Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Jovens discutiram alterações climáticas em Setúbal

Estudantes contribuem para um melhor ambiente no futuro 

As alterações climáticas centram atenções na sessão do círculo eleitoral de Setúbal do Parlamento dos Jovens, com mais de meia centena de estudantes a debater, nesta terça-feira, soluções para reverter o aquecimento global. Na sessão de abertura do encontro, o vereador da Juventude da Câmara de Setúbal, Pedro Pina, sublinhou a importância do debate sobre o impacte “desastroso” das alterações climáticas. “Creio que o tema é político”, destacou o autarca, para depois acrescentar que muito daquilo que hoje é conhecido pode estar em causa. “Alguns dos hábitos que temos podem ser profundamente alterados num curto espaço de tempo”, sublinha o autarca. 
Jovens estiveram reunidos esta terça-feira 

Pedro Pina defendeu que a transformação e o desenvolvimento das sociedades começam agora. “Vocês não são o futuro. Vocês são o presente. O contributo de hoje é importante para decidir o hoje e não o amanhã”.
Responsabilidades e comportamentos que devem ser repensados para reverter o aquecimento global são ideias em reflexão na sessão do círculo eleitoral de Setúbal do Parlamento dos Jovens, programa da Assembleia da República organizado em colaboração com o Ministério da Educação e o Instituto Português do Desporto e da Juventude.
Ao longo do dia 19, 51 estudantes de 16 estabelecimentos de ensino estão na sessão regional do ensino secundário do Parlamento dos Jovens. A iniciativa, que procura despertar nos mais novos o gosto pela política, é este ano dedicada ao tema “Alterações Climáticas – Reverter o Aquecimento Global”.
Desde o início do ano letivo, mais de quatro centenas de escolas nacionais e estabelecimentos de ensino portugueses sediados fora do país debateram o tema e escolheram os seus representantes.
O deputado do PS na Assembleia da República Ivan da Costa Gonçalves, convidado na sessão do círculo eleitoral de Setúbal do Parlamento dos Jovens, sublinhou que um dos objetivos deste programa é “dar a conhecer um pouco melhor aquilo que é o trabalho dos deputados e o funcionamento do Parlamento”.
O político reforçou que a participação neste tipo de iniciativas “é muito importante para aproximar os jovens de algo que hoje é visto como sendo intrinsecamente negativo”, concretamente “a política no sentido abstrato”.
Já o delegado regional de educação de Lisboa e Vale do Tejo, Francisco Neves, considerou fundamental que os jovens desenvolvam “um conjunto de ideias” e se envolvam “numa reflexão conjunta em torno de problemas da sociedade atual”.
A diretora regional de Lisboa e Vale do Tejo do Instituto Português do Desporto e Juventude, Eduarda Marques, reconheceu o impacte positivo deste programa de promoção da cidadania.
“Estimula a participação cívica e política, promove o debate democrático e o respeito pela diversidade de opiniões”, apontou Eduarda Marques, para depois sublinhar a “contribuição dos jovens para a resolução de questões que afetam o presente e o futuro individual e coletivo”.
Nesta sessão, foram eleitos os deputados distritais que vão, a 20 e 21 de Maio, ao Palácio de São Bento, apresentar soluções para minimizar os efeitos das alterações climáticas.

Agência de Notícias com Câmara de Setúbal 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010