Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Biblioteca de Setúbal rebriu mais moderna

“Queremos que esta biblioteca esteja sempre assim, cheia como hoje”

A Biblioteca Pública Municipal de Setúbal reabriu as portas na sexta-feira, após um período de encerramento no qual beneficiou de intervenções de requalificação que a transformaram num equipamento cultural mais moderno, cómodo e com nova organização funcional. As obras, com início em Novembro do amo passado, num investimento do município superior a 350 mil euros, resultaram, em larga escala, da intervenção direta da autarquia, o que possibilitou que tivesse de recorrer apenas a pequenas prestações de serviços para trabalhos mais específicos. “Quem conheceu esta biblioteca há quarenta anos e quem a conhece hoje terá, com toda a certeza, dificuldade em encontrar semelhanças”, sublinhou Maria das Dores Meira, presidente da Câmara de Setúbal. 
Centenas de pessoas foram à reabertura da Biblioteca 
“Queremos que esta biblioteca esteja sempre assim, cheia como hoje”, começou assim a presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, o discurso oficial de reabertura do espaço, proferido no átrio, pequeno para acolher a multidão, entre convidados e curiosos, que fizeram questão de assistir ao primeiro dia desta nova etapa do edifício público.
“Quem conheceu esta biblioteca há quarenta anos e quem a conhece hoje terá, com toda a certeza, dificuldade em encontrar semelhanças”, sublinhou a autarca. “O velho edifício renovado oferece ainda melhores condições aos seus utentes e aos que nele trabalham”.
O público, de resto, é o principal beneficiário desta intervenção nos Serviços Centrais da Biblioteca Pública Municipal de Setúbal. Praticamente todo o mobiliário foi renovado e os espaços de utilização foram alvo de reorganização.
No primeiro piso, as diferentes salas deixaram de estar organizadas pelos contextos de leitura, periódicos e audiovisuais, passando a ser um espaço de usufruto comum.
A mezzanine de apoio à sala anteriormente dedicada em exclusivo à leitura de livros foi também alvo de trabalhos, com a remodelação a incluir a instalação e uma passagem extra entre as galerias, o que permite, ainda, o aumento de número de mesas de consulta nesta área.
Em cada espaço da Biblioteca Municipal está, a partir deste momento, garantida a presença permanente de um funcionário para melhor servir os utentes.
No piso térreo continuam a funcionar as salas Infantojuvenil e Polivalente, embora, naturalmente, cada uma delas também tenha sido intervencionada dentro da lógica aplicada aos restantes áreas do edifício. Ou seja, com renovação de mobiliário e reorganização e otimização do espaço disponível para melhorar o conforto e a utilização das mesmas.
A fachada dos Serviços Centrais da Biblioteca Pública Municipal de Setúbal saiu rejuvenescida, pintada num tom verde forte, enquanto, ao nível da decoração, um candeeiro dourado, oferecido pelo arquiteto Romeu Martins, ilumina as escadas de acesso ao piso superior.
O átrio de entrada do edifício beneficiou da intervenção do designer de interiores setubalense João Maria.

Autarquia quer nova biblioteca 

“Mais uma vez, Setúbal está de parabéns”, resumiu Maria das Dores Meira sobre o projeto que permitiu a requalificação da Biblioteca Municipal.
A autarca recordou, ainda, que esta intervenção não inviabiliza a construção, de raiz, da nova biblioteca, projetada para o Largo José Afonso.
“Estamos convictos de que, sim, avançará. Estamos empenhados na procura dos necessários instrumentos financeiros que permitam a sua construção, já que a autarquia, só por si, terá dificuldade em concretizar tão vultuoso projeto”, adiantou.
Maria das Dores Meira garante que a nova biblioteca, para a qual já existe um projeto, continua a ser uma das prioridades para o Executivo municipal, juntamente com o Terminal 7 e o Parque Urbano da Várzea.
A presidente da Câmara de Setúbal reconhece, porém, que, “no contexto do novo quadro comunitário de apoio, as possibilidades de concretizar este investimento sejam escassas”.
Apesar do cenário de dificuldades que se apresenta com este processo, a autarca garante a continuidade do empenhamento do Executivo “para concretizar mais este projeto de enorme importância para a cidade”, recordando, ainda, os investimentos feitos nos últimos anos na qualificação dos vários pólos da Biblioteca Municipal existentes no concelho.
O programa comemorativo de reabertura dos Serviços Centrais da Biblioteca de Setúbal, localizados na Avenida Luísa Todi, incluiu o descerramento de uma placa alusiva ao momento, pela presidente da autarquia e pelos vários vereadores com pelouros no Executivo municipal, além de apontamentos musicais, contos para as crianças do concelho e apresentação da obra “Já Bocage não sou”, de José Jorge Letria, no âmbito das Comemorações dos 250 Anos do Nascimento de Bocage, a decorrer ao longo de um ano em Setúbal.

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010