Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 22 de janeiro de 2019

Palmela promove Fernando Pó a “aldeia vinhateira”

Associação dos Municípios Portugueses do Vinho reuniu no concelho 

O Conselho Diretivo e a Mesa da Assembleia Intermunicipal da Associação dos Municípios Portugueses do Vinho reuniram na aldeia de Fernando Pó, no concelho de Palmela, na semana passada. Este encontro realizou-se nas instalações da Adega Fernão Pó – uma das várias dezenas de adegas sediadas nas freguesias rurais de Marateca e Poceirão. O município de Palmela pretende criar em Fernando Pó, um polo económico e de atração turística, através do conceito de “aldeia vinhateira”. Intitulado Centro Rural Vinum, o projeto parte da localização privilegiada da aldeia de Fernando Pó, no coração da região vitivinícola da Península de Setúbal, da existência de um conjunto de adegas de renome nacional e internacional e da realização regular da Mostra de Vinhos que decorre todos os anos em Maio. 
Aldeia de Fernando Pó quer atrair mais turistas 

Além de eleitos e técnicos do Município de Palmela, que integra o Conselho Diretivo, e do Secretário-Geral e apoio técnico da Associação dos Municípios Portugueses do Vinho, estiveram presentes autarcas e técnicos dos municípios do Cartaxo, Cadaval, Ponte de Lima, Lagoa e Peso da Régua, Cidade do Vinho 2019.
Em cima da mesa esteve um conjunto muito diversificado de assuntos, desde o calendário de atividades para 2019 à aprovação do Regulamento da Cidade do Vinho 2020, passando pelo Plano do Enoturismo, que pretende a definição, ao longo deste ano, de uma estratégia nacional concertada, a implementar em 2020, onde municípios e entidades parceiras aliem esforços na promoção da oferta enoturística nacional.
Palmela aproveitou o momento para dar a conhecer a paisagem da região, marcada pelos “jardins-de-vinhas”, promover o contacto com algumas empresas produtoras, partilhar a experiência enriquecedora da Rota das Vinhas do Pó - uma parceria com a CP e outras entidades - e apresentar o projeto Centro Rural Vinum, no âmbito do qual está em desenvolvimento um centro de inteligência e investigação na área da vitivinicultura, bem como um conjunto de outras valências que permitam "ancorar serviços e imprimir uma nova dinâmica cultural e económica, afirmando o potencial de Fernando Pó como autêntica aldeia vinhateira", realça a Câmara de Palmela. 

“Aldeia vinhateira” promete mudar a aldeia e trazer turistas 
O presidente da Câmara de Palmela, Álvaro Amaro, já tinha anunciado a intenção do município palmelense de corresponder à estratégia da Associação de Municípios Portugueses do Vinho de valorização das aldeias vinhateiras e do enoturismo.
"Estamos empenhados na estratégia da associação para a criação da Rede nacional de Aldeias Vinhateiras, que até agora estava confinada à região do Douro", disse o autarca em 2016. O projeto `Centro Rural Vinho´ na localidade de Fernando Pó, foi recebido com entusiasmo pelos vitivinicultores e pela população local.
"Está assegurado financiamento público para a requalificação de espaços, reaproveitamento da antiga escola primária, que será um centro de interpretação, a par de oportunidades para pequenos negócios, para que quem visita Fernando Pó possa ali permanecer mais algum tempo, não se limitando a visitar as adegas da região", disse Álvaro Amaro.
O objetivo, referiu o presidente, é que os visitantes possam passar um dia em Fernando Pó, dispondo de locais para visitar, actividades para realizar e espaços onde possam almoçar e adquirir lembranças. Entre as acções previstas, o presidente apontou alguns exemplos, como a criação de uma linha gráfica comum para a sinalética das adegas ou de um plano de marketing e divulgação da localidade e da Mostra de Vinhos de Fernando Pó.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010