Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 7 de março de 2019

Judiciária investiga morte de mulher em Corroios

Mulher foi encontrada morta no hall do prédio onde morava


A Polícia Judiciária está a investigar a morte de uma mulher na quarta-feira em Corroios, no concelho do Seixal, com as autoridades a admitirem que pode não se tratar de um crime, disse fonte da PSP. "Os primeiros indícios apontavam para homicídio, mas temos informação que admite a hipótese de não se tratar de um crime. Os exames médicos é que vão determinar, estando a investigação a ser conduzida pela Polícia Judiciária", disse fonte do comando nacional da PSP. O caso ocorreu pelas 19h25 de quarta-feira na rua António Sérgio em Corroios, com a vítima a ser encontrada zona do 'hall', já no interior de um prédio. 
Polícia investiga causas da morte de mulher esta quarta-feira 


Uma mulher foi encontrada morta esta quarta-feira em Corroios, no concelho do Seixal, disse à Lusa fonte da PSP, referindo que o caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária (PJ). O primeiro alerta foi dado às autoridades pelas 19h25.
Num primeiro momento, fontes da PSP garantiram que os indícios apontavam para um homicídio com recurso a uma arma branca, mas os primeiros trabalhos de investigação levados a cabo pelos investigadores no local permitiram concluir que não há, afinal, indícios de crime, não havendo terceiros envolvidos na situação nem lesões detectadas no corpo ou armas no local. A mulher terá morrido na sequência de uma hemorragia grave, o que deverá ser confirmado pela autópsia que será entretanto feita. Esta informação foi confirmada ao jornal Público por fontes da PJ de Setúbal.
A primeira informação da PSP, adiantada pela agência Lusa citando fontes desta polícia, dava conta de que “todos os indícios apontavam para um homicídio, com recurso a uma arma branca, de uma mulher com 47 anos, em Corroios” e que “a vítima foi encontrada na zona do hall, já no interior de um prédio”.
Fonte dos Bombeiros Voluntários do Seixal também confirmou a ocorrência, mas sublinhou apenas que "a vítima foi encontrada com muito sangue à volta do corpo" e que “nesta fase é precoce estar a falar de suspeitos em concreto”.
Foram chamados a esta ocorrência a PSP, os bombeiros do Seixal e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital Garcia de Orta, em Almada, com o óbito a ser declarado no local.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010