Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 19 de março de 2018

Alcochete requalifica miradouro Amália Rodrigues

Autarquia quer criar uma nova centralidade junto ao Tejo 

As obras de requalificação do miradouro Amália Rodrigues, na vila de Alcochete, vão ter início na semana de 19 a 23 de Março, numa primeira fase com a remodelação, por administração direta, das redes de água e águas residuais. O vereador das Obras Municipais, Pedro Lavrado, informou ainda, na reunião de câmara, que a empreitada propriamente dita terá início no mês de Abril. Com a intervenção no miradouro Amália Rodrigues, principal acesso ao centro de Alcochete, a câmara municipal vai "revitalizar uma das mais belas zonas de lazer e de estar da vila, que reúne as características de um privilegiado mirante, e prosseguir com o processo de regeneração urbana da frente ribeirinha", explica a autarquia em comunicado.
Miradouro passa a ter outra centralidade em Alcochete 

A requalificação do miradouro Amália Rodrigues constitui uma operação integrada no âmbito das obras de reabilitação do espaço público previstas na Estratégia de Reabilitação da Área de Reabilitação Urbana do Núcleo Antigo de Alcochete e no Plano de Ação de Regeneração Urbana da vila de Alcochete e foi objeto de uma candidatura a fundos europeus estruturais de investimento no âmbito do Portugal 2020.
A empreitada tem o valor base de 351, 5 mil euro, abrange uma área de cinco mil m2, integrando além do espaço do miradouro, a avenida dos Combatentes da Grande Guerra até à rua do Norte.
"O projeto de requalificação do miradouro assenta numa diferenciação em todo o espaço privilegiando a vista panorâmica sobre o Estuário do Tejo, contempla a implantação de uma escadaria informal e a criação de uma plataforma como zona de estadia, protegida do trânsito rodoviário, e ainda a construção de dois mirantes sobrelevados e arborizados, que vão conferir uma singularidade ao local", diz a autarquia.
O arquiteto Sidónio Pardal, autor do projeto, incluiu ainda o reperfilamento da via e a repavimentação dos arruamentos privilegiando a circulação pedonal numa ligação ao Passeio do Tejo, e em simultâneo a criação de “uma zona de estar que domina o campo panorâmico do rio e dá um sentido único e diferenciador, com a criação de um relvado e dois mirantes”.
O projeto paisagístico contempla ainda a "plantação de árvores em caldeira, que vão assegurar sombra ao longo do miradouro, reforçando desta forma as funções de estadia e contemplação inerentes a toda esta zona", explica a Câmara de Alcochete.

Agência de Notícias com Câmara de Alcochete

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010