Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Câmara de Setúbal aprovou prestação de contas 2015

Autarquia sadina com gestão equilibrada o ano passado 

A Câmara de Setúbal aprovou , em reunião pública, a Prestação de Contas 2015, documento financeiro que espelha o prosseguimento do esforço de contenção da despesa e de garantia de receita. O documento financeiro assinala que, “apesar de o contexto económico ser ainda pouco favorável, o Município de Setúbal exibe resultados positivos, demonstrando o reforço da consolidação do equilíbrio financeiro que se vem verificando nos últimos anos”. A Prestação de Contas 2015 destaca aspetos como o acréscimo da receita corrente de 7,6 por cento e da receita de capital, assim como menor despesa paga em relação ao crescimento da receita arrecadada.
Autarquia diminuiu dívida a médio e longo prazo em 11,5 por cento

Reduções da dívida de médio e longo prazo em 11,5 por cento e dos pagamentos em atraso em 56,7 por cento e a manutenção da capacidade legal de endividamento são outros fatores sublinhados.
Os resultados obtidos, com uma “evolução positiva em todas as rubricas”, traduzem a “aposta estratégica de contenção das despesas e do esforço continuado de arrecadação da receita”, sintetiza o documento.
As Grandes Opções do Plano de 2015 apresentaram uma dotação inicial de 70 milhões e 922 mil euros enquanto se atingiu o valor de 70 milhões e 917 mil euros de dotação final.
De realçar que o orçamento inicial da Câmara de Setúbal previa uma poupança corrente bruta de cerca de 6,4 milhões de euros e que foi possível executar 9,9 milhões.
“A poupança corrente acrescida dos movimentos das dívidas correntes transitadas e a transitar bem como da receita corrente líquida e não cobrada no exercício permite-nos quantificar a poupança corrente do exercício, que, em 2015, é de 41,4 milhões de euros”, adianta o documento.
Além deste “bom desempenho financeiro do Município de Setúbal evidenciado pela poupança corrente do exercício”, 2015 fica marcado pelo“excedente de 6,3 milhões de euros obtidos através do apuramento do saldo corrente deduzido das amortizações”.
A Prestação de Contas 2015 reflete a preocupação orçamental de “obediência à regra da boa gestão financeira e da proteção dos ativos patrimoniais” ao sustentar todas as despesas efetivas em receitas efetivas.
“Podemos concluir por uma melhoria significativa do saldo global efetivo, a qual se ficou a dever a um aumento da receita efetiva superior ao aumento da despesa efetiva em cerca de 5 por cento”, refere o documento.
A diminuição continuada na área dos compromissos por pagar observada no triénio 2013/2015 também acentuou a tendência em 2015, ano em que se assistiu a uma redução de 14,9 milhões de euros, revela a Prestação de Contas, que será votada pela Assembleia Municipal de Setúbal.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010