Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 27 de agosto de 2019

Teatro invade cidade de Setúbal até 1 de Setembro

A Festa do Teatro “é um sonho que se está a cumprir”

O Festival Internacional de Teatro de Setúbal – XXI Festa do Teatro começou no dia 22 de Agosto no Convento de Alferrara, na Quinta de São Paulo, numa cerimónia que contou com um apontamento musical por Martim Lota & Micaela Castanheira. Até 1 de Setembro, o teatro invade vários equipamentos e espaços públicos da cidade, com “propostas artísticas inovadoras” que apostam na “variedade de estéticas e abordagens” e que fazem deste certame “um dos principais acontecimentos culturais em Setúbal”, destacou o vereador Ricardo Oliveira.
Música abriu festival de Teatro 

O autarca sublinhou, igualmente, o esforço e a dedicação do Teatro Estúdio Fontenova para “comemorar condignamente” a 21.ª edição da Festa do Teatro com um programa eclético, que inclui espetáculos cénicos de sala e de rua, cinema, atuações musicais, encontros, um seminário intensivo sobre expressão dramática e exposições.
Ao todo, são quatro dezenas de atividades, com propostas de companhias de Portugal, Brasil, Chile, República Checa, França e Espanha, que vão percorrer a cidade com espetáculos em salas e noutros recintos e espaços ao ar livre.
A itinerância, uma das imagens de marca do evento, “é um aspeto que a Câmara Municipal considera muito importante, por facilitar o acesso à cultura e à fruição”, frisou Ricardo Oliveira.
Por todos estes motivos, o vereador garantiu que a autarquia, que financia a Festa do Teatro com uma fatia importante do orçamento destinado à promoção de eventos culturais, vai continuar a ser parceira do Teatro Estúdio Fontenova na organização do festival.
Além do apoio concedido anualmente pela Câmara Municipal, o Teatro Estúdio Fontenova conta com um financiamento por parte da Direção-Geral das Artes, o qual Ricardo Oliveira espera que “se mantenha e alargue”.
O autarca recordou que em Setúbal o teatro dispõe de diversas companhias profissionais e amadoras, servidas de uma rede de equipamentos que a Câmara Municipal tem vindo a abrir e a remodelar, num “investimento sem precedentes feito a pensar nos setubalenses e em Setúbal”.
Passados 24 anos da realização da primeira edição, no verão de 1995, a Festa do Teatro “é um sonho que se está a cumprir”, referiu o diretor do Teatro Estúdio Fontenova, José Maria Dias.
O certame, que é “um palco aberto ao mundo das artes performativas”, tem vindo a crescer de ano para ano, com “apostas de sucesso, como a Secção Mais Festa, que abre as portas a jovens criadores e a novos projetos teatrais, que usufruem da logística e promoção do certame”.
A formação de novos públicos e o desenvolvimento da capacidade crítica são outros contributos da Festa de Teatro que “enchem de orgulho a organização”, destacou José Maria Dias.
O diretor do Teatro Estúdio Fontenova evidenciou, igualmente, a importância das parcerias, nomeadamente da Câmara Municipal, coorganizadora do evento com o Teatro Estúdio Fontenova, da Direção-Geral das Artes, da Escola Secundária Sebastião da Gama, local onde além de decorrerem vários espetáculos está instalado o refeitório e serviços de apoio ao festival, a Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra e a Associação de Municípios da Região de Setúbal.

Teatro do Brasil e do Chile chegam esta semana 
A XXI Festa do Teatro apresenta 15 espetáculos na Secção Oficial e outros 15 na Secção Off Mais Festa, dos quais oito a concurso e sete extraconcurso.
Dois concertos, uma mostra de curtas-metragens, conversas de teatro, duas exposições e um seminário intensivo marcam, igualmente, o programa do certame.
Além da cerimónia de abertura, o primeiro dia do festival contou com a apresentação do espetáculo cénico “Entremezes do Cordel”, pelo Teatro das Beiras, no Largo do Sapalinho, e um concerto pela artista brasileira Ana Maria Carvalho, que decorreu defronte da Casa da Cultura.
Quanto às companhias brasileiras, além das apresentações de hoje pelo Grupo Manuí, a Companhia Músico-Teatral Letras de Rosa leva a cena “A terceira margem do rio: a de dentro”, no dia 27. Ambos têm início às 19 horas, no auditório da Escola Secundária Sebastião da Gama.
Já o Núcleo Experimental em Movimento apresenta, a 30, às 17 horas, na Escola Secundária Sebastião da Gama, o espetáculo “O Lá – Sobre viver em quadrados” e a companhia Rosas Periféricas leva a cena, duas horas depois, no mesmo local, “Labirinto Selvático”.
No dia seguinte, 31, às 22 horas, os chilenos Escenafisica apresentam “La Metamorfosis”, no ginásio da Sebastião da Gama.
A XXI Festa do Teatro mantém a Secção Off Mais Festa, a qual abre as portas a jovens criadores e a novos projetos teatrais, que usufruem da logística e promoção do certame.
A entrada para os espetáculos da Secção Oficial tem um custo de oito euros. Os estudantes, menores de 25 e maiores de 65 anos pagam seis.
Na Secção Off “Mais Festa”, os bilhetes não têm preço definido, embora se peça aos espetadores convidados que façam uma contribuição solidária para os artistas intervenientes.
Os restantes eventos são de entrada gratuita.
Mais informações podem ser consultadas no website do Teatro Estúdio Fontenova, acessível em www.teatroestudiofontenova.com.
As reservas para as apresentações no Fórum Municipal Luísa Todi são efetuadas na bilheteira e para os restantes espetáculos através dos contactos telefónicos 265 233 299 e 927 718 386.

Agência de Notícias com Câmara de Setúbal 
Leia outras notícias do dia em 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010