e na Europa, com 43 km de extensão e corrida na areia da praia, a Ultra Maratona Atlântica é considerada de elite pela exigência que implica, conta este ano com uma competição num percurso de 15km, com inicio em Melides e término em Tróia. Ambas as provas têm início marcado para as nove da manhã de domingo. O autarca de Grândola, António Figueira Mendes, disse que a Ultra Maratona Atlântica "constitui uma importante prova desportiva, única em Portugal e na Europa, e que representa uma excelente oportunidade de promoção da Frente Atlântica do nosso concelho". 
Corrida tem extensão de 43 km pelas praias de Grândola 

 A prova foi apresentada aos jornalistas durante uma conferência de imprensa que contou com a presença do presidente da Câmara de Grândola, António Figueira Mendes, do presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo, Ceia da Silva, do Embaixador da Prova, o Atleta Olímpico Paulo Guerra, penta campeão da Europa em Corta-Mato e o atleta masculino mais medalhado de sempre na história do atletismo nacional, da atleta Chantal Xhervelle, totalista da Ultra Maratona e vencedora de quatro edições da prova e de Fernando Andrade, totalista da Ultra Maratona e autor do livro “Meliadas”.
A Ultra Maratona Atlântica Melides – Tróia, com 43 km de extensão e corrida na areia da praia, decorre este domingo, dia 24 de Julho, com início às nove horas na praia de Melides e passagem à beira mar pelas praias da Aberta Nova, Galé, Pinheiro da Cruz, Pego, Carvalhal, Comporta, Soltróia, e chegada à praia Bico das Lulas, em Tróia. A competição é acompanhada pelos milhares de veraneantes que se encontram nas praias por esta altura do ano.
"O enquadramento da frente atlântica com a Serra da Arrábida e as longas praias de areias finas e douradas, galardoadas com Bandeira Azul e classificadas como praias com qualidade de ouro, transformam este cenário num palco com condições únicas e excecionais para implementar esta corrida de resistência física e psicológica", diz António Figueira Martins, presidente da Câmara de Grândola.
O embaixador da Ultra Maratona Atlântica, Paulo Guerra, é um dos cerca de 300 atletas que vão participar na 3.ª edição da Corrida Atlântica, prova com percurso total de 15km, com início na Comporta e término em Tróia.
No total, as duas provas registam o maior número de inscritos de sempre. No ano passado a Ultra Maratona contou com a participação de 190 atletas; a Corrida Atlântica foi disputada por 93 atletas. Este ano, diz a organização, a expectativa é chegar aos 600 atletas.
O presidente da Câmara de Grândola congratulou-se ainda com o aumento do número de atletas inscritos e afirmou que "o objetivo do município é tornar a Ultra Maratona Atlântica Melides – Tróia numa prova internacional de grande expressão", sublinha António Figueira Martins.
Para o autarca,  a prova é "única no País, é boa para o concelho. Incentiva a práticas saudáveis e é boa para a economia da região".
Já o presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo, Ceia da Silva, realçou que a Ultra Maratona Atlântica é um "evento que honra o turismo do Alentejo e, também, todos nós". De acordo com Ceia da Silva, a Costa Alentejana é "das mais bonitas do mundo", pelo que esta prova desportiva reforça a aposta no produto estratégico Sol e Mar.

Atletas realçam beleza da prova 
O ex-atleta do Sporting, Paulo Guerra, o padrinho da prova deste ano, realçou que se trata de uma prova dura, que "requer algum treino". Apesar de estar afastado deste tipo de provas, por motivos de saúde, Paulo Guerra sublinha que é sempre "importante marcar presença" nos eventos para dar o exemplo. "Quem participar nesta prova pode contemplar as paisagens mais bonitas do Mundo e comprovar a excelente qualidade da água das praias".
O atleta acredita no sucesso da prova deste ano: "O Alentejo está na moda, penso que esta prova tem um potencial enorme e que vai ser um sucesso".
A atleta belga Chantal Xhervelle, que venceu as edições de 2005, 2007, 2009 e 2010, também esteve presente na conferência de imprensa e confessou que se trata de uma prova "única", que decorre numa praia onde "não existem obstáculos". Na sua opinião, a prova decorre num local com uma paisagem "fantástica" e onde existem "vários tipos de pisos". A atleta belga diz que já participou em 11 edições e "acho-as sempre diferentes. É sempre uma surpresa cada edição", diz Chantal Xhervelle. 

Uma prova dura e diferente... 
Em 2005, o município de Grândola retomou esta emblemática competição, organizando-a então no sentido Melides-Troia, num percurso de 43 quilómetros. A partir de 2007 surge a denominação de Ultra Maratona Atlântica Melides – Troia, em vigor até hoje, tendo sido incluído no regulamento em 2006, e até à edição deste ano, um pequeno abastecimento de 1 litro de água, ao quilómetro 28,5.
Realizando-se na terceira maior extensão de areia contínua do mundo, a prova de atletismo é vista como única na Europa e no Mundo, recebendo atualmente várias centenas de atletas de vários continentes, que procuram nas características do piso e do cenário envolvente, com o oceano atlântico, a Arrábida e as dunas a marcarem presença em cada passada, uma experiência desportiva singular nas várias corridas de longa distância existentes.
A Ultra Maratona Atlântica Melides - Tróia é uma corrida de aventura com organização do Município de Grândola.
Mais informações no site oficial da prova

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010