Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 1 de abril de 2019

António Costa entregou autocarro a gás no Barreiro

TCB receberam o primeiro dos 60 novos autocarros "amigos do ambiente" 

O Primeiro-ministro e o  ministro do Ambiente anunciaram a entrega de 709 autocarros elétricos e a gás a diversas autarquias e a criação de dez mil quilómetros de vias cicláveis até 2030, na apresentação da Estratégia Nacional para a Mobilidade Ativa. "Estamos num tempo de mudança", disse João Pedro Matos Fernandes na cerimónia realizada no Barreiro, na qual o Governo também entregou o primeiro de 60 autocarros de energias limpas que irão renovar na totalidade a frota dos Transportes Coletivos do Barreiro. Os TCB receberam o primeiro autocarro, mas até ao final do ano irão receber outros 59 veículos, que irão renovar a frota existente, de apenas 39 viaturas, num investimento total de 18 milhões de euros, dos quais 15 milhões a cargo da autarquia. 
Autarquia vai investir  numa nova frota de autocarros 

A Câmara do Barreiro recebeu no final da semana passada, no Espaço Pólis, o primeiro autocarro dos Transportes Colectivos do Barreiro [TCB] movido a gás comprido, no que espera ser “um passo largo para um futuro em que a pegada ecológica não seja um plano, mas uma realidade presente na vida das novas gerações, através da Nova Estratégia Nacional para a Mobilidade Activa”.
O presidente da Câmara do Barreiro classificou a apresentação deste programa como “um momento simbólico” não só porque representa “que uma nova era dos TCB, com mais de 60 anos a servir a população”, mas também porque foi assim iniciada a concretização de um projecto ambicioso que visa a modernização integral do serviço de transporte público, garantindo mais capacidade e melhor serviço e ambiente”.
E é com o olhar centrado na recuperação do meio ambiente que Frederico Rosa pretende que uma frota renovada dos Transportes Colectivos do Barreiro mude o “paradigma energético da nossa operação”.
“Se hoje falamos nos novos passes sociais, que entram em vigor nesta segunda-feira, não podemos esquecer que antes deste assunto estar na ordem do dia, já nós [Barreiro] estávamos no caminho certo com um forte investimento, que representa passar de 39 autocarros na rua, para 60 viaturas novas amigas do ambiente”, disse Frederico Rosa.
Trata-se, diz o autarca, de um investimento superior a 18 milhões de euros em que a Câmara do Barreiro "assegura cerca de 15,5 milhões".

Barreiro eleito como símbolo de nova pegada ecológica

António Costa salientou que “hoje felizmente, com raras excepções há uma consciência mundial de que é necessário enfrentarmos o impacto da nossa actividade sobre o clima e contribuir para mitigar os efeitos das alterações climáticas. Esta já não é uma situação teórica, basta olharmos para os mais de mil incêndios florestais que registamos em Portugal desde o início do ano e para o furacão que devastou Moçambique”, reflete o líder do Governo.
No parecer de  António Costa se há algo que deve ser feito para travar as alterações climáticas e tem a ver com a necessidade que temos de “uma mobilidade mais sustentável”.
O Barreiro é dos poucos municípios que detém o seu próprio serviço municipal de transportes. “E foi uma novidade na Área Metropolitana de Lisboa. Novidade que provou que valia a pena”, destacou António Costa, assumindo ainda, “vimos todos os que vivem no Barreiro a empenharem-se nestas competências e conseguir um serviço de transporte público sustentável”.
António Costa deixa ainda a certeza de que não será apenas nos autocarros que vai começar a inovação energética e prestação de um serviço de qualidade, confirmando que estão previstos novos serviços para a Soflusa e Transtejo, com mais capacidade de resposta na manutenção para as embarcações e estando também previstas novas composições para a CP.
"Mudar significa apostar no transporte coletivo, modernizando as frotas, e o Barreiro é exemplar ao renovar a totalidade da sua frota de autocarros. Mudar significa este apoio à aquisição de 709 autocarros sustentáveis em todo o país", sublinhou o Primeiro-Ministro.
Os TCB receberam esta quinta-feira o primeiro autocarro, mas até ao final do ano irão receber outros 59 veículos, que irão renovar a frota existente, de apenas 39 viaturas, num investimento total de 18 milhões de euros, dos quais 15 milhões a cargo da autarquia.
No total, já foram entregues "138 autocarros no país", dos quais 15 elétricos e 33 a gás à Sociedade de Transportes Coletivos do Porto, 80 a gás à Carris, seis elétricos aos Transportes Urbanos de Braga, três elétricos em Aveiro e um elétrico em Guimarães.

Ministro quer um país a caminhar
Além dos investimentos no setor rodoviário, o governante realçou a renovação da frota da Transtejo, das composições dos metropolitanos de Lisboa e Porto, a expansão do metro de Lisboa e o lançamento das empreitadas, já em Abril, para o metro do Porto, num total de cinco investimentos na ordem dos 750 milhões de euros, segundo João Pedro Matos Fernandes.
Ainda assim, defendeu que, para cumprir as metas e poder realmente "mudar", é preciso apostar na mobilidade ativa.
"Um país onde caminhar e pedalar são atividades seguras e amplamente praticadas, tornar a mobilidade ativa é a forma mais popular para percorrer curtas distâncias potenciando sinergias com o transporte público em todo o território nacional e melhorando significativamente a qualidade de vida dos portugueses", sustentou.
É, neste sentido, que o Governo pretende construir dez mil quilómetros de vias cicláveis até 2030, sendo que atualmente apenas existem dois mil quilómetros, o que representará um investimento de "300 milhões de euros para aumentar a quota de deslocações em bicicleta para 7,5 por cento", de acordo com o governante.
Este é um dos projetos âncora que o Ministério do Ambiente incluiu no Plano Nacional de Investimentos e, para que se comece a concretizar, no próximo mês de Abril o Governo vai lançar um aviso de oito milhões de euros, a partir do Fundo Ambiental, para que se inicie "a construção das primeiras ciclovias por promoção municipal".
"É o tempo dos transportes coletivos, é tempo de mudança, de uma mudança significativa, inteligente, ao serviço das pessoas e também ao serviço da descarbonização do ambiente", concluiu.

Agência de Notícias
Foto: Rui Mindirico/Lusa 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010