Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Montijo exige mais e melhores autocarros à TST

Utentes reclamaram "mais carreiras, mais horários" no concelho 

A comissão de utentes dos transportes públicos rodoviários do Montijo, concentrou-se junto à estação da empresa Transportes Sul do Tejo (TST) para reivindicar mais autocarros e horários no concelho.O protesto juntou mais de 60 pessoas. Os utentes reivindicaram mais carreiras e horários, melhor qualidade do material circulante e afirmaram o seu direito constitucional à mobilidade. Foi distribuído, pela organização, um abaixo-assinado que começará hoje a circular contendo as referidas reivindicações.  Foi também revelada a elaboração de um caderno, contendo as principais queixas e reclamações dos utentes, bem como sugestões para a melhoria do serviço prestado pela empresa a ser entregue à Administração dos TST em reunião a agendar. Em resposta, a empresa promete um reforço de carreiras em Dezembro. 
Mais de 60 pessoas juntaram-se este sábado 

"Foi criada uma comissão de utentes no Montijo em virtude de haver um forte descontentamento pela situação que a TST criou na cidade, porque as periferias estão pessimamente servidas de transportes", disse à Lusa Paulo Soares Jorge, membro da comissão.
Segundo o responsável, alguns bairros só têm "duas a três carreiras por dia", o que implica que as pessoas tenham que se "deslocar a pé" até ao centro da cidade e "só a partir daí é possível apanhar um autocarro para o trabalho".
Paulo Soares Jorge referiu que anteriormente já tinham sido entregues ao presidente da Câmara do Montijo, Nuno Canta (PS), dois abaixo-assinados, do qual resultou a promessa de "resolver a situação".
"A TST pretendeu melhorar o serviço, modificou algumas carreiras, inclusive deixou uma zona da cidade completamente sem transportes, portanto, tirou ainda", frisou.
Posteriormente, segundo o membro da comissão, "foi prometido o regresso à situação anterior", mas esta "já era má sem qualquer modificação".
Por esse motivo, foi criada a comissão de utentes, há cerca de duas semanas, com o objetivo de lutar por melhores condições de transporte no Montijo.
"No sábado foi a primeira concentração pública. Pretendemos fazer um abaixo-assinado que reúna o maior número de assinaturas possível e pretendemos marcar uma reunião tão breve quanto possível com a administração da TST, para expor as nossas queixas e sugestões. E mais tarde, consoante o número de assinaturas que conseguirmos recolher, o abaixo-assinado poderá subir à Assembleia da República", adiantou.
Paulo Soares Jorge avançou ainda que têm recebido "bastantes queixas", tanto na página de Facebook da comissão, como por correio eletrónico.
"Mais carreiras, mais horários!" e "A mobilidade é um direito!", foram estas as palavras de ordem mais ouvidas na concentração de utentes, junto à Estação dos TST de Montijo, promovida pela Comissão de Utentes de Transportes Públicos Rodoviários de Montijo, que juntou mais de 60 utentes dos Transportes Sul do Tejo.

Empresa promete reforço de carreiras em Dezembro 
Contactada pela agência Lusa, a administração da TST informou que não teve conhecimento formal desta concentração, nem das suas reivindicações, contudo, anunciou que a oferta deve aumentar em Dezembro.
"A Transportes Sul do Tejo não teve conhecimento formal da manifestação referida, nem dos temas que estão na sua origem. Porém, a transportadora está atenta à realidade da mobilidade na região e tem vindo a colaborar e a apresentar propostas à autoridade de mobilidade competente para ajustar a oferta à procura. Nesse sentido, a TST tem previsto um acréscimo da sua oferta a partir do início do próximo mês de Dezembro", referiu a administração da TST.

Agência de Notícias com Lusa 
Foto: CUTPRM

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010