Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 30 de julho de 2018

Seixal quer Fertagus integrada na CP

Câmara aprova tomada de posição pelo fim da concessão do transporte ferroviário 

Durante a reunião de câmara do Seixal, foi aprovada uma tomada de posição pelo fim da concessão do transporte ferroviário à Fertagus e a sua integração na CP. Foi também aprovada a aquisição do edifício onde funcionam os Serviços Centrais da Câmara do Seixal e diversas comparticipações financeiras que permitirão ao movimento associativo do concelho a continuação do seu trabalho em prol dos munícipes. No que se refere à tomada de posição pelo fim da concessão do transporte ferroviário à Fertagus e a sua integração na CP, por um melhor e mais barato transporte público ferroviário, entende a "autarquia que os transportes públicos são um fator estratégico para a mobilidade das populações e para o desenvolvimento económico dos concelhos e que a população do concelho do Seixal, como todos os que habitam na Área Metropolitana de Lisboa, se confronta com problemas estruturais, refletidos numa insuficiente oferta de transportes com um custo muito elevado", refere o documento. 
Câmara do Seixal quer  estado a mandar na Fertagus 

O presidente da Câmara do Seixal, Joaquim Santos, referiu a este propósito que “atualmente temos um serviço ferroviário que se efetua com comboios públicos, a circular em linhas públicas e utiliza estações públicas, mas que depois é explorado por um operador privado, em que o Estado assume os custos, a Fertagus recebe as receitas e ainda se recusa a pagar às Infraestruturas de Portugal a taxa de circulação devida. Com o terminar do contrato de concessão à Fertagus em 2019 da exploração comercial da ligação ferroviária entre Lisboa e Setúbal pela Ponte 25 de Abril está aberta uma oportunidade de terminar com esta experiência, integrando este serviço na CP".
Com a integração deste serviço ferroviário na CP, diz o autarca do Seixal, "ganha o país que vê reduzida a apropriação de recursos públicos em favor dos grupos privados. Ganham os utentes pois passam a pagar menos, a ter acesso ao passe intermodal e ao estacionamento gratuito junto às estações. Ganham os trabalhadores da Fertagus que ao serem integrados na CP e na Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário, melhoram as suas condições de trabalho, rendimentos e direitos”.
Joaquim Santos acrescentou ainda que “com o fim desta Parceria Pública Privada e a integração deste serviço na CP é tomada uma medida que garante um serviço público de qualidade, promove uma maior utilização do transporte público, com a consequente redução do transporte individual, descongestionando a rede viária e a Ponte 25 de Abril com enormes benefícios económicos, ambientais e na qualidade vida das populações”.

35 milhões pelos Serviços Centrais 
Durante a reunião foi também aprovado o procedimento para a aquisição do imóvel onde se encontram sediados os Serviços Centrais da Câmara do Seixal, tendo em conta a "adequação do edifício para a prestação de um serviço publico de qualidade, num espaço que passou a ser a sede do município, no qual se encontra concentrada a maioria das unidades orgânicas da autarquia que anteriormente estavam dispersas em diferentes locais. Esta proposta de aquisição, que terá um valor de 35 milhões de euros, teve também em conta o reequilíbrio da situação financeira do município que hoje apresenta condições de sustentabilidade que permitem assumir os encargos com o financiamento da aquisição do imóvel, que irá possibilitar também a redução dos encargos globais suportados com a atual solução do arrendamento", refere a autarquia.

Apoio ao movimento associativo cultural  

O executivo da Câmara do Seixal deliberou ainda a cedência, em regime de direito de superfície, de uma parcela de terreno com a área de 4211m2 do domínio privado municipal, ao Ginásio Clube de Corroios, que irá permitir qualificar e ampliar o seu complexo desportivo. 
"Esta cedência surge no âmbito do apoio que a autarquia proporciona aos clubes e coletividades do concelho e que lhes permite desenvolver as suas atividades de caráter lúdico, cultural e desportivo e proporcionar oferta variada aos munícipes do concelho", explica a autarquia. 
Também neste âmbito, foram ainda aprovados nesta reunião de câmara seis apoios ao movimento associativo cultural do concelho no total de 175 mil 349,5 euros. Ainda no que se refere a apoios, a autarquia aprovou na área do pelouro da educação, desenvolvimento social, juventude e gestão urbanística, seis projetos no valor total de 43 mil 498 euros, sendo um destes, uma comparticipação de despesas para a aquisição de material escolar aos alunos do 1.º ciclo da rede pública abrangidos pela Ação Social Escolar, no valor de 29 mil 848 euros.

Agência de Notícias com Câmara do Seixal 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010