Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 10 de dezembro de 2019

BE pede requalificação urgente de escola na Arrentela

Bloco questiona degradação e amianto na escola básica 2,3 Dr. António Augusto Louro


Os deputados do Bloco de Esquerda defendem a requalificação urgente da escola básica 2,3 Dr. António Augusto Louro, na Arrentela, Seixal, considerando que as atuais condições, entre as quais a presença de amianto, "põem em causa a saúde e segurança". O grupo parlamentar do BE propõe que a Assembleia da República recomende ao Governo que proceda a obras de requalificação da escola, apresente a calendarização prevista para as obras de requalificação desta escola e para a intervenção urgente de remoção de amianto, e que envolva toda a comunidade educativa no processo de requalificação.
Escola tem amianto e precisa de obras urgentes 



Segundo o BE, a escola em causa, localizada na Arrentela e com cerca de 900 alunos, tem 38 anos e "nunca foi alvo de intervenções de requalificação", encontrando-se "muito degradada".
"Apresenta várias anomalias estruturais que necessitam de solução urgente. O revestimento da cobertura dos pavilhões e das passagens cobertas é em fibrocimento, contendo amianto, e encontra-se bastante degradado", refere o documento a que a agência Lusa teve acesso.
O BE acrescenta ainda que existe um telheiro em fibrocimento em "avançado estado de deterioração" localizado no meio do pátio e que as instalações sanitárias, o bar e sala do aluno estão "muito degradadas e sem mobiliário adequado".
O documento salienta que as espaço exterior destinado à prática de educação física é inadequado e que as salas de aula também necessitam de uma intervenção. Para além disso, os balneários de apoio “não possuem água quente nem uma cobertura de proteção, expondo os alunos ao frio, à chuva e a outras intempéries”, diz fonte do partido. 
As salas de aula “necessitam de pintura, requalificação, mobiliário e equipamento e o piso do espaço exterior é muito irregular e encontra-se extremamente esburacado, o que impede o seu usufruto por parte dos alunos e já provocou vários acidentes, um dos últimos envolvendo uma criança em cadeira de rodas”.
O Bloco de Esquerda vai também questionar o Governo sobre quais as medidas que o Ministério da Educação vai tomar para responder à "situação de emergência" da escola básica 2,3 Dr. António Augusto Louro.
O BE lembra que o Ministério da Educação já foi "alertado para os problemas em várias ocasiões", afirmando que recentemente "várias telhas de fibrocimento partiram-se e caíram no espaço frequentado por alunos, funcionários e professores".
As duas iniciativas parlamentares do BE a que a agência Lusa teve acesso e que deram entrada na Assembleia da República esta segunda-feira.


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010