Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Festa da Atalaia começa esta sexta-feira

Romaria a nossa Senhora leva cinco círios e milhares de seguidores à Atalaia

De 23 a 26 de Agosto, as Festas em Honra de Nossa Senhora da Atalaia voltam a marcar a agenda cultural no concelho do Montijo. Festividade de raízes profundas e de tradições seculares, durante quatro dias, os diversos círios e as centenas de romeiros regressam para prestar devoção à Nossa Senhora da Atalaia. O momento maior das festas é, como sempre, a procissão em honra de Nossa Senhora da Atalaia que terá lugar no domingo (25 de Agosto), pelas 18h30. A noite de sábado, é dedicada às tradições, com o Festival de Folclore, às 21h30, no palco principal. No domingo, às 23 horas, no palco principal, há um espetáculo de Tributo aos Abba. O concerto da artista Ruth Marlene finaliza as festividades, no dia 26 de Agosto, segunda-feira, às 22h30, no palco principal, seguindo-se o fogo de artifício. A estes destaques do programa, juntam-se os diversos bailes populares, a feira e as largadas.
Festas da Atalaia remontam a 1507

Uma das festividades mais antigas do concelho do Montijo regressa este fim de semana. De 23 a 26 de Agosto, as festas em honra de Nossa Senhora da Atalaia, ou Festa Grande como é conhecida, trazem as tradições dos círios, dos bailes populares, dos arraiais e muita animação.
As festas prolongam-se até à última segunda-feira de Agosto, com um programa bastante diversificado e “muita variedade”, como ranchos folclóricos e música popular, esperam atrair “multidões”, sendo o ponto alto a procissão, no domingo. “A população vive muito a festa, que se realiza na capela, com mais de quinhentos anos” e que leva à Atalaia círios da Carregueira e Olhos de Água [Pinhal Novo], tal como os círios da Quinta do Anjo, (Palmela), Azóia (Sesimbra) e Novo (Jardia, Montijo). Todos eles com animação cultural e muitas tradições e "promessas" distintas.
Nem a atual conjuntura económica assusta os responsáveis da Festa Grande. "Esperamos, como sempre, milhares de pessoas nestes quatro dias", disse fonte da organização.
Para o presidente da Câmara do Montijo, Nuno Canta, a Festa de Nossa Senhora da Atalaia é “uma festa do povo que honra o passado religioso desta terra, que honra as gentes da Atalaia e do Montijo e que reflete o esforço da comissão de festas, dos círios, das coletividades, da paróquia, da câmara, da junta e de outras entidades e pessoas”.
Para além dos momentos religiosos e de devoção, a Festa de Nossa Senhora da Atalaia é, também, devidamente reconhecida pela diversão dos bailes nos diversos círios e outros eventos.
As Festas em Honra de N.ª Sr.ª da Atalaia têm abertura oficial marcada para o dia 23 de Agosto, sexta-feira, às 19 horas.
A noite de sábado, dia 24 de Agosto, é dedicada às tradições, com o Festival de Folclore, às 21h30 horas, no palco principal.  No domingo, às 23 horas, no palco principal, há um espetáculo de Tributo aos Abba. O concerto da artista Ruth Marlene finaliza as festividades, no dia 26 de Agosto, segunda-feira, às 22h30, seguindo-se o fogo de artifício. 
As tradições taurinas, também, marcam presença com diversas largadas, em todos os dias da festa, no antigo campo de futebol.

Círios chegam de sexta a domingo

Cinco círios, da Quinta do Anjo, que chega no primeiro dia da festa em procissão, no sábado entra na aldeia o círio da Azoia em romaria e no domingo ao almoço chegam os círios Novo, Olhos de Água e o Círio da Carregueira, que honram nossa senhora da Atalaia durante os quatro dias de festa, que termina com a procissão colectiva no domingo, às seis e meia da tarde.
O cartaz das festas da Atalaia será composto por música, chegada dos círios, eucaristia no santuário, sábado, reza do terço, desfile dos ranchos que participaram no Festival de Folclore. A lavagem do rosto na Fonte da Senhora, no domingo e segunda-feira, é outra das principais tradições desta festa tal como os bailaricos populares que acontecem nas sedes dos cinco círios presentes. Esta é uma festa que “reúne população do concelhos de Palmela, Montijo e Sesimbra” e que se espera “atrair milhares de pessoas destes concelhos”, explica a organização.
Na segunda-feira, todos vão "lavar a cara" à Fonte da Senhora. E, depois de almoço, cada círio regressa em romaria às suas origens. Cada um cumprindo a sua melhor tradição.

Tradição remonta a 1507
A Festa em Honra de Nossa Senhora da Atalaia é uma romaria popular que remonta a 1507, aquando da promessa então feita pelos funcionários da Alfândega de Lisboa, que devido à peste constituíram um círio, tornando-se pioneiros desta peregrinação, generalizando o culto à Nossa Senhora de Atalaia.
Considerada a romaria mais antiga realizada no sul do país, a Romaria de Nossa Senhora da Atalaia, ou a Festa Grande, como era antigamente conhecida, ocorre anualmente, no último fim de semana de Agosto.
A romaria chegou, mesmo, a ter trinta círios. Atualmente, são apenas cinco, os círios que continuam a venerar a Nossa Senhora da Atalaia: Quinta do Anjo, Carregueira, Olhos d’Água (concelho de Palmela), Azóia (Sesimbra) e o Círio Novo da Jardia (Montijo). Uns chegam à quinta-feira e outros à sexta e sábado. Curiosamente também há o Cirio dos Atrasados, que só chega no último dia!
Acompanhados de morteiros foguetes e música, cada círio dá três voltas ao Cruzeiro-Mor, subindo a escadaria até ao santuário, acompanhados pela imagem de Nossa Senhora da Atalaia com desfile das bandeiras que identificam a sua proveniência, a promessa e, por vezes, o romeiro pagador da promessa.
No ponto alto da festa, Domingo, todos os círios participam na procissão cujo momento transparece a verdadeira devoção das gentes desta terra e região, que reconhece este santuário como um importante lugar de fé, devoção e espiritualidade.
"Atalaia honra-se da sua história e passado de vincadas caraterísticas religiosas e culturais que orgulhosamente exalta e perpetua na Festa Grande, a qual se assume, como um ponto alto no calendário das festividades do concelho de Montijo", sublinha a autarquia do Montijo. 
"Pode aproveitar as Festas de Nossa Senhora da Atalaia e visitar o Museu Agrícola que estará a funcionar num horário alargado, para que tenha a oportunidade de conhecer este valioso património municipal", sublinha a Câmara do Montijo.

Agência de Notícias
Leia outras notícias do dia em 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010