Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 24 de setembro de 2019

EUA e China na corrida ao novo porto de Sines

Americanos e chineses disputam concessão do novo terminal de contentores

Operadores dos EUA e da China já mostraram interesse na concessão do novo terminal de contentores em Sines, segundo noticia o Público. O concurso público internacional vai ser lançado ainda este mês e deverá envolver um investimento de 642 milhões de euros. De acordo com a ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, “há interesse dos EUA em ver o investimento norte-americano no planeado Terminal de Contentores Vasco da Gama”, algo confirmado com o reconhecido interesse estratégico que o Porto na costa alentejana representa para os Estados-Unidos “como destinatário de gás natural liquefeito”. O novo terminal custará 642 milhões, que serão na totalidade suportados por privados.
Chineses e Americanos com interesse em Sines 

Depois da China, os Estados Unidos entraram na corrida. A ata da última reunião da Comissão Bilateral Permanente Estados Unidos – Portugal aponta para a natureza estratégica do Porto de Sines “como destinatário de gás natural liquefeito dos EUA”. Acrescenta que “há interesse dos EUA em ver o investimento norte-americano no planeado terminal de contentores Vasco da Gama".
A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, confirmou ao Público o interesse demonstrado por investidores de ambas as geografias e afirmou que “a proposta vencedora será aquela que melhores benefícios ofereça a Portugal, independentemente da origem do operador".
Relativamente ao interesse de investidores chineses a ministra confirma, e acrescenta que entre eles está o maior operador de terminais de contentores, a Cosco Shipping Ports. O interesse deste operador “ficou ainda mais evidente numa recente visita da ministra do Mar a Xangai, quando se reuniu com a direção da Cosco na própria sede da empresa chinesa”.
O interesse chinês é no entanto o mais acentuado, visto que nessa mesma visita da governante a Xangai outro operador chinês, o SIPG (Shanghai International Port Group) fez questão de se reunir com a ministra e de conhecer ao detalhe o projeto para o novo terminal.
No sentido inverso o ministro dos Recursos Naturais da China, Lu Hao, já se deslocou a Portugal, precisamente para visitar o Porto de Sines. O interesse dos EUA neste projeto tem sido a “razão pela qual tem existido uma constante interação entre o Ministério do Mar e o embaixador dos Estados Unidos em Lisboa”, que também ele já visitou por várias vezes o porto alentejano acompanhado por empresários e entidades norte-americanas.
O plano de expansão foi anunciado no início de 2017 na apresentação “Estratégia para o Aumento da Competitividade da Rede de Portos Comerciais do Continente – Horizonte 2026”. 
Em Julho, o Executivo de António Costa aprovou em Conselho de Ministros o decreto-lei que autoriza o concurso público internacional e estabelece as bases da concessão do novo terminal de contentores no porto de Sines.
Na altura, a ministra do Mar explicou que o projeto custará 642 milhões, que serão na totalidade suportados por privados. Irá envolver não só a construção de um cais, mas também a aposta em equipamentos que o Governo espera que coloquem este terminal nas rotas internacionais.

Agência de Notícias
Leia outras notícias do dia em 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010