Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 17 de junho de 2020

Troia-Mar é a praia com maior capacidade da costa alentejana

As praias de Grândola, Sines, Santiago do Cacém e Odemira tem lugar para 36 mil pessoas por dia 

De acordo com a proposta disponibilizada no ‘site’ da APA para “consulta informal” da população, respeitante à região do litoral alentejano, a praia Troia-Mar terá capacidade para 3500 utentes, mais 1500 do que as praias da Comporta, Carvalhal, Pego e Melides, também no concelho de Grândola, que terão capacidade para duas mil pessoas cada. A praia Troia-Bico das Lulas terá capacidade para 1900 pessoas, a Troia-Galé e a Atlântica podem receber até 1300 e, por último, na praia das Camarinhas prevê-se uma lotação de 1100 utentes. No total, as 30 praias consideradas de uso balnear na costa alentejana podem receber em simultâneo 36 mil 600 pessoas nos concelhos de Grândola, Santiago do Cacém, Sines e Odemira, já no distrito de Beja. 
Praias do Litoral Alentejano com muito espaço 


No concelho de Odemira, no distrito de Beja, que abriu a época balnear a 15 de Junho, a praia das Furnas-Mar é a que terá maior capacidade, atingindo os 1500 utentes, mais 100 do que a praia da Franquia, com 1400. Furnas-Rio terá capacidade para mil pessoas e a praia do Malhão Norte para 800.
Já a praia do Farol poderá receber, segundo a proposta, 700 utentes, Malhão Sul terá uma lotação para 600, Zambujeira do Mar fica com uma capacidade para 500 pessoas, Almograve Norte para 300, Carvalhal para 200 e as praias de Alterinhos e Almograve Sul para 100 pessoas cada.
Seguem-se as praias do concelho de Santiago do Cacém, que conta com a vigilância dos nadadores-salvadores a partir de 20 de Junho e que este ano devem poder receber em simultâneo 2900 pessoas.
Segundo a proposta divulgada no ‘site’ da APA, a Costa de Santo André terá capacidade para 2500 pessoas e a Fonte do Cortiço terá uma lotação de 400 pessoas.
No concelho de Sines, as praias Vasco da Gama e São Torpes, conhecida pela água quente e pela prática do surf, terão uma capacidade para duas mil pessoas cada, seguindo-se a praia da Vieirinha/Vale Figueiros (1300 utentes), Ilha do Pessegueiro (700 pessoas) e a Grande de Porto Covo (300).
No total, as 30 praias consideradas de uso balnear na costa alentejana podem receber em simultâneo 36 mil 600 pessoas.

Praias com novas regras de uso 
"Em contexto covid-19 importa garantir a distância de segurança, o que pode implicar a redução da capacidade de ocupação do areal em determinadas praias. Contudo, em algumas praias, em particular nas de grande dimensão, os valores agora obtidos podem ser superiores à capacidade de carga definida nos Planos de Ordenamento da Orla Costeira/Programas da Orla Costeira, tendo em conta que, nas atuais condições, os utilizadores estão mais disponíveis para ocuparem uma área de areal que ultrapassa os limites das áreas de conforto", consideradas naqueles documentos, explica a APA.
Durante a época balnear deste ano, os utentes das praias devem assegurar um distanciamento físico de 1,5 metros entre diferentes grupos e um afastamento de três metros entre chapéus-de-sol, toldos ou colmos, segundo um decreto-lei aprovado pelo Governo.
Além do “distanciamento físico de segurança entre utentes no acesso e na utilização da praia e no banho no mar ou no rio”, os cidadãos devem cumprir as medidas de etiqueta respiratória e proceder à limpeza frequente das mãos, bem como “evitar o acesso a zonas identificadas com ocupação elevada ou plena”.

Agência de Notícias com Lusa

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010