Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Brigada do Mar limpa praias de Grândola até 13 de Maio

Voluntários iniciam mais uma mega limpeza de praias

A Brigada do Mar, uma associação de voluntários que desenvolve ações de proteção da biodiversidade, está a assinalar dez anos de atividade com uma operação de limpeza das praias da costa atlântica de Grândola, de até 13 Maio. O objetivo desta iniciativa, que assinala uma década de ações de limpeza da Brigada do Mar na zona costeira portuguesa, é proceder à limpeza das praias onde se acumulam diversos tipos de resíduos que contaminam a areia e a água do mar. "Todos os anos retiramos toneladas de detritos que matam a vegetação dunar. Nestas ações já encontrámos desde bidões com líquidos corrosivos e com óleo, a seringas, comprimidos, utensílios hospitalares, milhares de lâmpadas fluorescentes, eletrodomésticos, cordas e milhares de utensílios usados na atividade piscatória, entre muitos outros objetos", disse à agência Lusa Simão Acciaioli, um dos principais dinamizadores da Brigada do Mar.
Voluntários limpam lixo nas praias de Grândola 

"Estas ações são importantes em termos ambientais porque o lixo que retiramos das praias da costa alentejana facilita a regeneração da vegetação das dunas e ajuda a travar os avanços do mar durante os temporais nos meses de inverno", acrescentou Simão Acciaioli, lembrando que a Brigada do Mar realiza ações de limpeza semelhantes em diversas zonas do país, designadamente em Óbidos, Sines, Odemira, Faial (Açores), Sintra, Almada e no rio Tejo.
A ação de limpeza da costa alentejana que decorre de 5 a 13 de Maio deverá ter cerca de 400 voluntários, muitos deles inscritos através da página da associação na internet, que vão fazer a recolha de lixo numa extensão de cerca de 45 quilómetros de praia.
"Para esta iniciativa contamos com o apoio de diversas entidades públicas e privadas, designadamente da Câmara Municipal de Grândola, do Parque de Campismo da Galé e da Atlantic Ferries. Temos também o apoio de algumas empresas e marcas, como a Yamaha, Carpremium e Recheio, que também são fundamentais para a realização destas iniciativas", disse Simão Acciaioli.
"Desde 2014, temos o Alto Patrocínio da Presidência da República e, este ano, também o reconhecimento da UNESCO, o que reforça a nossa credibilidade junto das empresas e particulares que nos ajudam e sem os quais não seria possível manter estas ações de limpeza nas zonas costeiras", acrescentou o responsável da Brigada do Mar.
Nos últimos dez anos, a Brigada do Mar realizou várias ações de sensibilização em diversos países estrangeiros e dezenas de ações de limpeza nas zonas costeiras portuguesas, que envolveram, no total, mais de cinco mil voluntários e que permitiram a recolha de mais de 400 toneladas de lixo, incluindo alguns objetos mais surpreendentes, de que é exemplo a recolha de três engenhos explosivos militares."Acreditamos que o trabalho da Brigada do Mar não só permite evitar alguns acidentes na areia e no mar, como também constitui uma ajuda para a economia, na área do turismo, através da valorização das nossas praias", concluiu Simão Acciaioli.

Agência de Notícias com Lusa 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010