Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 8 de maio de 2018

Hotelaria na base da estratégia de requalificação do Seixal

Município prepara "revolução" urbana junto à Baía 

O Seixal tem em marcha um ambicioso projecto de requalificação das frentes ribeirinhas, com o objectivo de reabilitar toda a zona envolvente da Baía do Seixal. Na base está uma aposta clara do município no desenvolvimento da náutica de recreio mas também do turismo no seu todo, estando previstas cinco unidades hoteleiras. Entre os vários projectos previstos, está a instalação de uma unidade hoteleira na antiga fábrica Mundet, na frente ribeirinha do Seixal, em pleno núcleo urbano antigo do Seixal, e com vista privilegiada para a Baía do Seixal e Lisboa. O que o município pretende é ver ali instalada uma unidade hoteleira de 4 estrelas ou superior e capacidade para mais de 150 quartos. Tratando-se da antiga fábrica corticeira Mundet, é fundamental para a autarquia que este hotel venha a ter um conceito associado à indústria corticeira.
Câmara apresenta  projetos de requalificação urbana para a Baía 


Outro dos projectos é o do Hotel Quinta da Trindade. A quinta, com mais de 15 mil metros quadrados, situada junto à Baía do Seixal e ao rio Tejo, ao terminal fluvial e ao Centro de Estágios do Benfica, é propriedade do município e constitui um pólo do projecto Seixal Vila-Hotel, pela intenção de instalar uma unidade hoteleira de conceito nos edifícios que a compõem.
O Largo dos Restauradores, no núcleo urbano antigo e junto à Baía, deverá ver nascer também uma unidade hoteleira, para já baptizado com o nome de Hotel Largo dos Restauradores. Segundo o município, trata-se de “um dos locais com maior potencialidade para acolher alojamento turístico, no âmbito do projecto Seixal Vila-Hotel, contribuindo para a reabilitação urbana e dinamização socioeconómica do centro histórico”.
Localizado junto à Estação Náutica Baía do Seixal e ao futuro Porto de Recreio, que terá capacidade para 188 embarcações, “o Largo dos Restauradores possui uma localização privilegiada para a construção de uma unidade hoteleira diferenciadora”, assume a Câmara, sublinhando também a ligação do local  “à Baía do Seixal, ao seu património histórico e cultural, às embarcações tradicionais e às actividades náuticas em geral”.
O município do Seixal está também a desenvolver um plano de pormenor com os proprietários da Ponta dos Corvos com o objectivo de ali concretizar um “projecto turístico diferenciador” ligado à natureza e à preservação do ambiente, com construção sustentável.
Soma-se ainda o projecto para a construção de um hotel e do Porto de Recreio de Amora. Nas proximidades do Estádio da Medideira, que vai ser requalificado, deverá ali surgir, em complementaridade, uma unidade hoteleira e um porto de recreio que permitirá a chegada dos turistas por via marítima.
Com estes projectos, que vão estar em foco no SIL – Salão Imobiliário de Portugal que se realiza na FIL, em Lisboa, de 3 a 7 de Outubro, o Seixal pretende posicionar-se na oferta de alojamento turístico diferenciador e servir de complemento a Lisboa.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010