Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Uma herança cultural dos portugueses na Atalaia

Museu Agrícola expõe plantas da primeira globalização

No Museu Agrícola da Atalaia, espaço da Câmara do Montijo que evoca as raízes do concelho, foi inaugurada a exposição As Plantas na Primeira Globalização, no âmbito das comemorações do Dia Internacional dos Museus.  Num ano em que esta efeméride tem como tema Museus para uma sociedade sustentável, o presidente da Câmara  do Montijo, Nuno Canta relembrou que o “Montijo é um exemplo da consciência do desenvolvimento sustentável, um desenvolvimento que garante a igualdade de oportunidades, a coesão e justiça social, assim como a defesa do ambiente e dos recursos naturais”.
Exposição estará patente até 3 de Setembro na Atalaia 

A inauguração,  a 16 deste mês, foi abrilhantada com a arte do Cante Alentejano do Grupo “Ceifeiras do Alentejo” do Centro de Convívio de Reformados, Pensionistas e Idosos do Montijo.
Na mostra As Plantas na Primeira Globalização, constituída por 18 painéis, apresentam-se frutos e sementes organizados pela área geográfica de origem. A exposição é produzida e cedida pelo Instituto de Investigação Científica Tropical e baseia-se no livro “A Aventura das Plantas e os Descobrimentos Portugueses”, do professor José Mendes Ferrão.
Tal como referiu, o presidente Nuno Canta, a exposição aborda “a troca de plantas entre continentes que constitui uma herança cultural dos portugueses ao mundo”, pois foram responsáveis, no período dos Descobrimentos, por introduzirem na Europa e noutros continentes diversas plantas e alimentos.
A mostra pode ser visitada até 3 de Setembro, de terça a sexta-feira das nove às 12h30 e das 14 horas às 17h30 e ao sábado das 14 às 18 horas. A entrada é livre.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010