Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 19 de julho de 2018

Barreiro oferece manuais escolares a alunos do concelho

Alunos até aos 12º ano com apoio nos livros escolares 

O presidente da Câmara do Barreiro, Frederico Rosa, assinou um protocolo com os diretores dos agrupamentos de escolas do Concelho do Barreiro que permitirá a atribuição, no ano letivo 2018/2019, de dois manuais escolares a todos os alunos que estudam e residem no Concelho do Barreiro, a frequentar o 3º ciclo (7º ao 9º), ou o ensino secundário (10º ao 12º), nos estabelecimentos de ensino do Concelho. Sara Ferreira, vereadora responsável pela área da educação, apresentou a proposta de atribuição de manuais escolares para o ano lectivo de 2018/2019 e sublinhou a sua especial satisfação quanto a este tema. “Esta proposta é daquelas propostas que me dá especial gosto apresentar. Não só por ter sido uma promessa eleitoral nossa, mas também porque acreditamos que é uma medida que vai apoiar significativamente todas as famílias barreirenses”, disse. A proposta foi aprovada em Junho, em reunião de executivo, foi aprovada com cinco votos a favor, por parte dos eleitos do PS e PSD, e com quatro votos contra, por parte dos eleitos da CDU.

Autarquia assina protocolo para ajudar os alunos 

Frederico Rosa agradeceu a todas as escolas e aos seus diretores pelo “envolvimento nesta medida emblemática e importante”. Estendeu os agradecimentos aos serviços da vereadora Sara Ferreira pela “forma como foi implementada”.
A autarca referiu que esta medida vai ser concretizada "ao nível do ensino público, através de subsídio aos sete agrupamentos de escolas, de acordo com os livros adquiridos, enquanto que no ensino particular os manuais vão ser adquiridos pela autarquia, em livrarias do concelho e entregues nos estabelecimentos", disse Sara Ferreira.
O presidente da Câmara do Barreiro, Frederico Rosa, mostrou-se orgulhoso pelo cumprimento da promessa feita aos barreirenses.
“Tenho muito orgulho em liderar uma equipa que cumpre as promessas feitas e honra os compromissos assumidos. Esta é uma medida que valoriza a aposta na educação das nossas gentes e que terá um impacto muito positivo no orçamento familiar de milhares de barreirenses”, sublinhou o autarca.
Já os eleitos da CDU votaram contra esta proposta, uma vez que consideram que esta deve ser uma obrigação do estado e não da autarquia local.
Por seu lado os diretores presentes agradeceram à autarquia por esta medida, em nome das escolas, dos encarregados de educação e dos alunos que irão beneficiar desta iniciativa.
Estiveram presentes os diretores dos agrupamentos de escolas Augusto Cabrita, Mariana Hortega, de Casquilhos, Luis Rino, de Santo André, Maria Arlete Cruz, e de Álvaro Velho, Luís Latas.
Os diretores das escolas públicas e do Colégio “Minerva” que não estiveram presentes irão assinar o documento à posteriori.
De acordo com o documento “são prioridades do Município do Barreiro, em articulação com as escolas do Concelho e comunidade educativa, entre outras, a igualdade no acesso ao ensino, a promoção do sucesso escolar dos alunos e o reforço da qualidade no sistema de educação, o Município do Barreiro tem como prioridade o apoio às famílias e o combate ao abandono e insucesso escolar”.
De referir que as candidaturas serão realizadas nos agrupamentos das escolas públicas e nas escolas privadas.

Agência de Notícias com Câmara do Barreiro 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010