Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Alcochete participa em congresso sobre o mar

Câmara leva Círio dos Marítimos a congresso a Almada 

“O Círio dos Marítimos de Alcochete: um estudo para proposta a inventário nacional de PCI” é a intervenção que a Câmara de Alcochete vai apresentar no próximo dia 8 de Outubro, às 14h30, no congresso “O mar como património cultural e natural”, que vai decorrer no Cine Teatro da Academia de Instrução e Recreio Familiar Almadense. Uma organização do Instituto de História Contemporânea com o apoio da Câmara Municipal de Almada. A intervenção surge no âmbito do tema mais vasto “Processos de Patrimonialização” e será apresentado pelo técnico da Câmara Municipal, Marto da Cunha Alves, e pela docente do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Marina Pignatelli.

Círios dos Marítimos realiza-se todos os anos na Páscoa 
O Círio dos Marítimos de Alcochete é um dos seis círios anuais da Nossa Senhora da Atalaia e, ao contrário dos restantes, que têm casa própria na Atalaia e que ainda hoje o celebram na chamada “Festa Grande” no último Domingo de Agosto, Alcochete faz a sua deslocação ao santuário na Páscoa, entre o sábado de Aleluia e a terça-feira seguinte.
A devoção a Nossa Senhora da Atalaia é centenária e parte de uma lenda que envolve uma promessa antiga de um barqueiro à Nossa Senhora da Atalaia, que a comunidade atual cumpre ritualmente. A promessa inclui uma peregrinação à sua imagem, de modo a perpetuar um pedido de proteção de uma classe profissional específica – os marítimos e pescadores – que era historicamente predominante em termos de modos de vida e de sustento da comunidade de Alcochete.
Durante os quatro dias festivos há um conjunto de elementos de forte simbolismo pagão como o culto à Primavera, à renovação de um novo ciclo do calendário e uma evocação à fertilidade, um leilão de bandeiras e doces (fogaças) em frente à Igreja, há abluções rituais numa fonte santa, almoços e jantares de convívio e uma pernoita comunitária.
Todos estes elementos têm sofrido mudanças e oscilações ao longo dos séculos mas a preocupação com a sua preservação e o esforço que existe em perpetuá-la traduzem uma vontade de celebração festiva do passado, do presente e desejo de continuidade de uma identidade no futuro coletivo alcochetano.
Com mais temas em debate, é objetivo deste Congresso "analisar, refletir e debater os processos conscientes e auto-reflexivos de construção social dos patrimónios marítimos em Portugal promovendo uma atualização de todos estes temas e uma oportunidade para a divulgação e discussão pública de novos trabalhos", explica a Câmara de Alcochete.
Em Novembro, no dia 14, às 10 horas, a Câmara Municipal vai também participar no colóquio “O Culto Mariano no Ribatejo”, em Ourém, nos Paços do Concelho.


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010