Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 20 de julho de 2020

Câmara vai requalificar antiga quinta em Pinhal Novo

Monte do Francisquinho será centro de recursos comunitários

A abertura do concurso público para a obra de “Requalificação do Monte do Francisquinho”, em Pinhal Novo, com o valor base de 839 mil euros (+IVA), foi aprovada, por unanimidade, na reunião pública do executivo da Câmara de Palmela. A intervenção, explicou autarquia à ADN-Agência de Notícias, "pretende reabilitar e valorizar todo o espaço, de forma a disponibilizar uma rede de equipamentos comunitários e recursos diversificados", tendo em vista a "promoção de recursos comunitários facilitadores da inclusão de públicos em situação de fragilidade social". Assim, no Monte do Francisquinho [no lado sul da vila] irá receber um espaço de exposições, um anfiteatro, equipamentos para atividades desportivas de ar livre e gabinetes de trabalho. 
Espaço recebe anfiteatro, salas de exposições e espaço desportivo

Esta intervenção foi alvo de uma candidatura ao Portugal 2020, já aprovada, com um investimento global elegível de 948 mil 151 euros, cofinanciado em 50 por cento por fundos europeus. A candidatura está inscrita no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano - Plano de Ação Integrada para as Comunidades Desfavorecidas.
Com o apoio de fundos comunitários, o município de Palmela pretende transformar o Monte do Francisquinho "num polo de ação cultural, social e económica em Pinhal Novo, reabilitando e valorizando todo o espaço, para disponibilizar uma rede de equipamentos comunitários e recursos diversificados", diz a autarquia.
O Monte do Francisquinho está associado ao conceito de “Aldeia Associativa”, prevendo-se a construção de um "Espaço Hangar (que inclui um auditório destinado à realização de atividades culturais), de um espaço de exposições e de gabinetes de trabalho", sublinha a autarquia.  
No exterior, para além do arranjo paisagístico enquadrado na paisagem urbana, "será construído um anfiteatro e serão instalados equipamentos para atividades desportivas de ar livre", conta a Câmara de Palmela. 
Em 2019, Álvaro Amaro, presidente da autarquia, dizia que o Monte do Francisquinho vai continuar a ser requalificado para a continuação do “ninho” de respostas sociais e associativas que ali começou a nascer.
O responsável da Câmara de Palmela defende a “aposta no combate a fenómenos de exclusão e consolidando o momento de expansão que se vive naquela zona”. 
No Monte do Francisquinho já está a funcionar o Núcleo da Liga dos Combatentes e o Motoclube do Pinhal Novo e serão reabilitados os dois edifícios antigos do espaço para “criar salas destinadas a formação e atendimento e acolher respostas sociais, como um gabinete de apoio à vítima e salas para utilização de associações” para além de “ser criada uma área exterior para a prática de desportos radicais, um pequeno anfiteatro de ar livre e um pavilhão multiusos modular, para realização de eventos, feiras e exposições, que começará com dimensões mais modestas, mas que crescerá, faseadamente”, revelou o autarca.

Agência de Notícias com Câmara de Palmela 

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010