Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 24 de agosto de 2020

Câmara do Montijo atribui verbas para educação

Investimento de 34 mil euros destinados a atividades de enriquecimento curricular

O tema da educação marcou a agenda da reunião da Câmara do Montijo. No total foram aprovados mais de 34 mil  euros destinados a suportar financeiramente atividades de enriquecimento curricular do ano letivo transato e os gastos com material escolar de todos os alunos do 1.º ciclo do ensino básico da rede pública, no ano letivo 2020/2021. Para o ano letivo que começa na segunda metade de Setembro, foi fixado em "70 euros o custo máximo mensal da mensalidade a suportar pelas famílias dos alunos da rede pública pré-escolar inscritos nas Atividades de Animação e Apoio à Família". De acordo com a autarquia, "o valor mantém-se inalterável há vários anos letivos e corresponde ao custo máximo mensal, existindo alunos que pagam valores inferiores, de acordo com o rendimento do agregado familiar". 
Escola está a começar mas com novas regras 

Relativamente às atividades de enriquecimento curricular, executadas pelas Banda Democrática 2 de Janeiro na sequência de protocolo de colaboração estabelecido com o município, o Agrupamento de Escolas do Montijo e o Agrupamento de Escolas Poeta Joaquim Serra, foram aprovados "apoios financeiros, no valor total de quatro mil 921 euros, relativos ao desenvolvimento das atividades no ano letivo 2019/2020", sublinha o documento.
Ao Agrupamento de Escolas Poeta Joaquim Serra foi atribuído um "apoio financeiro de cinco mil 681 euros para aquisição de 19 armários, para que seja possível o funcionamento adequado de cada turma tendo em conta o Plano de Contingência da escola face à covid-19", realça a autarquia.
A câmara decidiu, igualmente, o valor dos subsídios anuais a atribuir aos agrupamentos de escola para suportar os gastos com material escolar para todos os alunos do 1.º ciclo do ensino básico. 
Por decisão municipal, foi "alargado o pagamento dos gastos com material escolar a todos os alunos e não apenas às crianças beneficiárias da Ação Social Escolar, como aconteceu até ao ano transato", explica o executivo municipal.  
Assim, ao Agrupamento de Escolas do Montijo é atribuída a verba de nove mil 753 euros, ao Agrupamento de Escolas Poeta Joaquim Serra a verba de 11 mil e 023 euros e ao Agrupamento de Escolas de Pegões, Canha e Santo Isidro é concedido o valor de dois mil 680 euros.
Por último, para o ano letivo 2020/2021, foi fixado em "70 euros o custo máximo mensal da mensalidade a suportar pelas famílias dos alunos da rede pública pré-escolar inscritos nas Atividades de Animação e Apoio à Família". De acordo com a autarquia, "o valor mantém-se inalterável há vários anos letivos e corresponde ao custo máximo mensal, existindo alunos que pagam valores inferiores, de acordo com o rendimento do agregado familiar".

Agência de Notícias com Câmara do Montijo 

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010