Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Grândola e Alcácer do Sal querem melhorias no IC1

Marcha lenta no IC1 contou com centenas de veículos

Centenas de veículos participaram numa marcha lenta no Itinerário Complementar 1, entre Alcácer do Sal e Grândola, numa iniciativa em que foi exigida a intervenção do primeiro-ministro para desbloquear as obras de reparação da estrada.  "Eu apelo diretamente ao primeiro-ministro [António Costa]. É extraordinariamente perigoso o que se está a passar, ou seja, a estrada continuar nestas condições", disse à agência Lusa o presidente da Câmara de Alcácer do Sal, Vítor Proença. O autarca, tal como o presidente da Câmara de Grândola, António Figueira Mendes, participaram na marcha lenta, promovida pela Comissão de Utentes do IC1 de Alcácer do Sal e Grândola, para exigir a "reparação urgente" do troço daquela estrada que atravessa os dois concelhos, no distrito de Setúbal. 
Centenas de pessoas exigem obras no IC1 entre Alcácer e Grândola 

O protesto contou com "centenas de veículos", segundo o autarca Vítor Proença. Os participantes arrancaram das duas sedes de concelho, em simultâneo, e encontraram-se na zona de Albergaria. "Aderiu muita gente e o trânsito foi fortemente condicionado", frisou o presidente da Câmara de Alcácer do Sal, Vítor Proença, explicando que, apesar da perturbação causada, da parte dos restantes automobilistas que circulavam no IC1 à hora do protesto [na última sexta-feira] "houve muita compreensão. Quem aqui circula sabe que esta estrada é extraordinariamente perigosa", acrescentou, defendendo que é necessária "a urgente reparação" da via para "evitar mais acidentes" e deixando um apelo ao primeiro-ministro. "É preciso uma intervenção ao mais alto nível para desbloquear este processo, para que avancem as obras", realçou, afirmando não acreditar no início da empreitada no final do ano, prometido, a 18 de Março, pelo secretário de Estado das Infraestruturas, Guilherme W. d´Oliveira Martins.
Também em declarações à Lusa, Manuel Rocha, da Comissão de Utentes do IC1, congratulou-se com a "excelente participação" na marcha lenta, que começou a desmobilizar "por volta das 19h20". Nesta ação, destacou, foi aprovada uma resolução que vai ser agora enviada ao Governo e aos partidos da Assembleia da República."O documento exige a reparação urgente da estrada, porque estamos fartos de promessas e de uma 'mão cheia de nada' ", referiu.
A reparação "urgente" do troço do IC1 entre Alcácer do Sal e Grândola tem sido repetidamente reclamada ao longo dos últimos anos, pela população e pelos autarcas, tendo a marcha lenta de dia 1 de Abril sido a terceira ação de protesto do género naquela via.


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010