Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 20 de julho de 2016

BE quer investimento no hospital do Barreiro e Montijo

Falta de médicos e falta de obras de requalificação preocupa deputados do BE

O Bloco de Esquerda visitou o Centro Hospitalar Barreiro-Montijo no Barreiro. Esta visita contou com a presença da deputada Sandra Cunha – eleita pelo círculo eleitoral de Setúbal, pelo deputado Moisés Ferreira – membro da Comissão Parlamentar de Saúde e por membros da coordenadora concelhia do Barreiro. O Centro Hospitalar Barreiro-Montijo dá assistência a cerca de 213 mil habitantes dos concelhos de Alcochete, Barreiro, Moita e Montijo, sendo que o concelho do Barreiro é o segundo concelho mais envelhecido na área metropolitana de Lisboa. O BE garante que "irá exercer toda a pressão para garantir o investimento necessário" nos hospitais. 
BE quer obras urgentes no Hospital do Barreiro 

Um pouco como em todos os hospitais pelo país fora, um dos grandes problemas do Centro Hospitalar Barreiro-Montijo "é o serviço de urgências, este tem uma forte afluência, em parte provocada pela falta de resposta de cuidados de saúde primários à população", refere o Bloco de Esquerda em comunicado enviado ao ADN.
A delegação do BE visitou o serviço de oncologia que "está a necessitar de substituir um equipamento médico para o tratamento de radioterapia que se encontra em fim de vida", e visitou o serviço de obstetrícia "onde destacamos o reconhecimento em Setembro de 2012, como Hospital Amigo dos Bebés por cumprir as dez medidas para um aleitamento materno de sucesso, definidas pela Organização Mundial de Saúde e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância", realça o Bloco.
Existe uma grande falta de médicos, principalmente anestesistas, estes profissionais, diz o Bloco de Esquerda, "não encontram no setor público as regalias nas condições de trabalho e salariais que encontram no privado, canalizando-os assim cada vez mais para o setor privado, isto, aliado ao envelhecimento e grande sobrecarga dos anestesistas que estão no Centro Hospitalar leva a uma escassez destes profissionais e à degradação nos tempos de espera para as cirurgias".
O serviço de oftalmologia prestado aos utentes é também gravemente afetado pela falta de médicos, havendo uma longa e demorada lista de utentes para consulta e cirurgia. "Em matéria de recursos humanos, registamos como positivo de 2013 a 2016 terem aumentado em 18 por cento a contratação de enfermeiros e assistentes operacionais", destacam os deputados do BE.
O Hospital de Nossa Senhora do Rosário, no Barreiro, "tem uma estrutura já com alguns anos e com necessidades urgentes de obras de requalificação, nomeadamente nas fachadas, canalizações e parte elétrica. Também os equipamentos e sistemas de informação estão obsoletos e a necessitar de ser renovados", sublinha a delegação do BE.
"Este Centro Hospitalar apresenta inúmeras consequências do desinvestimento na saúde, provocando a deterioração das condições em que os utentes são recebidos e tratados, é preciso inverter estas políticas e o Bloco de Esquerda irá exercer toda a pressão para garantir o investimento necessário e o bom funcionamento do Serviço Nacional de Saúde", conclui o comunicado do BE.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010