Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Moita promove interculturalidade e integração

Festival “Um Só Mundo pela Tolerância” até 17 de Novembro

O concelho da Moita acolhe, até 17 de Novembro, a primeira edição do Festival “Um Só Mundo pela Tolerância”, no âmbito do Plano Municipal para a Integração dos Migrantes. Na abertura do Festival, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, o presidente da autarquia, Rui Garcia, salientou que, no concelho da Moita, “foi possível construir uma comunidade de diversas origens que se respeita mutuamente”. O Plano Municipal para a Integração dos Migrantes tem como objetivo "definir estratégias conjuntas, promotoras da integração da comunidade migrante que reside no concelho, valorizando o seu potencial para o desenvolvimento local", refere a autarquia.
Moita integra migrantes 

Rui Garcia lamentou que, atualmente, no mundo, cresçam “os fenómenos de intolerância em diversas regiões e contextos”. Não queremos seguir o caminho da intolerância”, referiu o autarca, enaltecendo o facto de o concelho conviver, desde há várias décadas, com migrações internas e externas, de diversas zonas do país e do mundo. “No nosso concelho, a junção de todos tem-se traduzido numa riqueza”, disse Rui Garcia.
O Alto-Comissário para as Migrações, Pedro Calado, elogiou o desenvolvimento de diversas iniciativas, no concelho da Moita, com vista à integração de migrantes e recordou que este concelho foi um dos pioneiros em Portugal a aderir ao Plano Municipal para a Integração dos Migrantes.
Pedro Calado congratulou-se por, em Portugal, haver “paz social e consenso político” relativamente aos temas da migração e dos refugiados. “Isto é precioso e é, cada vez mais, um bem raro”.
Salientando que “é localmente que acontece a integração”, saudou a Câmara da Moita por criar “os alicerces para continuar a responder com pontes e não com muros”.

Plano para integrar populações migrantes no concelho 

De referir que o Plano Municipal para a Integração de Migrantes “Um Só Mundo”, cofinanciado pelo Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração e com o Alto Comissariado para as Migrações, como entidade delegada, tem como objetivo "definir estratégias conjuntas, promotoras da integração da comunidade migrante que reside no concelho, valorizando o seu potencial para o desenvolvimento local", refere a autarquia.
O plano, cuja candidatura foi aprovada há um ano, vai decorrer durante 36 meses, sendo este o período definido para a sua construção e a implementação das medidas no terreno, numa iniciativa que vai contar com a colaboração de entidades parceiras como o Centro Social O Bom Samaritano, a Associação Cultural dos Imigrantes Moldavos, a Fundação Santa Rafaela Maria e a Associação de Solidariedade Cabo-verdiana dos Amigos da Margem Sul do Tejo.
"De modo a proceder a uma caracterização fidedigna e real sobre as condições de vida das pessoas migrantes no concelho da Moita, o diagnóstico irá focar diversas áreas", tais como a saúde, educação, acolhimento, racismo e discriminação ou urbanismo e habitação.
A autarquia, liderada por Rui Garcia, salienta que para a conceção do plano, é essencial acolher os contributos dos munícipes.
"É objetivo ouvir a comunidade migrante assim como a sociedade de acolhimento, de modo a compreender quais são as reais necessidades da comunidade migrante, assim como aceitar sugestões de medidas que possam ser implementadas, que contribuam para a integração dos migrantes que residem no concelho", defende a autarquia da Moita.

Programa: 
16 Novembro
15:00h - Mosaico Cultural | Intervenção Artística - Pátio TASSE, Quinta da Fonte da Prata
CLDS 3G Moita “Moita Intervir para Incluir”
Câmara Municipal da Moita
De modo a assinalar o Dia Internacional para a Tolerância, 16 de Novembro, foram convidados os jovens do Projeto TASSE e a CERCIMB para assistir a esta intervenção, entre as 15:00h e as 17:00h, que conta com animação musical a cargo dos participantes do Projeto TASSE.
21:00h - Peça de Teatro “Aquilo que Somos” - Auditório da Biblioteca Municipal Bento Jesus Caraça, Moita
Grupo de Teatro NTOPÉ
Inscrições e Transportes pmim@mail.cm-moita.pt | 210 891 000

17 Novembro | Mu(N)Danças
Atuações Musicais | Oficinas de Dança | Mostra de Artesanato | Gastronomia Daqui e Dali | Jogos com Tradição
Centro de Experimentação Artística - Vale da Amoreira
Programa
14h:00h - Abertura de portas
14:15h - Boas vindas
14:30h - Atuação Turma de Danças e Cantares Tradicionais Portugueses da UNISEM - Universidade Sénior da Moita
14:50h - Atuação Toca a Rufar
15:10h - Peça de Teatro “Watoo”
15:30h - Atuação MIORITA – Associação Cultural dos Imigrantes Moldavos
15:50h - Atuação Batucadeiras
16:10h - Atuação Bateria de Samba e Passistas da SFRUA “A Velhinha”
16:45h - Oficina de Dança 1 - Danças africanas “Os Pacificadores” e Oficina de Dança 2 - Batuque
17:15h - Oficina de Dança 1 - Funaná
18:00h - Encerramento

Agência de Notícias com Câmara da Moita 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010