Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 18 de junho de 2020

Barreiro distribui 90 mil máscaras à população

Duas máscaras reutilizáveis por agregado familiar em todas as freguesias


A Câmara Municipal iniciou a distribuição de cerca de 90 mil máscaras, cuja distribuição está a ser feita por todas as freguesias do concelho, através das caixas de correio de cada munícipe. O kit, diz a autarquia em comunicado, contém "duas máscaras de adulto, reutilizáveis P63C de uso profissional, compostas por 100 por cento polipropileno, nível 2, o que significa que podem ser lavadas até o limite máximo de cinco vezes". Ainda segundo a Câmara do Barreiro, "são máscaras destinadas à utilização por profissionais, que não sendo de saúde, estão expostos ao contato com um elevado número de indivíduos". 
Máscaras vão chegar à casa dos munícipes do Barreiro 


Este equipamento, fabricado em Portugal, está em conformidade verificada através do Relatório do Citeve, e a sua capacidade de retenção de partículas (PRC) é superior a 90 por cento, devendo ser lavada antes de nova utilização.
"Esta medida surge na sequência de muitas outras decididas pela autarquia de onde se destaca a distribuição já efetuada, aquando do Estado de Emergência, de kits de equipamento de proteção individual distribuídos às forças de segurança, profissionais de saúde, socorro, IPSS, lares e muitas outras entidades e associações”, referiu Frederico Rosa, Presidente da Câmara do Barreiro.
Ainda neste sentido, é possível visualizar um vídeo levado a cabo pela autarquia, que contou com o esclarecimento de duas profissionais de saúde do Barreiro, que integram a Comissão Municipal de Proteção Civil do Barreiro, no qual é explicado a forma correta do uso da máscara, assim como são dados conselhos sobre as mais eficazes que devem ser usadas para sua proteção e do outro.
Nesse sentido, as profissionais deixam o alerta para um outro tipo de máscara que embora esteja no mercado e seja muito utilizada, não é considera a mais correta para uso em ambiente comunitário por possuir uma válvula que apenas protege o próprio e não o outro, colocando-os em risco.
"Relembre-se que após o uso de máscaras, que não são reutilizáveis, como o caso das cirúrgicas, deve ter o cuidado de a colocar num caixote do lixo e não na via pública por estar contaminada", sublinha a Câmara do Barreiro.

Agência de Notícias com Câmara do Barreiro 

0 comentários:

Publicar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010