Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

Estação do Pragal vai receber residência universitária

Promover a mobilidade e o acesso à habitação

No âmbito do protocolo assinado entre a Universidade Nova de Lisboa, o Instituto Universitário de Lisboa e a Infraestruturas de Portugal, está pensada a construção, no Pragal, em Almada, na área envolvente à estação de comboios, de uma residência para estudantes com capacidade para 240 camas. O protocolo, assinado em Lisboa, na estação de Santa Apolónia, prevê a cedência de terrenos, por parte da Infraestruturas de Portugal, para a construção de condomínios universitários na área envolvente às estações de comboios no Pragal, em Carcavelos (Cascais) e em Santa Apolónia (Lisboa), numa primeira fase. A Faculdade de Ciências e Tecnologia é um dos polos da Nova, estando localizada na Caparica, no concelho de Almada.
Almada vai ter residência para estudantes 

O protocolo assinado prevê a construção, no Pragal, de uma residência estudantil com capacidade para 240 camas, numa área de implantação de 736 m2 e construção de 6500 m2.
"A iniciativa vem facilitar, por um lado, o acesso de alunos, investigadores e docentes a residências a custos controlados e, por outro lado, promover a utilização do transporte público, nomeadamente o comboio", explica a Câmara de Almada em comunicado.
Maria de Lurdes Rodrigues, reitora do Instituto Universitário de Lisboa , em representação das universidades signatárias, salientou os esforços feitos pelo Governo, pelas autarquias e pelas universidades na procura de soluções que permitam mitigar a falta de alojamento para estudantes, particularmente na Área Metropolitana de Lisboa. Salientou, ainda, a importância do projeto uma vez que "converge e contribui para a valorização do uso do transporte público".
Também Manuel Heitor, ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, sublinhou a necessidade de democratização do acesso ao Ensino Superior, considerando "o aumento do número de estudantes um objetivo do Governo que está dependente das condições de alojamento".
Para Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas e da Habitação, esta é uma iniciativa que junta os desafios da mobilidade e o de acesso à habitação, afirmando "a importância de garantir que a situação financeira dos estudantes não seja impeditiva da sua entrada no ensino superior".



Agência de Notícias com Câmara de Almada

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010