Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 5 de maio de 2015

Festival Ibérico do Vinho em Setúbal foi um sucesso

Cinco mil pessoas passaram pelo festival 

Cerca de cinco mil visitantes passaram pelo certame que decorreu entre quinta-feira e domingo em Setúbal com alguns dos mais conceituados produtores vitivinícolas de Portugal e Espanha. O Moscatel de Setúbal foi uma das principais descobertas para as três dezenas de jornalistas, profissionais e especialistas do setor que acompanharam os quatro dias do certame e que vieram não apenas do território nacional e espanhol, mas também de países como Israel, França, Reino Unido, China, Hungria e Lituânia. Principalmente para os profissionais estrangeiros, que habitualmente associam os vinhos generosos portugueses ao Porto, o moscatel setubalense acabou por superar as expectativas e está, neste momento, a servir de embaixador da região e do País em diversas publicações internacionais, nomeadamente na Internet, caso do jornalista britânico Stephen Quinn, que dedica a página principal do blog pessoal precisamente ao Moscatel de Setúbal e ao Festival Ibérico do Vinho.
Setúbal voltou a organizar Festival Ibérico do Vinho 

A segunda edição do certame, realizada na Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, que incluiu várias provas de vinhos e apresentações de cozinha ao vivo, arrancou na quinta-feira, ao final da tarde, com a presença de várias individualidades, como a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, o cônsul de Espanha Fernando Velasco, a delegada em Portugal do Turismo da Extremadura, Eva Mediero, e o vereador do Turismo de Almendralejo, Carlos Jariego.
Participaram ainda na inauguração do evento o presidente da Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal, Henrique Soares, representantes de diversas instituições relacionadas com o turismo e membros do Executivo municipal.
Maria das Dores Meira sublinhou, durante a abertura oficial, que o Festival Ibérico tem grande “importância cultural, económica e turística, pois, pela divulgação dos vinhos [da Península de Setúbal], atraem-se mais visitantes, mais turistas, geram-se mais negócios e mais interesse numa região que tem dos melhores vinhos do País e na qual este setor tem um peso económico considerável”.
A autarca, salientando a projeção internacional crescente do festival, atualmente com periodicidade bienal, convidou os representantes espanhóis presentes a abraçarem o desafio de partilhar a organização do certame, de maneira a que se realize todos os anos, alternadamente entre Setúbal e uma localidade espanhola

34 expositores marcaram presença 
A cerimónia de abertura do festival, que terminou com uma visita a cada um dos 34 expositores participantes, incluiu um brinde especial, feito com Moscatel de Setúbal e Cava, espumante característico de Espanha.
O Festival Ibérico do Vinho, além de representantes de vários produtores vinícolas portugueses, oriundos, por exemplo, de Reguengos de Monsaraz, Cidade Europeia do Vinho, e da região da Península de Setúbal, contou com as representações de produtores espanhóis, caso de Cáceres, atualmente com estatuto de Capital Espanhola da Gastronomia.
A complementar as presenças dos produtores vitivinícolas no certame, organizado pela Câmara de Setúbal em parceria com a Associação da Baía de Setúbal, com o patrocínio da Comissão Vitivinícola Regional da Península de Setúbal, marcaram também presença expositores com outros produtos regionais, como enchidos, queijos, pão e ostras do Estuário do Sado.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010