Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Fabrica de Palmela regressa à mesa das negociações

Autoeuropa retoma negociações para discutir remuneração do trabalho ao domingo

Os trabalhadores da Autoeuropa reúnem-se na próxima semana com a administração da empresa,  em Palmela,  para discutir a remuneração do trabalho ao domingo no novo horário de laboração contínua, revelou hoje à Lusa fonte da Comissão de Trabalhadores. Segundo a mesma fonte, na reunião, que está prevista para segunda ou terça-feira da próxima semana, os trabalhadores vão tentar que a administração pague o trabalho ao domingo da mesma forma que paga o trabalho ao sábado, ou seja, com um acréscimo de 100 por cento, a que se deverá juntar o prémio trimestral de produtividade de 25 por cento. 
Administração volta a negociar horários com trabalhadores 

Esta proposta da Comissão de Trabalhadores, que não concorda com o pagamento dos domingos como se de um dia normal de trabalho se tratasse, já foi rejeitada pela administração da fábrica de automóveis da Volkswagen em Palmela, mas a nova ronda de negociações constitui mais uma oportunidade para tentar ultrapassar o diferendo e estabelecer um acordo entre as duas partes.
O novo horário de laboração contínua, que deverá ser implementado depois do habitual período de férias durante o mês de agosto, prevê um total de 19 turnos por semana – três turnos diários de segunda a sexta-feira e dois turnos ao sábado e ao domingo.
A Comissão de Trabalhadores reconhece que este novo horário, que entra em vigor no final de agosto, será mais favorável do que o atual, mas defende que a empresa deveria oferecer melhores contrapartidas pelo trabalho aos domingos.

Trabalhadores ameaçaram com greve 
A decisão foi tomada depois de uma reunião os trabalhadores com a equipa de gestão da Autoeuropa, liderada por Miguel Sanches. O diálogo entre as duas partes será retomado ainda este mês e evitou, assim, uma greve ao trabalho extraordinário na fábrica que produz os modelos da Volkswagen, entre eles o T-Roc.
A reunião aconteceu depois de os trabalhadores da Autoeuropa terem entregado um abaixo-assinado à administração, com vista à reabertura das negociações sobre o regime de laboração contínua, imposto unilateralmente pelos gestores da fábrica de Palmela.
Os trabalhadores exigem uma maior compensação por este novo regime, que deverá entrar em vigor a partir de Agosto, estando em causa a criação de 19 turnos semanais na Autoeuropa. Os horários definidos pela administração preveem trabalho ao fim de semana e trabalho noturno nos dias de semana.
A comissão de trabalhadores diz mesmo que chegou a acordar com os três sindicatos representativos da empresa a “emissão de pré-avisos de greve ao trabalho extraordinário como resposta à falta de vontade de negociar por parte da administração”, no inicio desse mês.
Com a reabertura das negociações, esse protesto estará, para já, colocado de parte.

Agência de Notícias com Lusa

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010