Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 5 de abril de 2019

Moita declara "guerra" aos dejectos caninos na via pública

“Contribuir para um concelho mais limpo e amigo do ambiente”

O problema sempre existiu mas está cada vez pior. São muitas as pessoas que depositam o entulho, os monos  e os  dejectos dos animais de estimação na via pública de forma ilegal, em vez de os colocar nos operadores licenciados pela autarquia da Moita. Assim, a campanha “Todos Juntos Por Um Melhor Ambiente” desafia os munícipes a manter as ruas do concelho limpas. Quem não respeitar as regras incorre em coima que pode chegar aos dois mil e 400 euros. No âmbito desta nova acção a autarquia defende que, “a qualidade do Ambiente em que vivemos não depende só da atuação dos serviços camarários, mas também dos nossos gestos diários”. De referir que os dejetos caninos, além de conspurcarem os locais públicos, podem ser veículos transmissores de doenças, com consequências graves para a saúde pública.
Multa pode chegar aos 2400 euros 

A Câmara da Moita lançou uma nova fase da campanha de sensibilização ambiental “Todos Juntos Por Um Melhor Ambiente”, agora dedicada à problemática dos dejectos animais no espaço público, subordinada ao slogan “E agora o meu dono vai apanhar multa!”.
Uma acção desenvolvida como continuidade das fases “O meu dono não apanha e eu é que sou porcalhão!” e “O meu dono continua sem apanhar…”, através da qual, a autarquia pretende dar cumprimento ao artigo 41 do Regulamento do Serviço de Gestão de Resíduos Urbanos, com a aplicação de uma coima que pode ir até dois mil e 400 euros para os munícipes que não recolham da via pública os dejectos dos seus animais de companhia.
No âmbito desta nova acção a autarquia defende que, “a qualidade do Ambiente em que vivemos não depende só da atuação dos serviços camarários, mas também dos nossos gestos diários”.
No mês passado, a autarquia desenvolveu ações, em conjunto com a PSP da Baixa da Banheira e a GNR da Moita, no sentido de sensibilizar a população para a importância da recolha dos dejetos dos cães da via pública.
O vereador do Ambiente, Miguel Canudo, a fiscalização municipal, a PSP e a GNR conversaram com munícipes com cães de companhia, no Parque José Afonso, na Baixa da Banheira, e na Marginal, Parque Municipal e centro da Moita.
As regras a cumprir, relacionadas com a licença, vacinação, chip, condições em que o animal deve ser passeado (com trela e, em alguns casos, com açaime), a importância da recolha dos dejetos na via pública e as coimas que derivam do não cumprimento foram explicadas aos munícipes nesta ação de sensibilização.
Nos dois dias, a comitiva conversou com cerca de 50 pessoas, tendo oferecido um folheto informativo sobre o tema e um dispensador de sacos.

Melhorar... aos poucos 
O vereador responsável pelo pelouro do Ambiente na Câmara da Moita, Miguel Canudo, explica que a campanha de sensibilização ambiental “Todos Juntos por um Melhor Ambiente” surge na sequência de “uma das prioridades definidas para este mandato autárquico: melhorar a imagem urbana em termos ambientais”. Campanha em que o vereador destaca ainda as fases que incidiram sobre as áreas “Monos e Resíduos de Jardim”, “Limpeza Urbana” e “Recolha de óleos Usados”.
Através deste programa municipal, a autarquia pretende “chegar mais perto dos munícipes, sensibilizando-os para a importância de adopção de hábitos comportamentais renovados” e “contribuindo para um concelho mais limpo e ‘amigo do Ambiente’”.
Quanto a resultados, sobre a totalidade da campanha “Todos Juntos por um Melhor Ambiente”, Miguel Canudo confirma que têm sido positivos. “Porém ainda existem áreas, como a limpeza urbana e os dejectos caninos, em que a mudança de comportamentos está a ser mais difícil. Neste último caso, a campanha teve de se desdobrar em três etapas, para uma melhor interiorização da necessidade de mudança de comportamentos”.
Quanto a comportamentos conquistados, o autarca considera inegável “o aumento do número de munícipes que contactam os serviços municipais para obter informações sobre os dias de colocação de monos/verdes” e, “ao nível da produção de óleos alimentares usados, o crescente aumento na utilização dos oleões” que levou, inclusive, ao aumento da periodicidade na recolha destes equipamentos.
A decorrer desde 2018, “Todos Juntos por um Melhor Ambiente” já é uma Marca Nacional, uma distinção atribuída pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial.

Agência de Notícias 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010